Entrevista com a Autora FML Pepper


Olá pessoal!

Que eu estou totalmente encantada, apaixonada e viciada pela série Não Pare! acho que já ficou visível nas duas resenhas de Não Pare! e Não Olhe!
Mas que eu estou também totalmente apaixonada pela autora, não sei se ficou claro. Mas eu estou, rsrs. 
Gente ela é demais, um amor mesmo, ela é muito simpática, uma pessoa doce e muito gentil. Vocês precisam ver como ela trata todos os fãs e isso porque não são poucos. Imagina ter tempo de responder a todos os recados?, todos os e-mail's?, pois essa é Pepper.

Poder falar, ou escrever sobre ela é um verdadeiro presente. Toda vez que trocamos uma mensagem, ela se diz emocionada com as palavras. Mas emoção mesmo, é poder ganhar de presente uma obra tão maravilhosa quanto a dela, e de "brinde" ainda ter a oportunidade de conhecer e conversar com seu autor, sabem o que é isso? É demais mesmo, é a primeira vez que eu tenho a oportunidade de falar com uma pessoa que se tornou meu ídolo, então imaginem como estou me sentindo? Ha kkk eu tieto mesmo, porque a Pepper é tudo isso ai que eu falei e muito mais, e ela merece cada palavrinha dada por seus fãs, cada mensagem de carinho que recheiam em sua página e fãn page.

Quem me conhece de verdade, sabe como é meu amor por livros (como diz minha linda mãezinha, isso é uma doença), mas acontece que eles são mesmo importantíssimos na minha vida. Acredito que toda pessoa, tem a sua válvula de escape, "aquele algo", que a faz sair de si e conhecer um outro mundo, aquilo que a faz esquecer de todos os problemas, ou simplesmente sair daquele momento e viajar no tempo. Eu simplesmente sou assim com os livros, eles me transportam para outra realidade, ler é algo meio que inexplicável, eu não saberia definir concretamente como me sinto, o que eu sei é que é algo que me faz bem, que me faz feliz, que me completa. Mas claro que não são todas as obras que fazem com que nos sintamos assim. Alguns livros a gente lê e ali naquele momento foi ótimo, foi bom, ou foi um passatempo, outros livros para mim, se tornam como pedras preciosas, como um bem muito precioso que eu preciso muito guardar e preservar, e com algumas obras eu sou assim, mas bem poucas, são aquelas que nos trouxeram aquele algo a mais. E na minha listinha são bem poucos, tantos os livros, quanto os autores. E fazia tempo que nada era acrescido em minha lista.
Pois agora foi, Pepper entrou para minha lista de autores queridos, junto com Sheldon, Coben e Pedro Bandeira.
E seus livros agora acompanham meu baú do tesouro, junto com a série Crepúsculo, Um Amor Para Recordar, a série Os Karas, e o livro de minha infância A Fada Que Tinha Ideias. 
Como podem ver meus "queridinhos" nem são tantos assim, muitos livros eu gosto mesmo, amo de paixão, mas são poucos aqueles que me deixam com aquela sensação de completude.

Ai minha nossa olha eu ai de novo escrevendo mais do que tudo e saindo do assunto, rsrs.

O post de hoje é um verdadeiro presente, para vocês e para mim claro, porque foi um presentão poder fazer essa entrevista com a Pepper.

Antes da entrevista conheçam um pouquinho mais dessa linda autora:

"Você já dormiu demais. Está na hora de começar a sonhar."

Ser apaixonada por leitura não ia de encontro à minha origem. Vinda de uma família humilde, eu não tive acesso a livros de ficção no decorrer de minha infância. Eles eram caros e meus pais esforçavam-se por comprar os estritamente necessários (e chatos!), tais como: matemática, física, química, etc.
Tive que deixar minha paixão pela leitura de lado e começar a trabalhar desde cedo. O tempo se esvaía, como água entre os dedos, e não me sobravam minutos para os sonhos. Nunca. Minha vida foi tomando outros rumos e acabei me formando em Odontologia (que, por sinal, aprendi a amar também).
Porém, a mesma vida que me fez mudar de direção, deu uma guinada em sua trajetória e me colocou face a face com meu antigo e fulminante amor: Os Livros de Ficção, mais especificamente, os livros infanto-juvenis. Wokaholic assumida, vi meu mundo ficar de cabeça para baixo quando meu médico me disse que estava grávida, mas que era uma gravidez de risco e que teria que ficar de repouso durante os nove meses, caso realmente quisesse segurar o bebê em meus braços.
De início, achei o máximo ficar algumas semanas sem fazer nada, só comendo besteiras e vendo todos os programas da televisão ( que nuca tive a oportunidade de assistir!). Mas, os dias foram passando e, com eles, a minha paciência. Após um mês deitada, comecei a ficar nervosa e estava a um passo da depressão quando meu marido (e nas horas vagas, meu super herói) entrou em ação. Vou me recordar até os últimos dias de minha vida quando ele chegou em casa carregando um presente envolto num lindo embrulho e disse com um sorriso travesso nos lábios:
"Você já dormiu demais. Está na hora de começar a sonhar."
Abri o pacote e lá estava o meu grande amor piscando para mim: um livro de ficção e não de odontologia. E era infanto –juvenil!
Bom, dali em diante, devorei quantidades absurdas deles. Não sei se vale a pena dizer, mas eu li quase 100 livros em menos de um ano. Loucura, não? Mas é a pura verdade.
O resto são detalhes.
E aqui estou eu... 
Trecho retirado do site www.fmlpepper.com.br

E Agora fiquem com a entrevista exclusiva que essa linda autora deu ao Mato Por Livros:


MPL - A Série Não Pare! É algo totalmente inédito, já vimos muitas coisas em fantasia, mas o que encontramos nos seus livros é novo. Como surgiu a ideia do livro? 

FML Pepper -  A ideia surgiu em minha mente enquanto eu lia o livro “A menina que roubava livros”, de Markus Zusak, e que era narrado pela morte. À medida que ela ia narrando, eu ficava imaginando como seria se a própria ceifeira tivesse sentimentos. Então a ideia da morte se apaixonar pela pessoa que ela teria que matar começou a latejar em minha cabeça. A partir daí, os desdobramentos da história surgiram natural e progressivamente durante o processo de criação que começou em 2010 e dura até hoje. Como a minha imaginação ganhou asas, o texto foi crescendo e percebi que não poderia ser um único livro, pois ficaria grande demais (com mais de 230.000 – duzentos e trinta mil palavras!). Daí o motivo de virar uma trilogia. 


MPL - E nos conte como você continuou com a inspiração? Porque a história é uma série, e em alguns casos o ritmo de um livro para outro acaba mudando um pouco, o que não acontece com Não Pare! E Não Olhe! que continua no mesmo ritmo e com novas surpresas, qual é o segredo? 

FML Pepper - No meu caso, não sei dizer se a palavra correta seria inspiração. Acho que está mais para insatisfação. rsrs Sério! Sou uma pessoa muito crítica, que não se satisfaz facilmente com uma explicação, portanto queria e ainda quero ( estou arrancando meus poucos cabelos por causa disso até hoje!! ) que todas as pontas sejam bem amarradas. Não quero que, depois de tudo que Nina passou para consegui-las, suas respostas de vida não sejam tão óbvias, desejo com todas as minhas forças ainda conseguir surpreender o público e isso me tira as noites de sono.


MPL - Você tem alguma inspiração particular? Os personagens, por exemplo, são delineados através de pessoas que você conhece?

FML Pepper - Não existe uma inspiração particular propriamente dita. Eu costumo dizer que meus personagens são verdadeiros “Frankensteins”  (rsrsrsrs) porque eles são um emaranhado de costuras, um amontoado de personalidades, características físicas e psicológicas de pessoas e personagens que encontrei no decorrer da minha vida. Quis fazer a Nina o mais “normal” possível, ou seja, queria que ela fosse imatura pela superproteção da mãe neurótica e que realmente parecesse como uma garota com 17 anos de idade, repleta de dúvidas e medos. Não queria que ela fosse uma chorona, mas também não queria que ela se transformasse em uma heroína cheia de poderes num piscar de olhos. Teria que acontecer essa transição, esse amadurecimento naturalmente. E, graças ao fato de se tratar de uma trilogia, isso será possível. Richard, por sua vez, foi (e ainda é) o personagem mais difícil de construir pela sua dualidade, pelo seu caráter duvidoso, instável, pelo conflito interno que o consome. Ele seria o mocinho com nuances de crueldade ou o vilão com pitadas de bondade? Ainda não defini.... rsrsrs


MPL - Como foi a mudança na sua vida profissional? E como você se imagina daqui a alguns anos? 

FML Pepper - Foi e continua sendo exaustiva, porém igualmente maravilhosa e surpreendente! Ainda atuo no meu consultório dentário ( Sim! Sou dentista e amo minha profissão! rs) e separei um horário específico durante a semana para escrever. Somando-se ao fato que ainda tenho casa, marido, duas cachorrinhas e um filhinho lindo para cuidar além de ter que arrumar tempo para estar na mídia/ facebook/ twitter e atender com carinho a todos meus leitores! Ufa! Cansei só de ouvir... rs  Daqui a alguns anos me imagino dando autógrafos na Bienal, levando minha história para outros países, e, se Deus permitir, transformá-la em um filme de cinema! Já imaginou? Acho que seria o sonho realizado!


MPL - Além da Série Não Pare! Você já tem ideias para outros livros? (por favor diga que sim, rs, precisamos de mais). 

FML Pepper - Sim!!!!!!!!!! Apesar de não ter nada escrito ainda, tenho uma ideia bem interessante (espero que seja!) para um livro New Adult e um rabisco para uma Distopia. Mas são só ideias...


MPL -  Nós sabemos que tudo começou quando você precisou ficar de repouso em casa. Mas quando você realmente percebeu que escrever era um dom e não somente um passatempo? 

FML Pepper - Hei!!!!!??? Não sei se é dom!!! Não me considero uma escritora para valer, mas sim alguém que AMA escrever e dividir suas ideias. Assim, depois que as leituras acabaram enquanto ainda estava de repouso, algumas histórias continuaram martelando em minha cabeça, então, para não me afastar dos meus personagens queridos, resolvi escrever e fazer finais alternativos. E assim foi indo até chegar aqui...Resolvi publicar meu livro quando eu o vi em meus braços (Sim! O livro foi meu segundo bebê! rsrsrssrs) e percebi que estava irremediavelmente apaixonada por ele, que gostaria de dividi-lo com outras pessoas, e, quem sabe, fazer dele minha ponte para novas amizades.


MPL - Conte para nós, qual foi o livro que seu esposo lhe deu de presente, e que fez você voltar a sonhar? (eu fiquei muito curiosa, rs).

FML Pepper - O livro que me fez acordar e voltar a sonhar, devo confessar, foi Crepúsculo. Mas tenho algo a dizer em minha defesa: Depois que a moda passa, todo mundo adora falar mal de algo que tenha feito muito sucesso. Não gosto de fazer isso. Claro que a gente pode até “cansar” um pouco de determinado gênero porque aí vem um montão de livros ou filmes na cola ( imitações com roupagens diferentes), como foi o caso de ícones sem igual como Harry Potter, Crepúsculo, Jogos Vorazes, Cinquenta Tons de Cinza, que tiveram um enxurrada de “covers” sem sentido, mas enfim.... assim gira o mundo e não seria diferente no mercado editorial.


MPL -  E a FML Pepper leitora, do que ela gosta? Algum autor lhe inspira? 

FML Pepper - Os autores são muitos, mas o que realmente me inspira é a boa escrita. A emoção que um escritor é capaz de nos passar com uma simples frase ou uma única palavra. E o mais maravilhoso disso tudo é que, cada um de nós enxerga o mundo com seus próprios olhos, de uma forma diferente, e cada leitor se sente de uma forma única diante de um mesmo texto. Esse é o grande milagre da leitura. Eu tenho um gosto muito variado, mas, desde que sejam direcionados para o público juvenil (Young-adult e New adult), leio de quase tudo  (menos horror!): ação, romance, comédia, suspense, distopia, drama, épico, etc.



MPL -  Conte-nos um pouco sobre a Playlist da série? E você se inspira em alguma música ou cantor para escrever?
FML Pepper - Aqui está Playlist de NÃO PARE! https://www.youtube.com/playlist?list=PLfowsixBS_YKfg3el8fKCftN04FOm4O2k

Depende da cena, mas sempre escuto músicas internacionais para escrever ( não sei explicar o porquê, mas só consigo imaginar a história com elas) . Se for uma cena de ação, parto para músicas agitadas, de impacto (ex: SHE WOLF - DAVID GUETTA) http://www.vagalume.com.br/david-guetta/she-wolf-feat-sia-traducao.html);
Se for uma cena de romance, então rola alguma canção mais lenta, melodiosa. (ex: 1º - WISH YOU WERE HERE – PINK FLOYD  ( MÚSICA TEMA DE RICHARD E NINA EM MINHA MENTE) : http://youtu.be/2W25veMClcU.


MPL -  A Karol, a nova resenhista do Mato Por Livros, está super empolgada com o que já viu de comentários da série, e não vê a hora de começar, mas ela ficou encantada quando descobriu que em Não Olhe! Rick canta para Nina, Wish you were here do Pink Floyd, e ela ficou curiosa, você gosta de Rock e Pink Floyd? 

FML Pepper - Diga a Karol que eu AMOOOOOOOOOO Rock e Pink Floyd. Céus! Não há como não gostar. E gosto de tudo, desde lentinhas até Heavy Metal. Mesmooooo!


MPL -  A série não precisou de uma editora e de ser impressa para alcançar tamanho sucesso, mas hoje você pensaria em uma proposta para ver seus livros no papel?(aqui eu vou falar um pouco sobre a campanha realizada pelos blogs, para ver Não Pare! E Não Olhe! No papel)

FML Pepper - Sim! Hoje tenho pensado nisso bem mais por causa dos leitores do que por mim. Percebi que eu já me sentia realizada com o inesperado sucesso de uma trilogia de uma autora nacional e independente, mas muitos dos meus leitores não. Então acho que vou ter que acabar me rendendo e aceitar alguma proposta de editora. rs


MPL -   Como você se sentiu quando percebeu que a série estava alcançando tantas pessoas e não somente o público infanto-juvenil? 

FML Pepper - Ainda é tudo surreal demais para mim. Tem horas que preciso me beliscar para ver se é verdade. São tantas palavras de incentivo, tantas demonstrações de afeto de pessoas que nunca me viram, mas que já se tornaram íntimas por amarem os mesmos personagens que eu. E as situações mais inusitadas também, como , por exemplo, quando algum leitor vem tirar satisfação comigo porque uma atitude de um personagem o desagradou, ou me dá broncas porque eu matei o fulano ou o sicrano na história, ou diz que vai batizar o filho em homenagem ao meu protagonista, aí sou em quem surta. É uma emoção INDESCRITÍVEL esse feedback que o leitor me dá. Sinto-me realmente presenteada. E abençoada por Deus.


MPL -   Gostaria de deixar uma mensagem para todos os seus fãs? E quem sabe acalmar um pouco nossos corações pela espera do terceiro livro? 

FML Pepper - Apesar de não ter uma data definida, minha previsão, se tudo correr bem e “Papai do céu” permitir, é lançar o 3º volume da trilogia ainda no segundo semestre desse ano. Mas para acalmar os corações dos meus leitores amados, e em especial os do blog MATO POR LIVROS, vou dizer aqui, em primeira mão, o provável título do 3º livro da série: tchan, tchan, tchan....... -> NÃO FUJA! 

Senti-me verdadeiramente honrada com o seu convite e atenção, Fernanda! Ter uma blogueira tão gentil e apaixonada como você em minha vida literária é, sem dúvida, o grande tesouro para qualquer escritor.
Minha mensagem para os meus fãs é a de sempre: a distância entre o sonho e o sucesso depende apenas do caminho que decidir tomar. Foque nos seus objetivos e não desista dos seus sonhos porque, se você não lutar com paixão, serão os seus sonhos que desistirão de você.
Amo vocês!
Milhões de beijos no coração e até a próxima!
Pepper

Pepper, MUITO, MUITO, obrigada mesmo por compartilhar conosco seu tempo, e sua história.
Gostaria de dizer que você está de parabéns tanto por criar algo inteiramente mágico e nos levar a um mundo de sonhos e mistérios, quanto por ser essa pessoal maravilhosa e especial que você é. Conhecer você foi um presente muito especial, e essa simpatia, docilidade e gentileza com que trata todos seus fãs é tão mágica quanto seus livros.
Desejamos a você MUITO, MUITO sucesso, que a inspiração esteja sempre com você, afinal nós queremos mais, muito mais de você! Que amor egoísta, rs. Mas é verdade, eu não consigo mais imaginar um momento que não tenhamos suas histórias para nos fazerem viajar e conhecer outros mundos.
Que a felicidade, a persistência e o amor pelas palavras, estejam sempre ao seu lado.

Um enorme beijo!
Fernanda e Equipe Mato Por Livros



Genteeeeeeeee ideias para novos livros é uma noticia maravilhosa né? Eu mal posso esperar, mas fazer o que, vida de leitor é assim mesmo né? Rs

E nem surtei quando descobri que ela também gosta de Crepúsculo né? Imagina eu e minha querida autora com um gosto em comum? Há eu tietando e novo rsrs.

E gente preciso confessar mais uma loucura que era para ter contado na resenha de Não Olhe! E esqueci.
Eu fiquei tão fascinada pelo primeiro livro, que para comprar o segundo tive que fazer um cartão de crédito (para compras no Amazon), e quem me conhece sabe que eu NÃO gosto de cartões, tamanho era meu desespero para ler Não Olhe! Mas a sorte foi tanta que os correios entraram em greve e meu cartão não chegava, mas papai do céu mandou essa escritora maravilhosa e eu ganhei Não Olhe! De presente... há que TUDO.
E agora fiquei com um cartão kkk, tudo bem terei outros livros para comprar pelo Amazon.
 

Pessoal não deixem de conhecer a fãn page, página do youtube e Twitter.

Bem pessoal é isso, espero que tenham gostado da entrevista, tanto quanto eu, e que tenham a oportunidade de ler essa série, e que também possam se sentir como me senti.

Há e não percam o sorteio que está rolando do livro Não Pare! Para conferir AQUI
Beijos Fê


0 comentários:

Deixe seu comentário