Das páginas a Telona - Para Sempre


Romance! Quem não gosta de um? Ainda mais quando esse romance foi inspirado em um romance real, foi inspirado na vida, no amor de duas pessoas que realmente viveram de fato aquilo a que estamos lendo ou assistindo. Quando é assim e ainda por cima gostamos da história, tudo se torna melhor né? E não poderia ser diferente com Para Sempre, como não se emocionar com essa história linda e especial desse casal? Acho que quem já leu sabe do que estou falando, é impossível não se comover como toda a história e luta deles, ficamos torcendo do começo ao fim.  Eu amei o livro, (quem quiser conferir a resenha dele AQUI) e agora fiquem um pouco com informações sobre a adaptação desse lindo livro:



Bem não tem como eu ficar medindo as palavras, então o que posso dizer da adaptação desse livro é: DETESTEI!

É isso mesmo, eu não gostei nenhum pouco do que fizeram com a adaptação.

Tudo bem, nós sabemos que quando um livro terá sua adaptação para as telas, não podemos esperar que seja 100% fiel ao livro, é praticamente impossível. Mas ocorrer algumas mudanças na história, ou alguns cortes é natural, mas mudar simplesmente TUDO não pode ser normal.

Enquanto assistia a Para Sempre, me perguntava o tempo todo se eu realmente estava assistindo ao filme certo, não conseguia entender o que a produtora e o diretor fizeram, e como Kim e Krickitt Carpenter, deixaram isso acontecer, já que eles acompanharam um pouco da produção.

Não tem como você identificar a história deles no filme. A Sony simplesmente se inspirou na história e escreveu um novo roteiro, e não fizeram uma adaptação, não podemos chamar de forma alguma o filme de adaptação, porque isso não ocorre.

Sério que não estou exagerando, é preciso ler e depois assistir o filme para entender.
Eles mudaram o jeito como eles se conheceram,  o relacionamento deles com as famílias (bem a dela porque a dele nem existe no filme), a profissão deles, como ocorre o acidente. O acidente então, simplesmente não tinha NADA, simplesmente nada parecido como o livro, parece que queriam economizar sabe? Porque se o acidente do livro fosse um pouco mais originalmente adaptado, teria sido muito mais emocionante, mas o do filme, foi totalmente sem sal e nem açúcar. A reabilitação dela, até a dele, nada, foi tudo modificado.
Entendo que principalmente na parte da recuperação dela, algumas coisas teriam mesmo que serem modificadas, afinal é uma parte extensa no livro, mas gente não sentimos nada do que sentimos no livro.
Pareceu que eles sofreram uma pancadinha qualquer de carro, ela rapidamente estava como nova, mas a memória dela apagou.

Eu não consigo expressar melhor como foi decepcionante, sinceramente eu esperava mais. Eu só queria ver algo do livro acontecendo e nada. 

Eu gostei do filme, ele é bonitinho, mas dai a vê-lo como adaptação não dá, se eu não conhecesse o livro, acharia que é mais um romance, mais um filme de algum roteirista e pronto. Nada nele me diz que foi baseado no livro.

Pelo menos a escolha dos atores, foi ótima, eu adoro esses dois, é uma pena mesmo que não desenvolveram a história como deveriam, senão o papel deles teria sido ainda melhor.



Sinopse do livro:
A vida que Kim e Krickitt Carpenter conheciam mudou completamente no dia 24 de novembro de 1993, dois meses após o seu casamento, quando a traseira do seu carro foi atingida por uma caminhonete que transitava em alta velocidade. Um ferimento sério na cabeça deixou Krickitt em coma por várias semanas. Quando finalmente despertou, parte da sua memória estava comprometida e ela não conseguia se lembrar de seu marido. Ela não fazia a menor ideia de quem ele era. Essencialmente, a "Krickitt" com quem Kim havia se casado morreu no acidente, e naquele momento ele precisava reconquistar a mulher que amava.


Confiram o Trailer do filme:




Trilha Sonora:

1. I’d Do Anything For Love (But I Won’t Do That) [Single Edit] – Meat Loaf
2. Specks – Matt Pond PA
3. England – The National
4. Leaving On The 5th – Voxhaul Broadcast
5. This Too Shall Pass – OK Go
6. Get Some – Lykke Li
7. Nothing Was Stolen (Love Me Foolishly) – Phosphorescent
8. Come On, Come On [Dean & Britta Remix] – Scott Hardkiss (feat. Britta Phillips & Dean Wareham)
9. Play My Way – Maya von Doll
10. Problems Of Our Own – Light FM
11. Neon Blue – Still Life Still
12. Pictures Of You – The Cure


Bem pessoal é isso, quem quiser comentar, vou adorar saber a opinião de vocês.

Beijos Fê!

0 comentários:

Deixe seu comentário