RAIO X dos Autores - Sidney Sheldon

 

Vida:

Sidney Schechtel (Chicago, 11 de fevereiro de 1917Rancho Mirage, 30 de janeiro de 2007), mais conhecido como Sidney Sheldon, foi um escritor e roteirista norte-americano. Durante sua vida, Sheldon publicou dezoito romances; todos alcançaram a lista de mais vendidos do jornal The New York Times. Eles totalizaram mais de 300 milhões de cópias vendidas, com traduções para 51 idiomas, distribuídos em cerca de 180 países. Por esse fato, ele é considerado "o escritor mais traduzido do mundo" pelo Guinness. O escritor também é creditado por 250 roteiros televisivos, seis peças para a Broadway e 25 filmes.



Graças a Deus pelo nascimento dele, eu não sei o que seria de mim, senão tivesse os livros dele para ter lido, ele para mim com certeza é o melhor. Claro que gosto de outros, mas quando penso nos livros que mais gosto, claro que Sheldon sempre vai encabeçar minha lista. Ele nos envolve, nos deixa até mesmo sem piscar. O mistério e suspense é do começo ao fim, suas heroínas são sempre mulheres com fibras que nos faz crescer junto com elas. Sheldon foi um dos primeiros livros que li, e desde entoa não parei mais, foi ele quem me apresentou ao mundo literário de certa forma. Eu já havia lido outros livros antes de ler o primeiro dele, e sempre gostei, mas foi ele que me fez realmente amar a leitura, foi com ele que comecei a “comer” os livros e não querer mais parar. Se hoje eu tivesse que indicar algum livro para tentar influenciar alguém a começar a ler com certeza eu indicaria ele, claro se eu conseguir perceber que a pessoa pode gostar de seu estilo, afinal cada um tem o seu, e se a pessoa não gosta nada de romance policial, cheio de suspense, infelizmente nunca vai conseguir apreciar da forma correta os livros dele, o que seria muito triste.



A estreia de Sidney como escritor de romances ocorreu em 1970, quando publicou seu livro A Outra Face. Ele decidiu lançar o suspense como livro por que achou que era muito "psicologicamente variado" para cinema, TV ou palco; a história de um psicólogo que é acusado de assassinato foi vendida para a editora Morrow por mil dólares. A Outra Face foi nomeado "Melhor Livro de Estreia" nos Edgar Allan Poe Award de 1971.20 Seu segundo livro foi O Outro Lado da Meia-Noite, lançado três anos depois do primeiro; ele alcançou o primeiro lugar na lista de mais vendidos do The New York Times e permaneceu nela por 53 semanas. A partir de então ele passou a dedicar-se aos livros, lançando diversos outros bem sucedidos, como A Ira dos Anjos e Se Houver Amanhã.

Apesar de ter sido bem sucedido em suas vendas, o autor nunca foi aprovado pela crítica, que publicava resenhas geralmente depreciativas. Várias de suas obras foram adaptadas para séries ou filmes, muitas vezes tendo o autor como produtor.



Nossa esses críticos não sabiam de nada mesmo.

 

Sheldon geralmente colocava mulheres como personagens principais de seus livros. Ele afirmou, em uma entrevista para a Associated Press em 1982, que gostava "de escrever sobre mulheres que são talentosas e capazes, mas o mais importante, mantêm sua feminilidade. As mulheres têm um poder tremendo - a sua feminilidade, porque os homens não podem fazer sem isso". Muitos de seus personagens masculinos eram "malévolos" e "impiedosos". Os romances eram escritos com elevado grau de suspense e sensualidade, e costumavam contar com elementos como fama, fortuna, intrigas, assassinatos, desaparecimentos e vinganças. Ele comentou que tentava escrever seus livros "de uma maneira que os leitores não pudessem largá-lo. Construí-los de um jeito que o leitor termina um capítulo e tem que ler mais um". Sidney acreditava que não podia "enganar o leitor", por isso, sempre que descrevia algum lugar visitado por seus personagens, havia estado nele.

O autor tinha o costume de contar a história oralmente para que sua secretária a digitasse ou usar um gravador, completando em média 50 páginas por dia. No dia seguinte, ele fazia a revisão do que havia feito no dia anterior e repetia o processo até que o livro estivesse finalizado. Então ele fazia diversas revisões da obra, podendo passar até um ano até liberar para ser publicado.



Há com certeza ele conseguia isso, eu sou uma prova, sou doente pelos livros dele, Sheldon é um dos campeões de me arrancar horas de sono, porque eu não queria ir dormir antes de terminar o livro que estava lendo. Ele é totalmente envolvente e sentíamos mesmo que todas as informações eram reais, ele é simplesmente PERFEITO!


Bibliografia:

A Outra Face

O Outro Lado da Meia-Noite

Um Estranho no Espelho

A Herdeira

A Ira dos Anjos
O Reverso da Medalha
Se Houver Amanhã
Um Capricho dos Deuses
As Areias do Tempo
Lembranças da Meia-Noite
Juízo Final
O Estrangulador
Escrito nas Estrelas
Nada Dura para Sempre
Corrida pela Herança
O Ditador
Manhã, Tarde e Noite
Os Doze Mandamentos
O Fantasma da Meia-Noite
O Plano Perfeito
Conte-me Seus Sonhos
O Céu Está Caindo
A Perseguição
Quem Tem Medo do Escuro?
O Outro Lado de Mim (Autobiografia)
A Senhora do Jogo
Depois da Escuridão
Anjo da Escuridão
Sombras de Um Verão

Esses últimos quatro escritos por Tilly Bagshawe com autorização da família. Ela escreveu baseada em antigas histórias dele, com esboços feito antes de sua morte.
 


Os mais indicados:

Olha gostar eu gosto de todos, mas claro que tem meus preferidos, entre eles estão:



Nada Dura Para Sempre





Kat Hunter, Betty Taft (Honey) e Paige Taylor são as únicas mulheres em um grupo de médicos residentes de um hospital de São Francisco. Além de trabalharem juntas, elas dividem o mesmo apartamento e protagonizam situações, no mínimo, insólitas: a primeira, por pouco não provoca a interdição do hospital; a segunda mata um doente em troca de 1 milhão de dólares; e a terceira é assassinada. Em "Nada Dura Para Sempre", Sidney Sheldon envolve o leitor em uma trama na qual transitam profissionais da medicina e mafiosos, pacientes e viciados em drogas. Um jogo de gato e rato capaz de tirar o fôlego, com todos os elementos que transformaram os livros de Sheldon em campeões de vendas.



Se Houver Amanhã





Crimes perfeitos, como o roubo de um quadro de Goya do Museu do prado, são um desafio pára Tracy Whitney. Mas ela não é uma ladra qualquer: para vingar-se dos homens que a colocaram injustamente na prisão, Tracy torna-se uma especialista em aplicar golpes em empresários inescrupulosos. De Nova Orleans a Londres, passando por Paris, Biarritz, Madri e Amsterdam, ela desafia a Interpol com uma série de ações ousadas, tendo como rival apenas Jeff Stevens, um irresistível trambiqueiro.





Manhã, Tarde e Noite





Descobrir o mistério da morte de Harry Stanford e quem tem direito à sua herança são os fios condutores deste novo romance de Sidney Sheldon. Rico e poderoso, com grande influência sobre diversos governos de todo o mundo, Harry Stanford é o patriarca de uma família em decadência. Logo após anunciar a intenção de modificar o testamento, ele morre em circunstâncias suspeitas. O mistério cresce quando, depois do funeral, a reunião de família é interrompida pela chegada de uma linda jovem que alega ser filha do empresário e reivindica uma parte de sua herança.





A Outra Face





Jud Stevens é um psicanalista que subitamente vê-se envolvido em uma sucessão de assassinatos que precisa desvendar. Entre os suspeitos estão uma atriz decadente e ninfomaníaca, um pai de família com tendências homossexuais, um empresário paranóico e uma jovem misteriosa. Mas talvez não seja preciso ir longe para encontrar o assassino: o psicanalista desconfia que pode estar matando pessoas em momentos de privação de sentidos.




E todos os infanto-juvenis que tem a sua cota cômica.



Espero que tenham gostado.



Beijos Fê!


 

8 comentários:

  1. Oie, tudo bom?
    Adorei o post, pois ainda não li nada do Sidney e preciso mudar isso esse ano. É um autor indicadíssimo e nunca li pela falta de oportunidade mesmo. Vou anotar suas indicações para não ter erro, pois preciso conhecer a narrativa desse homem.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Aline, tudo ótimo e com você?

      Obrigada. Nossa leia sim, amo ele de paixão e sou uma fã apaixonada por seus livros, E sempre indico ele, se você gosta um pouco de suspense policial, com dose de mistério e romance, leia sim você não irá se arrepender. Depois me conte o que achou! Boa leitura.

      Beijos
      Fer

      Excluir
  2. Eu sou fã doente pela escrita de sheldon! Infelizmente só tive a oportunidade de ler tres livros dele (e ja foi o suficiente). Sei que um dia ainda vou conseguir comprar todos os livros dele... Mas deveriam fazer novas edições... Um autor tão bom..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jhey.

      Que bom conhecer outros fãs dele, eu estou com você, sou louca por ele, e já li todos os escritos por ele, e agora estou lendo os que são escritos pela Tilly com idéias e rascunhos do Sheldon. Mas a maioria que li dele, pegava na biblioteca , tenta ir por esse caminho, só para poder ter esse prazer de ler os livros dele, ai depois você vai comprando devagarzinho, eu também não tenho todos os livros dele não. Tenho dois para troca se você quiser trocar.
      Ha com certeza, mas alguns já tem nova edição.

      Beijos
      Fer

      Excluir
  3. Meus Deus, quanta coisa eu perdi....preciso voltar com mais calma para ler tudo que eu perdi e pelo visto Fê vc caprichou nos posts enormes kkkkkk
    Volto já!
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Re.

      Nossa você também estava em uma semana corrida? nem me fale, estava ausente de novo por esses dias, eu dou aula (não sei se comentei) e entre semana passada e a outra as crianças estavam voltando, e nossa era tanta coisa para fazer que não tive tempo de mais nada, hoje que consegui dar uma parada de verdade e preciso correr e fazer matérias porque não tenho mais nenhuma agendada rsrs.
      Ha kkkk você descobriu meu lado "negro" rsrs, eu escrevo quase tanto quanto falo, é um defeito enorme mas não consigo evitar rsrs, acho que vou começar mesmo a dividir um mesmo post em dois, porque o pessoal acho que não gosta de post's tão grandes, rs.

      Saudades Re.

      Beijos Fer

      Excluir
  4. Oi Fê....
    bom, claro que eu conheço o Sidney Sheldon, pelos livros, apesar de nunca ter lido conheço algumas histórias...mas curto muito pela Jeannie é um gênio, vc lembra? Eu amava! Mesmo tendo visto apenas reprises. Adorava aquelas série e amava a veia mega cômica das histórias e aquele chove não molha com o major Nelson ahahahahahaha
    Realmente é uma merda a crítica não ter recebido muito bem suas histórias pois não é qualquer um que é publicado assim e naquela época não se tinha a mídia tão veloz que nem se tem hoje, ou seja, era mais no peito e na raça....Me lembro quando anunciaram essa pessoa como escritora por trás do nome dele depois do seu falecimento...é engraçado né? virou uma marca o nome do autor.
    Vou procurar alguns livros dele para ler, mas minha lista de desejos só está crescendo kkkkkk
    Se eu conseguir ler algo dele eu te conto,....
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ha eu conheço, mas nunca assisti rsrs. Pois é concordo plenamente, mas até onde pesquisei, a familia dele a autorizou, porque ele já conhecia as escritas dela, e aprovava, e ai quando ele faleceu, a família autorizou que ela escrevesse, mas eu gosto muito das histórias dela, mas claro, Sheldon é único e imortal!
      kkkkk isso é normal, a minha nem quero pensar, kkkk, nunca vou dar conta de ler tudo o que gostaria rsrs.
      Beijos

      Excluir