Resenha do livro - Refúgio de Harlan Coben


Refúgio - Harlan Coben

               Aqui Harlan resolve contar a história de Mickey Bolitar – sobrinho de Myron Bolitar, que aparece na maioria dos livros do escritor, os quais meio que fazem parte de uma série, digo meio que fazem porque os livros podem ser lidos sem ordem, mas se forem lidos na seqüência em que foram escritos, a compreensão de toda a história dos personagens, fica muito mais fácil.– no 10 volume dessa série, no livro Alta tensão é quando aparece pela primeira vez o personagem do Mickey, então é importante que você tenha lido antes, você pode até ler refúgio sem ter lido Alta Tensão, mas algumas coisas ficarão incompreensíveis.



            Mickey neste livro é obrigado a ir morar com o tio Myron, de quem ele não gosta, e não vou contar o porquê (já disse quero que vocês sintam a curiosidade e a surpresa ao lerem o livro) que graça terá se eu contar todos os detalhes mais importantes? Nenhuma né? Rs.

 Pois bem, ele vai morar com seu tio, após a morte do pai e a internação da mãe em uma clinica (isso eu posso contar, pois esta na sinopse do livro), o que ele não sabe é que as coisas não vão ficar só difíceis, elas vão ficar estranhas, e acontecimentos dramáticos estão por acontecer, sua nova namorada, desaparece sem deixar rastros (opa olha ai mais um livro de Harlan, rs). Mickey quer descobrir o paradeiro de sua namorada, mas isso só trará ainda mais problemas e perigos para sua vida.

            Sorte a dele que pode contar com dois novos amigos Ema e Colherada, que vem para fazer a parte cômica do livro, eles dão todo o incremento que o livro precisa. Mais tarde uma nova personagem, que não poderia ser mais diferente que esse trio, vem para fazer a história ficar mais intrigante, ela é Rachel, a garota popular da escola, que de repente acaba fazendo amizade com o trio. Harlan, é maravilhoso e perfeito na criação dos seus personagens, parece que você conhece cada um deles a vida toda, mas claro, sempre lembrando, que todos têm seus segredos.

            Para deixar a trama ainda um pouco mais envolvente, uma personagem estranha e de dar muito medo, aparece na vida já tumultuada de Mickey, essa personagem é  D. Morcega – só o nome é de arrepiar né? – ela dá a Mickey a noticia de nada mais nada menos de que seu pai está vivo. Pronto, esse era o ingrediente que faltava para deixar tudo ainda melhor (para nós leitores) e pior (para Mickey) claro.

As duas tramas acabam se envolvendo, o sumiço de sua namorada e a morte não-morte de seu pai. E ai que a história toda fica ainda mais interessante e perigosa. Junto de seus amigos, eles saem em busca de informações, só não sabiam que estariam mexendo com problemas antigos e um tanto perigosos...



Leiam, super indico, para quem gosta desse tipo de livro, que eu chamo de policial, ação, com aventura e doses exageradas de tensão e suspense, vão amar este livro, na verdade vão amar Harlan Coben. Leiam todos os livros dele, rs.



Espero que tenham gostado de mais essa resenha, e não se preocupem ela não contém nenhum spoiler, o intuito mesmo é deixar vocês curiosos e querendo ler esse maravilhoso e surpreendente livro, rs!
 


Beijinhos Fê!

1 comentários:

  1. Muito bom o livro, e muito boa sua resenha me diverti muito lendo!!

    ResponderExcluir