Bienal - Meu Dia De Sonho - Parte II


Bem vamos continuar sobre meu dia de sonho? Confiram a Primeira Parte.
Eu realmente precisei fazer em duas parte, eu sabia que o post iria ficar enorme. Mesmo duas partes, não foi o suficiente, ficou grande mesmo assim, mas também ficava sem sentido (pelo menos eu acho) dividir em muitas partes mais.

Foi um dia mágico, um sonho realizado mesmo, foi algo incrível e eu ainda não encontro palavras para descrever tamanha felicidade. Na verdade a ficha ainda nem caiu de todos os momentos que vivi. 
Então fiquem com a Parte II do meu dia especial. (a descrição é de acordo com a ordem que conheci os escritores).




Harlan Coben:

Foi incrível. Nem posso contar com a sorte que eu tive. Eu AMO os livros dele e claro que adoraria conhecê-lo. Mas confesso que minha prioridade era conhecer os nacionais, afinal com eles eu posso ter contato, conversar, falar de seus livros. Sendo assim quando cheguei consegui pegar uma senha para a sessão de autógrafo. Mas quando vi o tamanho da fila na hora que começou a se formar para a sessão de autógrafos eu simplesmente desisti.
Mais tarde fui verificar como estava a fila para o autografo com Pedro Bandeira e ver se encontrava as meninas do grupo da Sam, na volta pensei que podia ver como estava a fila novamente do Harlan Coben, e estava grande, mas nem tanto assim, mas percebi que nem todos na fila estavam com a senha, foi ai que me informei e me disseram que o Harlan Coben devido ao grande número de fãs ia autografar o livro de todos os fãs – mesmo aqueles que não tinham senha – então fui ao começo da fila e perguntei se quem tinha senha havia uma fila diferente (mero detalhe que todos com a senha já haviam autografado, isso foi bem depois do horário que seria o fim da sessão, rs), e a mulher já saiu me puxando, e logo eu estava cara a cara com Harlan Coben. Sim quase surtei, nem acreditava no tamanho da minha sorte. Sem ter que ficar horasssss em uma fila, eu havia conseguido conhecer aquele que me faz enlouquecer com seus livros. Ele foi um fofo, extremamente atencioso, eu estava tão nervosa, tentei dizer I Love You, mas acho que não saiu nada que pudesse ser entendido, e ele tocou em meu rosto, como quem diz, se acalme kkk, ai abracei ele de novo, e foi o céu.
Eu realmente não esperava conhecê-lo, então foi mesmo uma felicidade do destino a sorte que eu tive. E pensar que os fãs ficaram na fila por horas e horas, e eu simplesmente cheguei e fui puxada.
Sei lá, posso parecer meio maluca. Mas creio que a Bienal, foi o MEU dia, foi o dia que o destino conspirou para que eu realizasse todos os meus sonhos, aquele dia era para ser meu, o dia que iria se tornar mágico em minha vida para sempre. Claro que tem mais pessoas por ai com essa sensação. Mas é incrível para cada um.

  

FML Pepper:

Sai do Coben e fui correndo para entrar na fila para conhecer a Pepper, a Karol já estava por lá, mas eu não queria cortar fila, então precisava chegar e pegar meu lugarzinho garantido!
Eu e a Ka estávamos MUITO ansiosas em conhecer a Pepper. Essa linda foi a primeira escritora que tive contato. Eu simplesmente não acreditava que estava conversando com uma escritora, ou melhor que ela estava conversando comigo. Desde então me apaixonei por ela. Ela é incrível, sua história como escritora é incrível. Eu admiro demais a sua força e batalha tanto como escritora, tanto como pessoa.
Ela me reconheceu, e eu simplesmente não acreditei. Gente fala sério, são muitos fãs, e ser uma das reconhecidas no meio deles foi demais. E ela ainda lembrou do meu, “problema” com os correios. Realmente foi algo que eu não esperava, afinal ela tem muita coisa com o que pensar e se lembrar de mim e de minhas “histórias”, foi algo incrível. Ok eu sou uma fã muito maluca mesmo. Mas eu sou fascinada por ela.



Pedro Bandeira:

Um dos momentos de maior emoção para mim.
Leio os livros do Tio Pedro, desde que era criança. Ele foi, e é um dos escritores que mais amo nesse mundo. Conhecê-lo era um sonho que eu nem imaginava ser possível, e ai a Bienal chegou.
Eu nem acreditei quando vi que ele ia sim, estar lá no mesmo dia que eu. 
Quando o vi eu simplesmente não aguentei e comecei a chorar. Ele é demais, de uma ternura que não tem como medir o tamanho, ele é fofo, carinhoso, me deu um abraço que eu nunca vou esquecer.
Quando eu o abracei e comecei a chorar percebi que ele também ficou muito emocionado e vi que ele chorava também. Mas isso não foi somente comigo, a cada um que ele abraçava eu via a emoção dele, e eu chorava de novo. Ele ficou encantado quando mostrei minha primeira edição de A Marca de Uma Lágrima, e quando pedi que ele autografasse um livro dele, para meu futuro bebê (que ainda nem foi planejado), nesse momento percebi que ele se emocionou novamente.  
Enfim foi um dos momentos mais mágicos, e sei que nunca vou esquecer, aquele carinho, aquele abraço, aquela lágrima... Irão ficar para sempre gravados em minha memória e eu meu coração.  



Tammy Luciano, Graciela Mayrink e Marina Carvalho:

Dá para acreditar nessas 3 divas reunidas? Foi demais. Uma mas linda e mais fofa que a outra. Parecia que eu havia entrado em um portal e sido transportada para um outro lugar. Um lugar cheio de beleza, de doçura, de magia.
As três são fofíssimas e como eu já disse lindas. Super carinhosas e atenciosas com todos os fãs. A Tammy me deu o apelido da “moça dos pulinhos”. Ai minha nossa, eu ganhando apelido de escritora?! É sério pessoal, eu ainda não acredito nesse tipo de coisa. E pronto, pegou a Gra e a Marina também já aderiram ao apelido, e eu nem gostei né? Mas eu estava eufórica em conhecê-las. Eu estava eufórica com a bienal inteira. Foi realmente um dia com muitas alegrias. 

A Tammy foi toda delicada, e ainda me contou um detalhe sobre o pai da Piera (personagem principal do livro Claro Que Te Amo!), nossa eu fiquei super feliz com toda a atenção. 

A Gra é um amor, conversamos um pouco, agradeci a atenção que ela já havia me dado pelo skoob, e ela desde o começo foi muito carinhosa.

A Marina é muito delicada, parece uma menininha. Brincou comigo sobre o apelido e foi muito, mas muito atenciosa mesmo.

Gente, elas são incríveis e foi maravilhoso esse momento.


A.C. Meyer:

Aqui mais uma prova de que esse dia, era mesmo o meu para realizar todos os meus sonhos.
Eu conheci esse livro através da Karol. Amei a sinopse, mas em um primeiro momento, achei que o livro fosse internacional. Quando descobri que a autora era nacional, me encantei ainda mais. Como a bienal já estava chegando resolvi acrescentar ela na minha lista de escritores que eu desejava conhecer, comprar o livro e autografar na hora. Mas com ela eu ainda não havia tentado contato pelo facebook, já havia adicionado, mas nem tinha comentado nada, afinal o que eu ia dizer? – oi estou doida para te conhecer kkkk.
Mas enfim, fui ao stand e gente, estava uma loucura, a fila de autógrafo dela estava quilométrica, fiquei um pouco, mas vi que não ia dar tempo de chegar para outra sessão de autógrafos, então infelizmente acabei desistindo. Como a outra escritora eu já tinha contato, eu não podia perder essa chance.
Mas como a sorte estava ao meu lado, conheci uma menina super fofa em uma fila e começamos a conversar (sobre livros, claro, rs) e conversa vai, conversa vem, ela me aponta uma moça e fala, ela também é escritora, quando eu perguntei qual o livro dela (leitor sempre quer descobrir livros novos certo?) quase surtei, simmmm era ela a autora de Louca Por Você. Não me julguem, como eu disse eu não conhecia ela direito, sua foto de capa é a da capa do livro, então seu rostinho não me era familiar.  Mas imagina a alegria que senti né?
Corri comprei o livro, e consegui um autografo, foi demais, simplesmente o destino agindo de novo para que todos os meus sonhos e planos fossem realizados.



Bem como vocês podem ver, realmente meu dia, foi um dia lindo, um dia mágico, só coisas boas e alegres me aconteceram e com certeza esse dia vai ficar para sempre no meu coração.
Eu nunca vou esquecer todos os sorrisos, todos os carinhos e abraços que ganhei.
Todos esses escritores e escritoras maravilhosas que tive a feliz oportunidade de conhecer.
É incrível pensar o quanto todos eles são tão atenciosos, carinhosos e nos tratam com muito amor.
Ok e ai tem gente que fala: -ah mais eles precisam dos fãs, senão eles não seriam nada.
Ok sim até pode ser. Mas mesmo assim está cheio de gente por ai, que precisa dos fãs, e são esnobes.
E outra, uma coisa é você tratar bem uma pessoa superficialmente.
Outra bem diferente é você perceber a sinceridade no olhar, o carinho em suas palavras.
São coisas que as pessoas não conseguem fingir, e eles são escritores e não atores ok? Então sim. TODOS sem exceção foram maravilhosos, atenciosos, e me senti em um universo paralelo, onde só coisas boas, lindas e alegres acontecem.

E como eu já disse na Primeira Parte do meu Dia De Sonho, tivemos a honra de ter a companhia da escritora Juliane Rodrigues e sua irmã Vivi, nos acompanhando até a saída da bienal. Imagina que chique? rs Tiramos várias fotinhas e nos divertimos muito. Foi um momento a parte.

E para encerrar a noite a mala tinha que quebrar e meu esposo de tão cansado que estava quase deixa ela para trás e ainda comentou: - Nossa a mala havia ficado leve, kkkk. Encerramos a noite com muitas risadas.  



Meu saldo do dia foi:
Muito carinho
Muitos escritores maravilhosos
16 livros para ler
Muitas risadas
Muitas surpresas
E momentos que levarei comigo para sempre. 


Espero que vocês tenham gostado de acompanhar um pouco do meu dia.



6 comentários:

  1. Ai ai ai post emocionante!! Todos os autores que vc citou eu sou super louca para conhecer tb, e foi mto bom saber que as expectativas que tenho a respeito, são verdadeiras.
    Beijos
    aculpaedosleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia.

      Obrigada. Olha quando tiver a oportunidade você vai amar, eles são mesmo TODOS sem exceção uns fofos, são demais, nos dão muita atenção, são muito gentis, com alguns eu tinha contato a mais tempo e ai foi ótimo poder conversar mais, com outros foi contato mais recente, mas mesmo assim foi demais a proximidade com eles. Nossa foi um dia mágico.
      E você não vai mesmo se decepcionar, quando chegar a sua vez, verá que eles vão tratar você com muito carinho e gentileza.

      Beijosss Fer

      Excluir
  2. Q coisa mais maravilhosa e fantástica vc ter dado um abração no Pedro Bandeira!!!!!!!!!!! Fiquei emocionada só de ver! Que bom que tudo deu certo e foi um momento lindo participar desse evento, eu também amo de paixão bienal, mas estar pertinho dos nossos autores favoritos dá um friozinho na barriga. Qual eu vou aqui no Rio sempre fico doida (e quase choro) quando vejo o Ziraldo e o Maurício de Souza, as nunca entrei na fila para os autógrafos kkkkkkk. Muito sonho!
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rê.

      Nem me fale foi uma emoção difícil mesmo de explicar. Nunca senti nada igual. E espero poder ir em outra logo.

      Beijosss Fer

      Excluir
  3. Nossa eu queria ter visto os internacionais...
    Mas não deu, ou não era no mesmo dia que eu estava lá... ou porque era uma fila imensa... Cassandra e Kiera o que eu diga...
    Mas que bom que você aproveitou o máximo lá o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Ceci.

      Bem eu fui com o intuito de ver os nacionais e o Coben se desse, mas como dei muita sorte consegui ver todos os nacionais que queria e ainda o Coben que é uma simpatia. Foi muito especial.

      Beijos Fer

      Excluir