Resenha do Livro - O Diário da Princesa de Meg Cabot

O Diário da Princesa - Meg Cabot


Mia é uma adolescente, bem digamos no inicio de sua adolescência, mas de tão comum passa até despercebida para as pessoas de sua idade, a não ser que as pessoas olhem para Mia para esculhambar com seu jeito todo esquisita de ser. Ela não se acha bonita porque segundo ela mesma, é alta demais, magra demais e sem peitos, o que acaba com todas as suas chances de ganhar olhares de garotos.

Ela é aquele tipo de garota insegura, que esta sempre agradando a todos, com medo que as pessoas fiquem magoadas, então ela esta sempre ouvindo tudo o que não quer, e com a cabeça sempre abaixada. Um exemplo disso é sua amiga Lilly, que as vezes critica algumas atitudes de Mia, mas essa sempre aceita o que a Lilly diz.

Mia tenta seguir seu dia-a-dia o mais discretamente possível, ela em hipótese alguma gosta de chamar atenção. E leva a vida ao lado de sua mãe (de quem cuida mais do que recebe cuidados) de uma forma tranqüila e sem muitas novidades. Até que tudo em sua vida vira de cabeça para baixo quando ela descobre ser herdeira do trono de Genóvia, ai de uma hora para outra, ela vê seu mundo discreto ruir, todo mundo percebe sua existência, os paparazzo não param de a perseguir, e parece que aquele garoto tão desejado vai finalmente perceber sua presença, mas acontece que Mia não quer nada disso, bem tirando a parte do garoto claro, mas ela não tem como fugir e precisa começar a ser treinada para Princesa. Mas até onde Mia pode agüentar tanta pressão? Como conseguir seguir sua vida, depois que essa bomba lhe foi entregue? Mia tenta ao máximo seguir sua vida normal juntamente com a de Princesa, mas parece que seus planos não vão dar muito certo, principalmente quando Grandmère resolve aparecer, ai pronto, o que já era ruim se torna um milhão de vezes pior, e parece que a já conturbada e problemática adolescência de Mia tende a se enrolar mais ainda.

Um livro muito engraçado, que promete satisfazer principalmente a faixa etária dos 11 aos 14 anos.

Eu sempre quis ler esses livros, mas esperava um pouco mais, eu adoro Meg Cabot, mas achei (bem por enquanto só li o primeiro) a evolução da história meio fraca, eu gosto da leitura que me segura no livro, que eu não pense em largá-lo por nenhum momento e quando precise fazer isso, se torne uma tortura, rs, mas sem problemas quanto a me separar desse. Tudo bem que eu precisei dar conta de ler, porque ele foi um dos livros da minha meta para a Matarona Literária, mas se não fosse pela maratona, eu sei que teria deixado ele um pouco de lado, e iria lendo outros, e depois novamente voltava nele.

Eu gostei da história, ela só não fluiu como eu gostaria, mas vou sim ler o restante da coleção, e indico o livro, afinal a história é muito bonita, e vemos um pouco de tudo aqui, problemas com auto-estima, inseguranças, amizades, primeiras paixões. E tem umas cenas muito engraçadas. 

Há e eu esqueci de dizer né? Que o livro é todo escrito em firma de diário (bem pelo nome já esperamos por isso), mas eu adorei essa parte, que menina aqui nunca teve o seu diário?

Bem, espero que vocês gostem do livro e quem já leu me diga o que achou.

Sinopse:
O Diário da Princesa: Mia Thermopolis, uma garota nova-iorquina comum, descobre, de repente, ser a herdeira de um reino europeu. Ela vai, então, morar com seu pai, para aprender a agir como a verdadeira nobre que é. Mas sua avó, a velha princesa Genovia, acha que ela tem muito a aprender antes de poder subir ao trono.

Tradução: Ruy Jungmann
ISBN:978-85-01-06290-1
Editora: Galera Record

Beijos Fê!

2 comentários:

  1. Bom, eu vi o filme pq era com a Julie Andrews (diva) e a então novata Anne Hathaway, gostei bastante, mas sinceramente acho que deveria ter parado por aí.... kkkkkkkk Mas pelo visto a Meg Cabot deve ter uma leitura que flui muito bem né...tantos livros
    Mas que bom que gostou, bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Re eu vi o filme também. rsrs e achei muito fofo.
      Então eu gostei da histórias, mas como pode perceber não me prendeu tanto assim, eu adoro a Meg, mas no diários me decepcionei um pouco, e agora to até meio "empacada" de começar o segundo, mas preciso, rs, espero que a história melhore, mas não vejo tanto assunto para 10 livros, deve ter muita enrolação e isso vai me fazendo desistir da leitura. Mas ainda vou ler todos, rsrs.

      Beijos Re.

      Excluir