Bienal - Meu Dia De Sonho - Parte I





Como fazemos quando queremos expressar tamanha emoção? Tamanha felicidade? Alguém ai sabe alguma palavra que consiga expressar uma plenitude, uma completude de sentimentos? Eu ainda não encontrei. Mas posso dizer que estar nessa bienal foi simplesmente um sonho, na verdade foi o realizar de um. Foi lindo, maravilhoso, mágico e incrível. Eu fui imensamente feliz.



Essa bienal foi o segundo dia mais mágico da minha vida, o primeiro foi o dia do meu casamento, sei que sou suspeita, mas nesse dia achei tudo perfeito, mas bem não vou ficar falando sobre isso agora, quem sabe em outro momento. 





Não sei como vou contar tudo. Se contar com detalhes esse post ficara imenso, se contar sem os detalhes, poxa vocês não vão saber de tudo o que me aconteceu e tudo o que senti.

Bem vou tentar contar tudo e ver como fica o post ok? Mas espero que vocês gostem. (Bem enquanto fazia percebi que iria mesmo ficar enorme, ou seja vou dividir em duas partes, pela ordem que conheci os escritores)



Vamos começar do inicio. Algumas semanas antes, eu já estava MUITO nervosa, mas na sexta-feira (dia que viajamos para São Paulo) foi um caso a parte, eu estava exalando felicidade, até no serviço o pessoal comentou. Mas estava muito nervosa, no sábado então eu nem acreditava quando chegamos ao Anhembi. Parecia que eu ia acordar e descobrir que tudo era um sonho a qualquer momento. Infelizmente a desorganização da bienal foi tremenda, mas mesmo com todo aquele tumulto, eu passaria por tudo novamente, sem duvida alguma.



Já antes de sair eu fui surpreendida com um presente lindo da Karol (que legal né? Eu adoro ganhar presentes, rs), ela comprou presentes lindos para algumas escritoras, achei tudo muito fofo, mas me encantei com uma “mini-árvore” e a Karol me deu uma idêntica. Nem preciso dizer que AMEI!



Bem eu gostei da forma como a Karol fez o post dela sobre a Bienal e também vou contar como foi o meu dia pela ordem com que conheci os escritores ok? Dessa forme evito falar coisas desnecessárias, já que eu escrevo tanto quanto falo, ou seja, muito rs.



Eu tinha uma lista enorme de escritores que eu queria conhecer. Claro que alguns deles já ocupam meu coração á um tempo maior, e ocupam a lista dos meus queridos, suas obras já me encantam á algum tempo e as pessoas que eles são, fizeram com que eu me apaixonasse. E os admirasse mais e mais. E depois da bienal então com todo o carinho que eles me deram, esse amor só veio aumentar. Pedro Bandeira, FML Pepper, Samanta Holtz E Ju Rodrigues (essa ordem é pela a que conheci cada um deles). Só fizeram com que minha vida tenha ainda mais cor. Eu sabia que eles eram especiais, só não sabia que poderiam ser mais do que imaginei.



Mas claro, conhecer novos escritores e suas obras também me encheu o coração de alegria, todos foram tão, mas tão atenciosos, que parecia que fazíamos parte de suas vidas, é como se nos conhecêssemos a um bom tempo e ali fosse somente um reencontro. É um carinho tão extraordinário que fica difícil expressar em palavras. Mas acho que entendo essa ligação. Creio que escritor/obra/leitor é como se fossemos uma coisa só, afinal o escritor coloca um pouco de sua alma em suas obras, automaticamente quando lemos suas histórias, estamos um pouco conectados a eles.

Quando seguramos seus livros á conexão já começa, é um elo formado, e quando começamos a ler suas páginas essa conexão aumenta ainda mais.



Então vamos a meu dia de sonho e de todos aqueles que fizeram parte:



Bem só para constar nas primeiras horas da bienal, eu estava meio histérica e anestesiada rs. Sim, eu não parecia que estava em mim, e ainda não tinha caído mesmo a ficha de que eu estava sim na Bienal.

Então, estava esquecendo-me de tirar fotos, de pedir autógrafos, kkk eu via os escritores e simplesmente meio que apagava tudo da minha mente.



Vanessa Bosso, Josy Stoque, Danilo Barbosa e Mariana Ribeiro:


Gente a Josy é contagiante, meu Deus ela tem uma energia e uma alegria incrível, ela veio abraçando, conversando, como se isso acontecesse todos os dias, é impossível não se apaixonar por ela. Mais do que nunca estou feliz em ter feito uma parceria com uma pessoa tão adorável. Eu fiquei encantada com sua alegria, ela é daquelas pessoas que por onde passam encantam a todos, e fazem todos sorrirem. Ela que me apresentou o Danilo e a Mariana, infelizmente eu ainda não os conhecia (poxa a literatura nacional é ótima e tem muitas coisas boas, então infelizmente é impossível conhecer tudo ao mesmo tempo). Mas fiquei muito feliz com a apresentação da Josy. Só fiquei chateada porque sua sessão de autógrafos era ás 16h e ás 16h também era a sessão da linda da Pepper, como eu já havia conhecido a Josy, resolvi que iria depois, mas o depois atrasou um pouco e quando fui ela não estava no stand, e novamente mais tarde também não. Como eu disse a Josy é uma pessoa com muita energia e após acabar a sessão de autógrafos, ela não conseguia ficar parada, meu erro foi achar que iria encontrar ela depois. Mas sem problemas, eu a conheci tirei foto, mas agora vou fazer questão de comprar meu livro e pedir meu autografo. 





A Vanessa Bosso é uma fofa, muito simpática, me viu olhando para ela (provavelmente como uma doida, rs) e veio falar comigo, conversamos, só tiramos foto porque meu esposo me lembrou de que eu ia querer isso rs. Mas esqueci do autografo, ainda bem que voltei lá mais tarde.  Ela foi muito atenciosa. E depois quando voltei para pedir meu autografo a atenção dispensada foi maior ainda que a primeira. Ela é um amor. 





O Danilo é uma simpatia, fui perguntar sobre seu livro e amei a descrição, tanto que não aguentei e claro, já comprei o meu e-book. Mesmo eu falando que infelizmente ainda não conhecia sua história, ele me tratou muito bem, como se fosse uma fã antiga, nem acreditei em tamanha atenção, é claro que já me tornei sua fã, e nas próximas bienais será diferente, estarei lá na primeira fila para tieta-lo ainda mais.



A Mari é outra fofa, super tímida veio contar sobre seu livro, e ficou meio sem jeito quando pedi seu autografo, ela é mesmo um amor. Eu estava tão elétrica que acho que a assustei (eu ficaria assustada comigo mesma, se tivesse tempo de parar e pensar, rs). Mas o que importa é que ela é um amor, e já comprei o seu livro também e não vejo a hora de ler.





Marcia Rubim: 


Depois do quarteto fantástico fui conhecer a Marcia. Conheci pelo facebook quando procurava um livro para dar de presente a Karol. A Marcia foi um amor desde então, e não via a hora de chegar a bienal para conhecê-la pessoalmente e comprar meus tesourinhos e tirar fotos, a Marcia já me recebeu com um sorriso maravilhoso, foi super atenciosa com todos, adorei conhecê-la.  




Samanta Holtz:


Depois da Marcia fui direto ver se a Sam já havia chegado e sim, ela já estava lá, mas sei lá foi meio estranho, rs, eu não acreditava que podia ser ela e parecia que minhas pernas não queriam se mover, rs, é sério isso, quando cheguei mais perto ela claro já estava rodeada de fãs e eu fiquei meio travada no meu lugar, quando chegou a minha vez foi preciso que a Ka literalmente me desse um empurrãozinho para que eu entendesse que pudesse ir abraçar a Sam, rs. Ela é mesmo tudo o que já esperava, carinhosa, atenciosa, com um sorriso de iluminar até mesmo um longo túnel escuro. Como a Sam tinha acabado de chegar todos estavam muito alvoroçados e a ai decidimos voltar mais tarde. Foi ótimo, as meninas do grupo estavam por lá, nós fizemos uma bagunça enorme, o Billy (meu esposo que também estava doido para conhecê-la) pegou um autografo, compramos seus livros, a abracei, segurei o choro, a abracei de novo rs, foi lindo, fizemos mais bagunça. Enfim foi incrível. Conhecemos a família da Sam, todos são maravilhosos, os pais dela são uns amores, nos deram tanta atenção, tiramos fotos, nossa gente, é lindo de se ver. Imagina você vai conhecer uma escritora que admira muito e conhece toda a família maravilhosa dela. Foi incrível, foi mágico, foi um momento eterno. 





Juliane Rodrigues:


Eu estava muito ansiosa com esse momento, na verdade já estava quase histérica, não encontrava o stand da Ju no mapa (não estava sabendo procurar, na verdade procurava só como TDL e não como Editora), enfim quando finalmente encontramos, claro que fui correndo. Quando vi a Ju foi mais ou menos como a Sam, eu não sabia se andava ou saia correndo, parecia que era mentira rs. A Ju é um doce, nossa ela é incrível. Eu fiquei muito feliz em ver quantas pessoas estavam comprando seu livro e pedindo autógrafo, ajudei até a contar um pouco sobre o livro, nossa foi demais essa proximidade. A Ju é um encanto, ela fez questão de dizer que fui a primeira a resenhar seu livro (olha que honra?), o quanto ela estava agradecida, que sempre iria se lembrar do quanto eu a ajudei (eu não conseguia acreditar que estava escutando tudo isso), ela disse que sua mãe ficou muito emocionada quando leu minha resenha e gente foi incrível, foi lindo, foi emocionante. Conheci a Vivi a irmã da Ju, olha os momentos mais fofos, foi os que eu conhecia as famílias que acompanhavam os escritores, nossa achei isso muito lindo. Foi mesmo um sonho. E como tudo isso já não fosse suficiente a Ju me vira e fala que fez um presentinho para mim. Eu Ganhei Um Presente da Ju, alguém ai sabe qual a sensação? Eu não estava acreditando. EU estava ganhando um presente de uma escritora maravilhosa! Isso acontece mesmo no mundo real? Alguém ai sabe me dizer.  

Mais tarde voltamos de novo, pois a Karol também queria muito conhecer a Ju, e acreditem vocês a Ju e a Vivi fizeram questão de nos acompanhar até a saída da Bienal, acreditam? Nós fomos embora acompanhados por uma escritora e a linda da Vivi, isso realmente não parece uma coisa que acontece no mundo real.




Fabiana Cardoso:


A Fa já foi uma fofa comigo antes mesmo da gente se conhecer. Eu descobri os livros dela em uma indicação do blog Livros e Chocolate Quente, da querida Andressa. Quando vi quase surtei, porque já procurava havia um tempo por livros do gênero policial, mas queria nacional e desde então comecei a conversar com ela, e sempre foi muito atenciosa. E na Bienal não seria por menos, ela foi um amor, me diverti muito com ela, nos fantasiamos (espiões do mais alto escalão). Conheci também a família toda dela, mais um pessoal maravilhoso, a irmã dela não saia de perto tirando fotos, tiete total, achei o máximo. 




Luciane Vieira:


A Lu é irmã da Fabiana, eu não disse que a família inteira é incrível? A Lu ainda infelizmente eu ainda não conhecia, mas depois a mãe dela foi uma fofa, falou da Lu, do seu livro, e claro eu me encantei, e fui conversar com a Lu e ela foi muito gentil. Adorei, que bom que a mãe dela é super coruja e me falou dela também. Estou louca para ler o livro dela, eu amo romance, e um romance no Egito? Deve ser demais. Para quem não sabe sou formada em história, e ao contrário da maioria, eu não gosto da cultura Greco – romana, prefiro mil vezes a egípcia, então estou bem ansiosa pela leitura. Conhecer essas duas escritoras incríveis, foi muito especial.


Essa foi a primeira parte de meu dia de sonho. O post ficaria enorme (mais do que já ficou).  Confiram amanhã a segunda parte.

Espero que quem tenha ido tenha gostado tanto quanto eu. E quem não foi tenha a chance de ir em uma próxima oportunidade. 

Abraços.



11 comentários:

  1. Ain sua fofa!!! Sou mesmo hiperativa! hahahaha Mas meu maior problema em ficar no estande da TDL no dia 23 foi a lotação. Aconteceu outras sessões de autógrafo e não queria ficar lá atrapalhando as autoras com seus fãs, por isso abri espaço. Porém, depois de minha sessão, acabei indo embora da Bienal. Voltei no domingo, bem cedo e fiquei até o final da tarde. Pena mesmo não termos nos encontrado novamente! Ano que vem quero ficar mais tempo, assim poderei aproveitar melhor vocês, meus leitores lindos, e minhas parcerias também, conheci só algumas blogueiras. Um forte abraço, igual o que te dei na Bienal. Beijos #Saudades!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Josy.

      kkk pois é percebi logo de início, mas tudo bem eu também sou assim. a única coisa capaz de me manter parada é um livro rs, de resto eu preciso fazer pelo menos duas coisas ao mesmo tempo kkkk.

      Aiiii obrigada e outro abraço enorme para ti também. Amei te conhecer você é muito especial!

      Beijos Fer

      Excluir
  2. Ah Fer fico muito feliz que você aproveitar bem a bienal apesar da lotação rsrs
    Você conheceu vários autores e acho que essa foi a parte mais importante né?
    É muito bom conhecer os escritores das histórias que nos fazem viajar sem sair do lugar e acho que a bienla vale mais a pena por isso do que para comprar livros...
    Enfim, lindas fotos, adorei seu relato e estou esperando o próximo viu rs
    Beijos e boas leituras!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Paty.

      Nossa nem me fale, lotado é apelido rs, mas sim, aproveitei muito e foi um dia maravilhoso mesmo.
      Nossa nem me fale, é surreal conhecer eles, poxa estamos conhecendo a alma que deu vida a muitas outras vidas rs.

      Obrigadaaaa. Beijossss Fer.

      Excluir
  3. Olá, Fê!!!

    Fico imensamente feliz em saber disso! Muito obrigada pelo carinho e apoio! Adoreiiiii ter te conhecido pessoalmente na Bienal!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mari.

      Obrigada você por toda a atenção, foi muito bom conhecer você e o Danilo, mais lindas historias para minha vida.

      Beijosss Fer

      Excluir
  4. Fernanda, amei!
    Primeiro tenho que dizer que adorei te conhecer pessoalmente, sua energia é contagiante. Fiquei tão feliz quando você e seu marido participaram da brincadeira, e viraram espiões.
    Puxa, seu dia na Bienal rendeu e só tem autor fera.

    Agradeço todo o apoio e carinho, depois quero saber sua opinião sobre a série ADQS.

    Beijos e abraços

    Fabi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fa.

      Eu fico muito feliz!
      Nossa o prazer foi todo nosso, nos divertimos muito, rs. E adoramos te conhecer também, foi ótimo. Eu agora sou oficialmente uma espiã! rs

      Nossa se rendeu foi um dia lindo mesmo, e essa dai é só a primeira parte rs.

      Com certeza assim que eu terminar você vai saber.

      Beijosssss Fer

      Excluir
  5. Oi Fer!!!
    Seu post é contagiante. Você soube realmente passar tudo o que sentiu, nos deixando mais próximos do evento.
    Eu não fui, infelizmente. Mas fiquei mto feliz em comprovar o quanto que gostou, e fiquei mais que motivada a ir na Bienal 2016 rsrsrs.
    Beijos
    aculpaedosleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Biaaaaaaa!

      Nossa obrigada, vindo de ti é uma honra ler isso, rs.
      Nossa eu gostei mesmo, foi um dia assim... inexplicavel, muito feliz, com certeza.

      Ha simmmm, com certeza você e a Taty irão em 2016, só não sei se poderemos nos encontrar, mas quem sabe? Mas vocês irão sim com certeza, é muito bom.

      Beijosss Fer

      Excluir
  6. Nossa ir na Bienal é conhecer os seus escritores não tem preço, tem coisa melhor que isso?
    NÃO, NÃO TEM PREÇO, é maravilhoso, nossa quando eu conheci a Sam, chorei menina nossa não teve como, foi muita emoção, muita mesmo.

    ResponderExcluir