Adaptações Que Poucas Pessoas Sabiam que Vieram de Livros...


Oi pessoal.

Nós conhecemos muitos filmes que foram adaptados de livros não é verdade? O que muita gente não sabe é que existem muitassss adaptações que nós nem sabíamos que também veio das páginas de um livro.
Vou mostrar aqui hoje apenas algumas. A grande maioria infelizmente os livros não foram traduzidos para nossa língua - momento chororo -. Mas pelo menos temos o consolo de poder assistir aos filmes.

Assisti ao filme tem um bom tempo. Mas lembro que é super engraçado. Típica comédia romântica, e eu adoro essa atriz. E esse é um dos poucos que tem o livro traduzido aqui no Brasil. Só não sei se é fácil de encontrar.
Eis a capa:



Quem nunca assistiu esse filme não sabe o que está perdendo. É mais uma comédia romântica sem muito a acrescentar, mas risadas garantidas do começo ao fim e claro algumas dicas que prometem NÃO funcionar kkk. Na verdade nem seria bem um livro, foi mais um "guia prático" transformado em histórias em quadrinhos. Então ao que tudo indica o filme é bem mais legal. Até por que os produtores só pegaram mesmo a ideia central para transformar o filme.

Olha ai uma grande surpresa. Pois bem duro de matar é uma adaptação do autor Roderick, essa eu não sabia mesmo, mesmo kkkk. E nunca nem cogitaria a hipótese, até por que o filme virou uma franquia que até onde as minhas pesquisas chegaram não foram adaptados de outros livros do autor. E claro, infelizmente não temos a tradução no Brasil. Mas esse livro para os fãs de um bom livro policial, deve ser maravilhoso.

 Ahhh eu adoro esse filme - não por ser loira kkk - mas por que simplesmente eu amo esse filmes "bobos" (vocês já estão carecas de saber. Mas gosto ainda mais quando a personagem, ou personagem, tanto faz, da a volta por cima e da uma "esfregada na cara" da oposição kkkk. E Legalmente Loira é bem por aí. Uma pena não ter o livro em português, deve ser um livro muito engraçado.

Olha ai os filmes adolescentes escolares com muita intriga, inveja, brigas de ego e meninas super competitivas. Adoro esse filme (também qual não gosto nesses estilos? kkk). Mas acho que o livro é bem mais profundo ao tratar de alguns temas que no filme ficou bem leve. O livro tem a versão em português, então quem quiser se arriscar eis a capa:



Gente tem tempo que assisti esse filme hein? Muitoooo tempo. Na verdade nem me lembro mais da histórias. Sei que é quase um Se Eu Fosse Você kkk, mas no caso aqui quem trocam os papéis são mãe e filha. O que eu lembro é que sim o filme é bem engraçadinho e além do mais é Disney, então sabemos o padrão não é mesmo? E ele também tem sua versão aqui no Brasil, inclusive é um livro superrr indicado para adolescentes. Humm que chique.





Ahhh esse sim. Assisti tem bem pouco tempo. Um daqueles filmes que eu lia a sinopse e não me interessava até que um dia resolvi dar uma chance e... me apaixonei. Amo essa temática, sei lá, acho super fofo esse amor meio "impossível" entre alguém que ganha a vida com sexo. Achooo lindo de viver Uma Linda Mulher e aqui no caso os papéis são invertidos, o mocinho é o garoto de programa e que mocinho kkkk. E mais um filme com a "esfregada na cara" que eu tanto amo rs. Uma boa pedida, com certeza. Pena não ter o livro por aqui. Eu iria adorar ler. Mas de qualquer forma tem uns livros por aqui com essa temática, um eu até já li e o outro está ali me aguardando ansiosamente.


Ahh e ai quem gostou???
Deu até vontade de ver alguns filmes novamente e de conhecer algumas histórias. 

Bem, então acho que vou ali fazer uma pipoquinha e volto mais tarde.

Mas e vocês enquanto isso me digam se conhecem alguma adaptação que poucas pessoas sabem que vieram dos livros...

Beijosss

{Sessão Pipoca} Filmes com Miley Cyrus



Olá pessoal.

Como já disse várias e várias vezes, eu adoro esses filmes "bobinhos" bem adolescentes, eles são ótimos para passar o tempo jogada no sofá, quando se tem aquele tempo para não fazer nada e que não se quer pensar em nada.
Justamente por isso, hoje irei mostrar mais alguns filmes que adoro. Hoje da atriz Miley Cyrus. Sei que hoje em dia ela se rebelou, infelizmente a maioria das pessoas diz não gostar mais dela e de suas atitudes, mas eu não acho que isso diminua seu talento, seja como cantora, ou como atriz - o que admiro os dois - e de qualquer forma, não nos cabe julgar. Então eu continuo amando os filmes dela. Pelo menos os que já existiam antes dessa fase rs, e não vou deixar de ver e rever pois são muito fofo.

Vamos ver quais são?

Hanna Montana -  O Filme


Miley Stewart (Miley Cyrus) precisa lidar com a escola, os amigos e ainda as dificuldades com sua personalidade secreta de pop star. Hannah Montana, seu alter-ego, está cada vez mais popular, e Miley está gostando desta nova situação. Para recolocá-la na realidade seu pai (Billy Ray Cyrus) decide levá-la para uma casa em Crowley Corners, no Tennessee.

Lançado em 2009

O filme é uma graça. Eu simplesmente adoro, já assisti nem sei quantas vezes (ok, sou dessas rs). É bem ao estilo mesmo adolescente de ser. Miley (nome da personagem também), vive uma vida dupla de garota nada conhecida que leva uma vida normal, a estrela do pop. Acontece que o sucesso subiu para sua cabeça e seu pai a obriga a passar uns dias com eles na fazenda da família e lá Miley terá que descobrir seus verdadeiros valores e o que realmente importa de verdade em sua vida. Claro que toda a história é bem óbvia, mas eu adoro mesmo assim kkkkk.
E as músicas, sempre muito presentes nos filmes da Miley são lindas, a trilha sonora é mais que perfeita, e o momento -quase final - quando ela canta The Climb é lindoooooo rs, e o romance também é super fofinho. Então para quem é fã desse "estilo" de filme, não deixe de assistir.

Trailer

The Climb

A Última Música


"Ronnie" Miller (Miley Cyrus) tem 17 anos, é filha de pais divorciados e seu pai (Greg Kinnear) mora longe de Nova York, numa cidade praiana. Após três anos de separação, ela ainda sente raiva por tudo o que aconteceu até o dia em que sua mãe (Kelly Preston) decide enviá-la para passar o verão com ele. Uma vez lá, depois de conhecer novas pessoas e paixões, ela encontra alguém que, além de bom músico e professor, é, acima de tudo, um verdadeiro pai.

Lançado em 2010

Um dos filmes com ela que eu mais amo. Aqui ela é Ronnie, uma garota que ficou super "rebelde" após a separação dos pais. Ela acaba, por esse motivo, desistindo de seu maior sonho e se transforma em uma pessoa que nem ela mesmo conhece. Obrigada (mais uma vez, parece que esse é o destino dela nos filmes kkkk) a passar as férias com o pai, ela vai descobrir aos poucos que nem tudo na vida é como parece, ou como desejamos e vai descobrir o valor dos pequenos momentos e das pequenas atitudes. Lá ela também irá conhecer Will e descobrir os sabores e dissabores do primeiro amor. Mas o mais importante e lindo de tudo, será acompanhar o relacionamento dela com o pai.
Claro que uma história vinda de Nicholas Sparks só poderia nos emocionar e ter muitas mensagens lindas embutidas na história. Eu chorei, sofri, sorri, e claro amei do começo ao fim. O filme é super fofo e a fotografia dele (mesmo para uma leiga como eu) é linda. Amei as escolha do local para a gravação do filme e todos os seus detalhes.
Uma curiosidade sobre o filme, é que ao contrário do que geralmente acontece nas "adaptações" (primeiro vem o livro para depois o filme) aqui foi ao contrário. O filme foi criado exatamente para ser interpretado pela Miley, então entraram em contato com o tio Nick pedindo que ele escrevesse um roteiro para ela, assim feito, logo que terminou o roteiro ele tratou de escrever o livro, o que mesmo no caso de vir depois, continua mostrando que os livros são sempre melhores que o filme. 
Mas para mim a graça do filme, está ainda mais em Jonah, irmão caçula de Ronnie. Gente eu quero um filho desses para mim. O menino é um graça, e toma a cena quando aparece. Era impossível não se apaixonar e morrer de rir sempre que ele entrava em cena. Com certeza um filme mais que indicado.

Trailer



When I Look At You

Lola (LOL)

 

Lola (Miley Cyrus) vive em um mundo cada vez mais conectado pelas redes sociais. Em meio aos romances e amizades de colégio, ela enfrenta dificuldades em manter uma relação saudável com sua própria mãe, Anne (Demi Moore).

Lançado em 2012

A história é sobre Lola, sua adolescência e tudo o que é viver essa fase.
Os conflitos com os pais, no caso dela principalmente com a mãe, as amizades, os namoros, as dúvidas, as desilusões. Lola está enfrentando um término conturbado de relacionamento, enquanto isso precisa lidar com o relacionamento complicado de sua mãe com o pai, que já são separados, mas continuam namorando. Enquanto isso ela se apaixona pelo melhor amigo e não sabe o que fazer com esse novo sentimento.

O filme claro, apenas mais um clichê jovem, mas um clichê que consegue mostrar pelo menos um pouco como funciona a mente nessa fase que para eles parece ser cheia somente de problemas, medos e grandes decisões.

O ponto alto da história é mesmo a relação dos filhos com os pais, mesmo que tratada de forma leve na trama, afinal não tem como abranger muita coisas em filmes que geralmente são curtos. fica claro o roteiro que tenta mostrar como os pais também sofrem nessa época tão complicada da vida de seus filhos. E como alguns pais na verdade nem tentam entender.

Trailer


A Super Agente


Molly Morris (Miley Cyrus) é uma detetive particular que é convocada pelo FBI para infiltrar uma irmandade de garotas em uma universidade. Ela recebe a missão de proteger a filha de um importante mafioso.

Lançado em 2013


Um pouco diferente dos seus outros filmes (não que esse não seja adolescente também), mas aqui temos mais do estilo comédia romântica, bem as estilo "universidade" de ser. Já repararam que todos os filmes que se passam nas universidades tem basicamente o mesmo roteiro? kkk, mas não importa eu gosto mesmo assim kkkk.
Aqui ela é Molly uma detetive particular, que trabalha com seu pai, ela é convocada pelo FBI para uma super missão. Ela terá que fazer parte de uma irmandade e fazer parte desse mundo que ela abomina e claro que também irá se apaixonar e sua vida irá virar uma enorme confusão.
Claro que no filme não tem muita ação, afinal é comédia, mas até temos uma pequena dose sim. É bem fofinho, como eu disse, sem nada de muito novo. Esse dos dela é o que menos assisti, mas mesmo assim eu gosto bastante. Então fica a indicação para quem realmente gosta desse estilo de filmes que não acrescentam em nada, mas que são super gostosinhos de assistir.

Trailer

Bem pessoal, é isso. Espero que tenham gostado das indicações. E se assistirem, depois me contem o que acharam.

Beijosss

{Resenha} Álbum de Casamento (Quarteto de Noivas #01) de Nora Roberts

Quando crianças, as amigas Parker, Emma, Laurel e Mac adoravam fazer casamentos de mentirinha no jardim. E elas pensavam em todos os detalhes. Depois de anos dessa brincadeira, não é de surpreender que tenham fundado a Votos, uma empresa de organização de casamentos bem-sucedida. Mas, apesar de planejar e tornar real o dia perfeito para tantos casais, nenhuma delas teve no amor a mesma sorte que tem nos negócios. Até agora. Com várias capas de revistas de noivas no currículo, a fotógrafa Mac é especialista em captar os momentos de pura felicidade, mesmo que nunca os tenha experimentado em sua vida. Por causa da separação dos pais e de seu difícil relacionamento com eles, Mac não leva muita fé no amor. Por isso não entende o frio na barriga que sente ao reencontrar Carter Maguire, um colega de escola com o qual nunca falara direito. Carter definitivamente não é o seu tipo. Professor de inglês apaixonado pelo que faz, ele cita Shakespeare e usa paletó de tweed. Por causa de uma antiga quedinha por Mac, fica atrapalhado na frente dela, sem saber bem como agir e o que falar. E mesmo assim ela não consegue resistir ao seu charme. Agora Carter está disposto a ganhar o coração de Mac e convencê-la de que ela é capaz de criar suas próprias lembranças felizes.



Arqueiro * 2013 * 288 páginas * Classificação 5/5
  




Eu amo Nora Roberts, então ela pode escrever bula de remédio que é certo que eu vou gostar.

Álbum de Casamento faz parte da série Quarteto de Noivas, uma série que conta a história de quatro amigas que juntas possuem uma empresa de casamento, onde cada uma exerce uma atividade.


“Você sente cheiro de romance até num engarrafamento”.
  

Em Álbum de Casamento, conhecemos a fotógrafa Mac, uma profissional maravilhosa, uma amiga excepcional. Mas Mac é uma pessoa muito insegura e podemos dizer que até meio fraca as vezes, mas somente ao que se refere a sua família, ou no caso, a falta dela.
A mãe de Mac é uma verdadeira... posso usar o nome de um animal que eu acho lindo, mas nesse sentido não fica legal? Melhor não né? Deixa para lá.
Mas enfim a mãe dela é um ser desprezível, eu a odiei do começo ao fim, e não me venham com papo furado! Que ser mais egoísta, fútil e aproveitador. Ela faz gato e sapato com a filha e Mac está sempre lá dando a cara a tapa, nossa que nervoso.
Infelizmente a infância de Mac foi marcada por vários relacionamentos conturbados da mãe dela com homens diferentes o que tornou Mac uma mulher descrente no amor, ela acredita que ele exista, só não que ele pode durar, sendo assim ela não procura um relacionamento sério com ninguém.

Mas isso pode mudar quando Carter reaparece em sua vida. Eles foram colegas de colégio, mas Mac nem se recorda direito dele. Ao contrário de Carter que sempre teve uma queda, enorme, diga-se de passagem, por ela. 


“Não se pode deixar para lá um beijo desses”.
  

Agora para tudo e vamos ao que interessa. Carter é o sonho de homem rs. E para variar um personagem bem distante dos que vemos por ai.
Carter é professor, tímido, desastrado, e inseguro com as mulheres, mas gente para tudo, ele é um encanto, ele é verdadeiro, ele é honesto, ele é romântico, (suspiros e mais suspiros). Resumindo ele é tudo o que Mac não esperava gostar em um homem.

Mesmo muito insegura Mac resolve dar uma chance a esse relacionamento e ela pode se surpreender.
Mas será que ela vai conseguir superar todos as inseguranças?

Ok, ok, a história é totalmente clichê, mas Nora sabe conduzir uma história como ninguém. Abordando temas como amizade, superação, confiança no outro e mais ainda em si mesma, Nora faz com que percebemos Mac desabrochar e se transformar em uma nova mulher e muito disso também é “culpa” de Carter, com certeza ele é um homem incrível.

Eu sempre quis ler uma história com um personagem masculino tímido, e Nora realizou meu sonho. Carter pode sim ser tímido, mas ele com toda sua timidez não deixa de ter atitude e se mostrar uma pessoa compreensível e companheiro. 

“Lá da prateleira, os dois rostos sorriam para ela. Momentos vêm e vão, pensou. É o amor que une todos eles para formar uma vida.”
  
Outro ponto maravilhoso na história é o vinculo de amizade entre os personagens. Nora descreve como ninguém a força desse sentimento. Mac, Laurel, Emma e Parker tem um laço tão forte que ficamos encantados em observar. É aquela amizade verdadeira, onde mesmo entre os períodos de fúria de alguma delas, o respeito e a compreensão permanecem e saber que errou e se desculpar faz parte desse relacionamento. E como se esse quarteto já não fosse suficiente temos os lindos do Jack e do Del para trazer ainda mais beleza e amor nesse circulo de amigos.

Uma história linda, cheia de encanto, momentos difíceis, mas que nos ensina como podemos ser fortes e superar quando temos ao nosso lado pessoas incríveis. E recheada de muitos sentimentos e emoções. 

“Lá da prateleira, os dois rostos sorriam para ela. Momentos vêm e vão, pensou. É o amor que une todos eles para formar uma vida.”
  
Claro que indico essa leitura para todos os fãs de romances envolventes, delicados, com uma leve pitada de drama, muitas risadas e amor do começo ao fim.

Beijosss