Autores Nacionais - Parte I

Olá, pessoal!

Hoje vim falar sobre autores nacionais. Sempre achei que livros nacionais eram somente aqueles pedidos nos vestibulares (literatura clássica). Mas não é bem assim... Sabe aquele velho ditado "o pior cego é aquele que não quer enxergar"? Desde cedo li livros nacionais; mas me recusava a ver que brasileiros também têm o dom.
Em 2005 (eu estava na quarta série do ensino fundamental e tinha apenas 10 anos de idade) conheci a Série Vaga-lume, acho que até um pouco antes disso; em 2006, me apaixonei pela série Os Karas, de Pedro Bandeira; Rosa Amanda Strausz apareceu em minha vida literária com Sete Ossos e uma Maldição em 2008; em 2012, meu irmão comprou A Batalha do Apocalipse, de Eduardo Spohr, e falou muito bem sobre a obra.
Abril foi um mês de descobertas e surpresas, no início do mês li os dois primeiros livros da trilogia NÃO PARE!, de FML Pepper (indicações da Fer); e aguardo ansiosamente, quase morrendo de tanta curiosidade, pelo terceiro livro. A Guardiã, de Ane Viz, é mais um nacional que superou minhas expectativas; e olha que eu já sabia que seria bom.
Como descobri "um mundo novo", quero compartilhar com vocês alguns autores nacionais e suas obras!
Mas não colocarei os já consagrados e renomados (Machado de Assis, Guimarães Rosa, Manuel Bandeira, Jorge Amado, Pedro Bandeira, etc).
O nome de cada autor direciona à sua página no Facebook. Assim, poderão conhecer mais sobre cada um e seus livros.

A jornalista nasceu no Rio de Janeiro em 1959. Estreou na literatura com o premiado livro de contos Mínimo Múltiplo Comum, em 1991. Logo, porém, a carreira de escritora para adultos foi interrompida pela descoberta de um novo talento – a de escrever para jovens e crianças. Desde então, lançou mais de uma dezena de títulos infanto-juvenis, entre eles Mamãe trouxe um lobo para casa, Deus me livre!, Alecrim, Uólace e João Vitor e Sete ossos e uma maldição.
Indico: Sete Ossos e Uma Maldição e seu próximo lançamento: A Cabeça Cortada de Dona Justa.

Essa carioca era dentista e largou tudo para virar autora. Suas obras NÃO PARE! e NÃO OLHE! (os dois primeiros títulos da trilogia) chegaram aos 10 mais vendidos na Amazon, muitas vezes ocupando a primeira posição. E tudo começou quando precisou fazer repouso e seu marido lhe presenteou com um livro.
Conheça mais sobre Pepper em seu site e na entrevista concedida ao Mato por Livros.

Formada em Letras português/espanhol pela Universidade Federal Fluminense é, também, tradutora profissional pelo Curso Abierto. Ganhou gosto na literatura desde cedo. Começou a escrever com apenas treze anos, mas teve o primeiro conto publicado com quatorze anos no II Concurso Municipal de contos de Niterói, desde de então o seu amor pela escrita só aumentou. Atualmente conseguiu mais uma conquista no I Concurso de crônicas e poesias do Instituto de Letras da UFF com uma crônica publicada.

Nasceu em Monte Mor, onde mora até hoje. Tem 27 anos, é assistente administrativo e formada em Administração de Empresas na Unip - Universidade Paulista. Com quinze anos leu O Alquimista do Paulo Coelho e se apaixonou pela literatura, e não parou mais de ler. Em 2013 começou a escrever sua primeira história depois de ficar imaginando vários finais diferentes para livros e filmes que lia e assistia. Um ano depois seu mundo ganhava vida no nome de Arcantatys.

Leitora voraz desde a infância, Renata Pacheco Ventura sempre soube que seria escritora. Nascida no Rio de Janeiro, em 1985, morou por quatro anos nos Estados Unidos, onde começou a cursar Comunicação Social na Universidade de Houston. Formando-se em Jornalismo pela PUC-Rio, escreveu a dissertação “100% Off – O Manual do Colonizado”, onde analisou a colonização cultural do brasileiro – tema que volta a abordar em “A Arma Escarlate”.
Trabalhou por três anos fazendo pesquisa e roteiro para cinema documentário antes de decidir se dedicar exclusivamente a seu primeiro livro. Nesse meio tempo, implementou uma forma de interação com seus leitores, em que eles podem conversar virtualmente com alguns dos personagens do livro através de redes sociais; fazendo-lhes perguntas, batendo um papo descompromissado ou até mesmo tentando descobrir segredos da trama. Seu objetivo como escritora é contar histórias que divirtam e, ao mesmo tempo, façam o leitor refletir sobre si mesmo e sobre o mundo a sua volta.

Autora e redatora publicitária há mais de 10 anos. Descobriu sua verdadeira vocação há pouco menos de 2 anos quando escreveu seu primeiro romance: 2012 uma aventura no fim do mundo. Depois desse, mais três foram escritos: O Elemental, O Imortal e Senhor do Amanhã.

Nascida em 22 de fevereiro de 1980, é formada em Recursos Humanos. Aprendeu a amar a literatura desde os dez anos de idade e a desejar escrever com a mãe que também é apaixonada por esta arte. Teve coragem de mostrar suas histórias a outros apenas em 2009 como escritora de fanfics no Twilight Brasil Fanfics, o que a impulsionou a buscar por mais. Apoia sem reservas a literatura Nacional.


Rô Mierling é o pseudônimo de Rosana Erbe de Freitas, gaúcha, atuando como pesquisadora, escritora e revisora literária há mais de dez anos. Leitora ávida e dinâmica desde seus nove anos, mantém uma biblioteca particular com mais de dois mil títulos: sua grande paixão. Atualmente, como escritora independente, está lançando o livro Contos e Crônicas do Absurdo e Antologia Amor e Morte, além de participar de várias coletâneas e antologias de diversas editoras.


É Engenheiro Mecânico, estudioso e pesquisador em Física, com ênfase em Mecânica Quântica e Cosmologia. Escritor, professor e consultor em Gestão Empresarial e Cadeira Logística, além de Agente Cultural e de Cidadania, com os projetos Novos Autores Literários e Mobilidade Automotiva para Deficientes Físicos. É autor de ANJO A Face do Mal (2004) e Relâmpagos de Sangue (2006), pela Editora Novo Século; do conto Isabella, na coletânea Amor Vampiro (2008) e Os Guardiões do Tempo (2009), pela Giz Editorial, além de elaborador e colaborador do Fontes da Ficção, onde foi publicada a minissérie, em dez partes, O Portador da Luz.


Professor de línguas estrangeiras, formado em administração de empresas, Danilo Vecchi vive na cidade de Londrina, no Paraná. "Além do Céu e do Inferno" é o primeiro livro de uma saga e seu romance de estreia.

Bônus: Veja os primeiros capítulos do primeiro livro da Saga Os Escolhidos, do autor Derek Diaz.
Achei fan pages com os nomes: A Missão do Anjo Liliel / A Missão de Liliel
Infelizmente não achei nada sobre o autor.

Coloquei só dez autores para o post não ficar muito grande; mas, em breve, falarei sobre mais.



7 comentários:

  1. Oh flor, obrigada por lembrar de mim! Fico feliz que tenha descoberto a literatura contemporânea nacional. Obrigada pelo carinho <3 Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Uau, Karol!
    Que honra participar deste time e ser lembrada por você.
    Obrigada, linda!!!
    Beijocas mil,
    Pepper

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou... Disponha, Pepper!

      Beijo.

      Excluir
  3. Minha autora nacional favorita do momento é Carina Rissi, autora de Perdida! *-*
    e meu autor favorito é Sergio Klein, infelizmente, ele já faleceu =/ Ele escreveu os livros Poderosa, que são infanto-juvenis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses ainda não conheço; mas vou procurar os livros. Obrigada pela dica!

      Excluir
    2. Oi Niina.

      Li Perdida já, estou encantada, é tão lindo quanto você disse mesmo, amei.
      Infelizmente o outro autor também não conheço. Beijos. Fer

      Excluir