Feira do Livro de Ribeirão Preto




Bem nós loucos por livros quando escutamos a palavra mágica LIVRO, já ficamos em estado de alerta, com “a orelha em pé” e prontos para o que der e vier. Quando a palavra livro vem acompanhada seja ela de feira, bienal, ou qualquer outro adjetivo que possa vir a ter, ai pronto tudo melhora.

Mês de maio era para ter sido essa alegria plena. A Karol e eu já tínhamos tudo combinado e dia 17 lá íamos nós a Feira do Livro de Ribeirão Preto (até porque somos quase vizinhas de Ribeirão), por problemas pessoais (minha vida foi simplesmente uma loucura em maio) tivemos que mudar os planos, mas nem tanto assim e do dia 17 mudamos para o dia 18, um domingo.

Era para ser um dia gostoso, e foi, afinal as companhias eram maravilhosas (e mero detalhe, essa seria a segunda vez que eu sairia com a Karol, visto que nos conhecemos através do blog, moramos na mesma cidade, mas só tínhamos nos encontrado, infelizmente, uma só vez).

Mas qual não foi nossa surpresa ao chegar á uma feira de livros, sem livros?
Nossa, como assim? Vocês me perguntam!
É isso mesmo, gente, praticamente não tinha nenhum estande de livros que não fossem infantis. Não me entendam mal, eu amo livros infantis, até tenho alguns, e desejo vários outros, e teria comprado vários, se o dinheiro estivesse “sobrando”, ou se já tivesse filhos, porque ainda nem os tenho e já fico imaginando os livros que vou comprar para eles, rs, então tudo bem, tinha muitos livros infantis bacanas, mas poxa não era bem o que eu esperava.

Confesso sim, que fiquei chateada e decepcionada, afinal onde estavam os stands das editoras? Tudo bem na programação da feira não falava nada sobre isso, mas fiquei imaginando que isso acontecesse em uma feira de livros, certo?
Ai ficou a pergunta? Será que as editoras que não querem comparecer a esses eventos, por acharem que não será lucrativo o suficiente, afinal é uma cidade do interior e não uma grande capital, ou será que a organização da feira, sei lá, nem nunca tentou esse tipo de contato?

Infelizmente sai de lá realmente muito decepcionada, afinal eu esperava me deparar com lançamentos, promoções, enfim livros e mais livros. E me deparo somente, como falei com os livros infantis.

Ficou a decepção, mas como disse o passeio e as companhias valerão a pena, pude conhecer mais um pouco da Karol, e minha amiga que tinha vindo nos visitar, também nos acompanhou na feira, meu esposo e o namorado da Ka também foram, então foi um dia bacana, só faltou o tempero que teria deixado o dia mais mágico, os LIVROS.

E mais uma coisinha que nos deixou bem mal, foi um dos convidados MEGA especiais que teria um momento de autógrafos, nada mais nada menos que o amado Pedro Bandeira, nem acreditei quando vi na programação, mas adivinhem só, isso seria na sexta-feira ás 18h? poxa vida quem em sã consciência colocaria um autor infanto-juvenil, como ele, em um dia de semana em plenas 18h, essa foi de doer também, afinal temos que trabalhar, ou seja, ficou só na vontade. Nem acreditei que teria a oportunidade mas não poderia aproveita-la, poxa será que não poderia ser no sábado? Afinal seria um dia MUITO mais acessível a todos.

Mas tudo bem, agora já sei como é, então nem me abalo mais. Feira do livro de Ribeirão Preto? Só quando tiver meus filhos para comprarem muitos livros.

Mas fiquem com algumas fotinhas que tiramos por lá.

Há e claro como não podia deixar de ser, na próxima entrega especial minha, vocês vão acompanhar os livros que eu comprei com o dinheiro que era para ter gasto na feira, rs, sim meu lindo esposo me deu de presente 150,00 para gastar na feira com livros, como isso não aconteceu, gastei tudo na internet, o que me rendeu uma compra MARAVILHOSA!




Um dos poucos estantes que não era só de infantil!

Esse é o mesmo, rs!

Perdidas na feira! 




A Ka ainda conseguiu encontrar uns que ela queria muito! 

Eu voltei com um, só para não sair de lá sem nada, rs! 

Meu marido lindo, aproveitando para dar uma palinha! 



Bem é isso, rs.

Beijos 

 

0 comentários:

Deixe seu comentário