{Resenha) Como (quase) Namorei Robert Pattinson

"Quando abro os olhos, ali estou eu. Deitada de bruços na areia da praia. E Robert Pattinson está passando óleo bronzeador nas minhas pernas".  Aos 19 anos, Duda é literalmente viciada na saga Crepúsculo. Já perdeu a conta de quantas vezes leu os livros da série e assistiu aos filmes. Através de um perfil secreto na internet, ela se comunica com outras fãs do Crepúsculo que, assim como ela, estão totalmente convencidas de que não há garoto no mundo que valha um dente canino do vampiro Edward Cullen. Sua obsessão ganha fôlego com uma temporada de estudos em Nova York, onde ela faz planos mirabolantes para conhecer pessoalmente Robert Pattinson, o ator que interpreta o vampiro nos cinemas. Mas, após um incidente com seus únicos (e insubstituíveis!) livros da saga, Duda entra em verdadeiro surto de desespero. Percebe, então, que uma mudança radical em seu comportamento “crepuscólico” é mais do que urgente. O que ela não esperava era conhecer Miguel Defilippo, seu vizinho na ilha de Manhattan, que é a cara do ator Robert Pattinson! Apaixonante, lindo, rico, misterioso e ambíguo, Miguel acaba se tornando um desejo mais inacessível para Duda do que o próprio astro de Hollywood. Uma história cheia de humor, aventuras e reviravoltas, para você chorar de rir!

Jangada * 2011 * 464 páginas * Classificação 4/5



Bem vou começar dizendo para o público que tem certo receio da série Crepúsculo, não deixar de ler essa super história.
 O livro, apesar de falar sobre Crepúsculo, em nada suas histórias se parecem. E para quem é fã da série como eu, vão adorar e curtir cada segundo dessa leitura!

Já vou informar logo de cara, que de longe foi um dos livros que mais me fez rir! Acho que meu esposo pensou que eu estava tendo algum tipo de crise, porque de dois em dois minutos ele perguntava o que estava acontecendo, claro que eu precisei parar a leitura e explicar todo o contexto, para que ele entendesse o porquê de eu estar me dobrando de tanto dar risadas.

Eduarda Carraro, uma garota de 19 anos, mais conhecida como Duda, é uma Crepuscólica assumida, isso quer dizer que ela respira Crepúsculo. É um vicio em sua vida, tanto que ela chega a pensar que esse amor pode ser o que estraga seus relacionamentos, visto que, o único homem capaz de fazer seu coração alterar os batimentos cardíacos é Robert Pattinson, ou Edward Cullen, vai saber.

O que Duda não esperava era que sua viagem de intercambio a Nova York fosse levá-la a conhecer um sósia perfeito de seu príncipe encantado. E esse nada mais é de que o seu vizinho Miguel Defilippo. Duda se vê perdida ao se deparar com aquele Robert Pattinson só para ela, e as coisas podem ficar muito, mas muito bagunçadas mesmo.

A confusão esta armada, e entre a luta constante para conhecer o verdadeiro Robert Pattinson, tentar tirar o sósia de sua cabeça, aprender o bendito do inglês, impedir as investidas de seu mais novo amigo, e viver uma vida diferente em Nova York, Duda nos conduzira a momentos de muitas risadas.

Duda é uma pessoa totalmente engraçada e um pouco maluca, principalmente com seu vicio, ela entra em uns devaneios e quando percebemos estamos devaneando junto com ela e ficamos preocupados se será que estamos mesmo ficando malucos? São momentos de pura risada. Houve um momento na história que ela simplesmente surtou, eu precisei parar de ler, porque simplesmente não conseguia segurar o livro de tanto que eu ria, ela é mesmo quase uma psicótica J.

O fanatismo de Duda pela série Crepúsculo me deixou um pouco assustada no começo, mas depois as coisas foram se acalmando, e também pensei que afinal deve ser uma coisa normal entre as adolescentes, se bem que a Duda não é mais tão adolescente assim, e eu não me lembro de ter tido crises como essa, rsrs.

A leitura é rápida, flui muito bem, e como eu disse muito engraçada, apesar de suas 464 páginas, em meio a tantas risadas e loucuras, quando percebemos a história chegou ao seu fim.

Todos os personagens são cativantes, e também alguns muito engraçados, eu me senti um pouco incomodada com seu amigo Pablo, mas também o achei um fofo, e assim como ela a presença do Fred me assusta, e dele eu não gostei nenhum pouco, mesmo depois do mistério que o rondava ser desvendado.

A diagramação é simples, mas adorei as páginas de e-mail, e as letras desenhadas dos títulos de cada capitulo.
Agora a capa é uma arte a parte, só a capa já me fez rir, é tão fofa e constitui os elementos dos quatros livros da série Crepúsculo, o que achei mesmo muito criativo, fora o gorro usado pela personagem, que também me fez dar muitas risadas, esse bendito gorro J.

Bem só posso dizer que quem adora uma comédia romântica leve, deve sim ler esse livro. Nada de romances melosos e personagens com traumas do passado, temos enfim um romance que poderia acontecer com qualquer pessoa, a menos pelo fato de que duvido que aqui muitas pessoas tenham tido a oportunidade de se apaixonar pelo sósia de seu ídolo.

Agora o que eu quero é ler mais livros de Carol Sabar, e a bienal que me aguarde porque com certeza ‘Azar o Seu’ voltara na minha bagagem.

Uma boa leitura e ótimas risadas a todos.
 

Minha música para a história:

Fã - Ivete Sangalo


Abraços



4 comentários:

  1. Fer, acredita que terminei de ler esse livro essa semana?
    OMG, ele é tão amor!
    Você tbm ficou com gostinho de quero mais? Nossa eu queria muito mais deles rsrs
    Fazia um tempão que queria esse livro, e esses dias atrás tive a sorte em ganhá-lo em um sorteio, não deu outra, devorei assim que chegou :) E menina, ri demais!

    Já tive o prazer de ler Azar o seu! E amei! É muito bom!
    Beijos!
    http://aculpaedosleitores.blogspot.com.br/2014/08/resenha-absoluto.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Taty.

      Que bom né? ganhar livros assim e ainda mais que a gente quer muito.
      Nossa eu ri muito também, acho que meu esposo pensou que eu tinha ingerido algo proibido rs.

      Ah esse ainda não li, mas espero compra-lo na bienal e ler ele também.

      Beijosss Fer

      Excluir
  2. Adorei o post e resenha. Sou louca para ler os dois livros da autora, adoro o estilo e todos falam mega bem.
    Parabéns pela leitura e resenha amei e fiquei mais curiosa ainda. Ótima bienal para vc querida!!!

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Ni.

      Eu adoro a escrita dela, já li dois, e amei os dois, estou esperando mais dois chegarem rsrs.

      Ai Ni valeu mesmo, seus elogios são sempre muito importantes rs.

      Beijos Fer

      Excluir