RAIO X dos Autores - Nicholas Sparks Parte II





Inspiração para seus livros:


O diário de uma Paixão
Inspirado na historia dos avós da esposa de Nicholas. Um casal maravilhoso que viveu 60 anos juntos.
Muitas mudanças foram feitas em relação a historia, mas permaneceu comprometido com a história original.

Uma carta de amor
Foi inspirado no pai de Nicholas, após o falecimento de sua mãe. O pai de Nicholas praticamente morreu junto com ela, para ele a vida tinha se perdido. E após anos de sofrimento, de luta e de tentar reconstruir sua vida, ele conhece uma nova pessoa e se apaixona, mas logo vem a falecer. Então Nicholas se inspirou, nisso de recomeços, de lutas, de força para seguir adiante. O tema que ele quer tratar é amor depois do sofrimento, todos podemos nos reerguer, após tanto sofrimento.

Um Amor Para Recordar
Inspirado na historia da irmã de Nicholas, segundo ele Jamie e sua irmã eram parecidas em tudo, inclusive em sua doença. E como a Jamie, sua irmã conheceu um Landon, e infelizmente como no livro ela veio a falecer. Nicholas diz que escrever esse livro o fez chorar muito. Mas que é uma historia muito doce, por tudo o que o seu marido fez por ela.

E ele ficou em um dilema ao tentar escrever o fim do livro, preocupado em contar mais uma tragédia, mas ele não queria fazer um fim que não fosse verdade, mas ficou perdido porque na época sua irmã ainda estava viva, mas muito doente, então resolveu dar um fim ambíguo, onde cada um imaginou o fim que quis para Jamie.

The Rescue – Não lançado no Brasil
Em The Rescue, segundo ele mesmo, é o livro mais pessoa que escreveu, por se tratar de seu filho Ryan, que quando criança foi diagnosticado com suspeita de autismo, diagnosticado depois como Transtorno Invasivo do Desenvolvimento, mais tarde como surdez e por fim, como déficit de atenção, para depois de muito sofrimento e luta, finalmente diagnosticarem como Transtorno do Processamento Auditivo Central e que hoje vive bem e adaptado a seu problema.

Uma Curva na Estrada
Aqui Nicholas nos informa ter dito um bloqueio por um tempo para escrever, mas devido infelizmente a piora de sua irmã, a quem tentou dedicar o maior tempo possível a seu lado, e a quem ele diz, até que a morte a levou, ela tinha esperanças de melhora.
E com o nascimento de seu terceiro filho, tudo ficou muito corrido e ele não conseguia que a história fluísse, até que com a ajuda de sua editora, ele decidiu que iria escrever sobre o seu cunhado (o que estava casado com sua irmã doente) e daí surgiu o primeiro personagem, o Miles.
Mas seu cunhado somente serviu mesmo de inspiração, o restante da história foi totalmente fictício.

Esse é um dos poucos livros dele que não me fez chorar.

Noites de Tormenta
Esse foi um dos poucos romances que não foi inspirado em pessoas especificas na vida dele, tirando os nomes dos personagens principais, que foi um pedido dos seus sogros, então ele começou a pensar em uma historia que eles pudessem gostar, mas que não o ofendessem.
Mas ele afirma que um pouco se inspirou em alguns acontecimentos. Como a forma que os personagens se conheceram, os irmãos, os estudos. Inclusive uma das cartas escritas no livro, foi inspirada em uma carta que Nicholas escreveu para sua esposa Cathy.

O Guardião
Nicholas queria muito escrever uma historia com um pouco de suspense e perigo, mas sem deixar de ter o romance, afinal ele era conhecido como escritor de romances. Mas pensando em sua juventude e os livros que seus pais o influenciavam a ler, ele queria escrever uma historia diferente com uma dose de perigo.
Então pensando em todas as outras historias de amor que escreveu, ele decidiu que essa seria uma historia de amor e perigo.
E essa foi totalmente escrita de sua imaginação.

O Casamento
Aqui, foi um dois mais complicados segundo ele para pensar no cento do romance. E ai foi baseado em duas ideias. Uma era que de certa forma os leitores queriam uma continuação de os diários e ele sabia que seria difícil pensar em algo assim, em vista do final do livro, e ai ele pensou que dessa vez queria tratar de amor e renovação, já que nenhum casamento é fácil, mas existem pessoas que fazem de tudo para manter o romance no seu. Então ele queria escrever sobre um casal que tivessem problemas no casamento e que o marido quisesse tentar conquistar novamente sua mulher.
Esse livro era para ter sido escrito antes de uma curva, mas a idéia não fluía, a historia não ia a lugar algum e ele acabou deixando de lado por um tempo, no entanto a ideia permaneceu, e mais para a frente ele conseguiu retoma-la.

Foi um dos livros dele que mais me surpreendeu o final, eu realmente acreditava no que a historia estava me contando, e não acreditei com o final surpreendente. Eu amei.


Three Weeks With My Brother – Não lançado no Brasil
A ideia começou porque ele queria escrever um livro de memórias, mês ele percebeu que no momento em que a ideia fluía (na época com 30 anos) seria meio presunçoso e ele não estava pronto.
Mas acontece que Nicholas foi fazer uma viagem ao redor do mundo com seu irmão, e ambos em uma conversa pensaram no quanto seria legal se eles escrevessem uma historia sobre fraternidade.

O Milagre
Aqui mais uma vez ele usou somente de sua imaginação, e por isso mesmo queria escrever algo diferente, algo sobre fantasmas, mas não queria correr o risco de ser clichê e por isso, criou o fim que sabemos para O Milagre, e a explicação sobre as luzes misteriosas. Aqui ele também se deu ao luxo de pela primeira vez criar um  lugar totalmente fictício, Boone Creek e Hill de Riker.
Aqui a única coisa de real, é que para dar vida a personagem Lexie, Nicholas se inspirou em sua esposa.

Á primeira vista
Continuação de o Milagre. Nicholas sempre teve vontade de escrever uma continuação sobre os seus romances, contar a história sobre o que aconteceu após as descobertas dos primeiros momentos do amor e por fim numa explosão de inspiração, ele escreve a primeira vista.

Querido John
Mais um totalmente criado pela imaginação. Aqui Nicholas Sparks não queria um final trágico, nem feliz, ele queria como gosta de chamar um final agridoce, e confessa que demorou a chegar em como sua historia poderia ter esse tipo de final, e ai pensou em uma separação por causa de circunstâncias de força maior e ai aqui, ele usou o problema que os estados unidos enfrentou com o 11 de setembro.

A escolha
Aqui Nicholas meio que se inspirou em seu próprio livro, os diários, para escrever esse, ele não se sentia aborrecido das pessoas sempre terem em mente primeiramente o diários antes de qualquer outro livro seu, mas ao mesmo tempo ele queria poder escrever algo que fizesse as pessoas se sentirem da mesma forma então como se sentirão ao ler diários, então ele começou a pensar qual seria o obstáculo que manteria esse casal separado. E eis que criou, ideias próximas, mas totalmente diferente de Noah e Allie. E para os personagens ele se inspirou para Travis em seu irmão, quando ainda solteiro, e em uma ex-assistente sua.

E acho que ele conseguiu, esse esta entre os que eu mais gosto.


Um Homem de Sorte
Aqui ele foi inspirado pelo momento que seu pais vivia, a guerra dos EUA contra o Iraque, e pelo jornal e na vizinhança ele acompanhava o que acontecia com algumas famílias, e assim uma imagem se formou em sua mente, exatamente a imagem que ele descreve no livro quando o Logan encontra a foto de Elizabeth e daí em diante com muito trabalho de pesquisa, sua historia tomou forma.

A Última Música
Ele novamente se inspira em um de seus livros. Um amor para recordar foi o foco quando ele começou a pensar em sua próxima historia, não necessariamente como aconteceu com Jamie e Landon, mas esse amor jovem. O que o ajudou foi exatamente receber um telefonema de uma produtora da Disney que afirmou que Miley Cyrus havia adorado um amor para recordar e queria fazer algo do tipo.
Aqui o mais curioso foi que Nicholas escreveu primeiramente o roteiro do filme, antes mesmo de terminar o livro.

Esse é um dos meus favoritos, deve ser pela mera semelhança mesmo com um amor para recordar (e olha que eu não sabia de sua inspiração)

Um Porto Seguro
Mais uma vez inspirado por elementos de um livro seu. Aqui ele queria novamente escrever sobre o perigo e após tantas perguntas a si mesmo, eis que a ideia surgiu.

O melhor de Mim
Aqui na verdade Nicholas não teve bem uma inspiração, ele queria escrever sobre pessoa que estivesse em uma idade onde começa a se questionar que rumos suas vidas teriam tomado se tivesse optados por outras escolhas quando mais jovens, pensando nisso sua historia começou a tomar forma.

Uma longa Jornada
Ele estava tentando ter uma nova ideia para um novo romance, quando em uma pesquisa online se deparou com uma referencia ao Black Mountain College, que ao ler sobre a história da faculdade, o personagem de Ira tomou forma, e dai em diante toda a história foi fluindo.

Site do autor:

 Depois dessa matéria, consegui entender um pouco mais sobre o porque Nicholas gostar tanto de tragédias, e confesso que consigo ver com outros olhos seus livros agora.

Espero que vocês gostem da matéria.

Beijos Fê!

4 comentários:

  1. Hum...depois dessa matéria vou dar até mais algum crédito para o NS e ler alguma coisa dele kkkk
    Como eu te falei não faz muito o meu gênero... me parecem sempre as mesmas histórias, enfim...mas não posso reclamar, afinal nunca li ele né? No futuro quem sabe
    ah, vou publicar a primeira tag no blog mas a do vídeo não sei se consigo fazer, pois agora estou muito enolada no trabalho, vou trabalhar a semana toda, então deixei umas postagens agendadas e a tag do vídeo eu não consegui fazer...
    bjs e obrigada pelos comentários no blog, sempre fico feliz quando vejo um comentário seu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkk ai Rê você é dose, kkk da uma chance a ele vai! quem sabe você acaba gostando, minha relação com ele é complicada, mas acredite se quiser, já tentei não ler mais ele, mas eu não consigo kkkkkkkkkkkkkkkk. E no fundo eu não quero, rsrs.

      Rê relaxa, faça quando puder, eu acabei fazendo meio seguido, mas você faz no seu tempo. Ai quando fizer me avisa, mas não tem que ter pressa, e pode fazer escrita também se quiser, não precisa ser em vídeo.
      Ha acha? é reciproco então, porque eu adoro quando vejo seus recadinhos aqui, fora que somos meio doidinhas, e ai eu me divirto com a conversa rsrsrs.

      Beijos Fer

      Excluir
  2. Nossa Fê que interessante, não sabia desses detalhes sobre os livros dele. Ontem comecei a ler O milagre, estou gostando. Bjos e parabéns pela ideia do post. Ótima semana para vc viu!!!
    Obrigada pelo comentário lá no blog!!!

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ni.

      Então eu também não sabia rsrs, eu só sabia sobre o Amor Para Recordar, que havia sido inspirado na irmã dele, de restante não. Mas foi muito gostoso fazer a matéria e descobrir tudo isso. eu já li O Milagre, e gostei, mas você sabe que tem continuação né? Mas eu não vou comentar rsrs. Me avisa quando sair a resenha?
      Obrigada, fico feliz que tenha gostado, foi muito bom pesquisar para fazer essa matéria.
      Obrigada vc pelas visitas e pelo carinho.

      Beijos
      Fer

      Excluir