Resenha do Livro - Claro Que Te Amo de Tammy Luciano.


Claro Que Te Amo - Tammy Luciano


Amei! Amei! Simplesmente Amei!
Esse livro é muito lindo, muito especial, eu fiquei apaixonada.

A autora é maravilhosa. O modo como ela escreve reflete totalmente a realidade de uma garota nessa fase de sua vida. Quem aqui aos seus 17, 18 ou 19 anos já não sofreu de uma grande desilusão? Quem não achou que o sofrimento não iria mais acabar?  Tammy Luciano é detalhista e realista na descrição, parece que ela passou por tudo isso para poder expressar de uma forma tão perfeita como a personagem se sente.

Piera é uma garota linda, inteligente e muito querida, tem 19 anos e por seis longos anos namorou André, aquele carinha que não gostamos desde o começo do livro. Até que ele resolve terminar o relacionamento. O mundo de Piera parece prestes a desabar, ela está afogada em dores e mágoas, e como senão bastasse ele vai se casar e Piera resolve assistir a tudo, como se assim fosse conseguir de uma vez por todas entender que tudo acabou. Passar por todo esse momento até que ajuda em seu objetivo de entender que não a mais retorno, mas não aplaca a dor, e só faz com que a auto-estima de Piera vá ainda mais ao nível zero. 




"Não se preocupe com quem não gosta de você. Às vezes, a pessoa não gosta de sim mesma e não gostar de você é extensão dos sentimentos que ela tem por si." página 21.
   
Piera sempre foi muito forte, mas parece que essa lista de abandonos que sofre só aumenta o que faz com que ela acabe se tornando uma pessoa insegura, com medo de desilusões e que não consegue mais confiar em si mesma e nos outros. Quando bebê sua mãe a abandonou, sem nunca mais ao menos entrar em contato, isso fez de Piera uma moça forte, mas que sempre se perguntou por que foi abandonada?

Agora com todos esses acontecimentos que lhe causam tanto sofrimento, a mãe de Piera ainda por cima resolve retornar, após todos esses anos. E isso só vai deixar a vida de Piera ainda mais confusa, em uma montanha-russa de emoções.

Mas esse retorno também pode trazer coisas boas, na clinica onde sua mãe esta internada, Piera conhece o quase Dr. Marcelo, um rapaz muito bom, e que se encanta por Piera, e a recíproca é verdadeira. Marcelo se aproxima de Piera e a ajuda com sua mãe, ele passa a ser um porto-seguro para ela, um grande apoio em momentos tão difíceis. Parece que Piera vai novamente encontrar a felicidade, mas com tantas mágoas, tantas decepções e dissabores, a dúvida e o medo de que a felicidade não é para ela, fazem com que Piera acabe com esse relacionamento que tinha tudo para ser perfeito. E quando uma noticia bombástica de sua mãe vem á tona, Piera se torna ainda mais amarga, mais insegura, o medo da rejeição aumenta ainda mais. Nossa eu chorei com ela, meu é muita coisa para uma pessoa só, a noticia da mãe dela então, foi totalmente surpreendente, eu não esperava por algo assim.

Em meio a tantas lutas consigo mesma, será que Piera ainda vai encontrar a felicidade? Como confiar em que novamente não será abandonada? Que ela tem sim direito a felicidade? Como ela vai lutar contra a voz em sua cabeça que diz que o melhor é ficar sozinha, assim ela não sofrera novamente? Como ela vai lhe dar com a bomba que sua mãe lhe depositou nas mãos? Como não deixar que isso destrua todo o amor dela com o pai? Seu relacionamento com Marcelo? Ela vai precisar de toda força interior para encontrar todas as respostas.
Piera vai precisar de muito amor próprio para conseguir superar tudo o que esta acontecendo em sua vida, nesse momento, o amor de seu pai, de suas amigas e de Marcelo, não serão suficientes para ajudá-la, antes de tudo Piera precisa descobrir seu amor por si mesma. 



"Nem tudo na vida conseguimos resolver. Final totalmente feliz só na ficção. No mundo real, algumas questões não são totalmente solucionadas e assim se tornam solucionadas." página 299

Quem salva Piera de ter momentos ainda piores é seu querido pai, um homem bom, que criou a filha sozinha, ficamos encantados com o relacionamento deles, é um relacionamento aberto, com muito dialogo e amor, com um cuidando sempre do outro, é muito lindo mesmo ver esse relacionamento, eles sempre foram muito unidos e em nenhum momento ele se ausenta de seu papel como pai, e ao contrário de tentar afastar Piera de sua mãe, ele está sempre por perto, e tenta ajudar no relacionamento das duas. É aquele tipo de pessoa de bom coração, que está sempre disposto a perdoar e ajudar, mesmo que seja alguém que já tenha lhe causado tanto sofrimento, como a mãe de Piera fez.

Quem também tem um papel muito impotante na vida de Piera são suas amigas Drê, Denise e Renata, elas fazem um quarteto fantástico e muito engraçado, e são aqueles tipos de amigas que estão juntas em todos os momentos, mas que quando precisam falar umas verdades a Piera elas não hesitam, acho isso primordial em uma relação de amizade, afinal puxar a orelha de vez em quando também é necessário, e as amigas de Piera são assim, estão com elas em todos os momentos, principalmente nos de grande dor, mas na hora que Piera precisa que umas verdades sejam ditas, lá estão elas também. Os diálogos com pitadas de comédia ficam praticamente por conta dos momentos de Piera com suas amigas.

O fim do livro é surpreendente, eu não esperava mesmo por um final assim, não ia adivinhar NUNCA! Mas eu gostei bastante.

Atenção para o titulo do livro, no começo eu fiquei meio brava pelo nome ser algo que saia de um personagem que não gostei desde o começo, mas depois ficou explicado a origem do nome, achei perfeito.

Um ponto alto do livro, é o trabalho voluntário de Piera, achei muito interesantes Tammy citar algo assim no livro, ficou a dica!

Outro ponto legal no livro, é que ele é muito bonito, as páginas são todas floridas e com borboletas (detalhes tem muito sobre borboletas na história e eu simplesmente amei, eu amo borboletas, e saber um pouco mais delas, foi bem bacana), ficou um livro muito agradável de se ler. Outra coisa é que em todo começo de capítulos existem títulos e uma legenda que funciona mais ou menos como uma introdução do que vamos encontrar em cada capitulo, eu particularmente gosto muito desse tipo de entrada, faz com que eu me sinta ainda mais ansiosa pelo que vou encontrar nas próximas páginas e esperançosa também. 

Eu recomendo muito esse livro. Fiquei apaixonada por Piera, ela não é aquelas personagens que ficam se lamentando o tempo todo por nada, ela passa por momentos realmente muito difíceis e é normal, mais do que normal eu diria até, tudo o que ela sente. Toda essa confusão dentro dela, mas mesmo com toda a dor, ela está sempre seguindo em frente, sempre lutando. Ela nos ensina que é difícil perder os medos que temos, e muitas vezes não vamos perdê-los, mas que precisamos superá-los e seguir em frente, senão não conseguiremos viver bem nunca, é uma verdadeira lição. Mesmo com os problemas, com os medos, ela tentou e foi um busca de sua felicidade. E o bom do livro é esse, ele não ficou só girando em torno do romance. Ele fala sobre superação, expectativas, dores e lutar por nossos sonhos, por nossa felicidade.


E agora não vejo a hora de ler o outro livro de Tammy Luciano GAROTA REPLAY, ele já esta na minha fila de espera, rs!

Espero que tenham gostado tanto quanto eu!


Sinopse:
Piera tem certeza: está cometendo a maior loucura da sua vida ao assistir, escondida, ao casamento de seu ex-noivo. Depois de seis anos de relacionamento, entrar de penetra na comemoração foi tudo que André deixou para ela. E olhar a cena não a faz feliz, mas encerra uma fase de sua vida. Hora de recomeçar. Mas como recomeçar se seu coração está cheio de dor? Envolver-se com a história de Piera é como descobrir que sempre há um lado muito bom a ser revelado… Mesmo que tudo pareça tão difícil.
 
ISBN: 978-85-8163-308-4
Editora Novas Páginas (Novo Conceito)
 

Beijos Fê.

0 comentários:

Deixe seu comentário