{Cinematografia} Animações de Tim Burton


Não há melhor cineasta que o Tim Burton; e não há melhor parceria do que ele e o Johnny Deep. É só ver o nome do Burton que sei que o filme e/ou animação é incrível. Nesse post, estreando a nova coluna com chave de ouro, vou focar nas animações. Espero que gostem!
Só para constar: A-M-O as produções do Tim Burton, principalmente se tiverem o Johnny. Choro ao assistir Frankenweenie, amo A Noiva Cadáver e me diverto com O Estranho Mundo de Jack. O único filme capaz de me acalmar e me fazer dormir é Sweeney Todd. Sem falar que vivo cantando as músicas das trilhas sonoras de Corpse BrideThe Nightmare Before Christmas.
O primeiro contato que tive com uma animação do Burton foi James e o Pêssego Gigante.
Chega de blá blá blá e vamos às animações!

James e o Pêssego Gigante (James and the Giant Peach, no original) é um filme misto de live action e stop-motion anglo-estadunidense de 1996, do gênero fantasia, dirigido por Henry Selick e produzido por Tim Burton para os estúdios Allied Filmmakers, Skellington Productions Inc. e Walt Disney Pictures. O roteiro é baseado em livro de Roald Dahl com o mesmo título.

Corpse Bride (A Noiva-Cadáver) é um filme de animação em stop motion de 2005, produzido por Tim Burton e co-dirigido pelo mesmo em companhia de Mike Johnson. Estreou em Portugal no dia 22 de dezembro.
A história é baseada num conto russo-judaico do século XIX e é ambientada numa fictícia Inglaterra da era vitoriana. Filmado em Londres, possui as vozes de Johnny Depp como Victor Van Dort e de Helena Bonham Carter como Emily, a Noiva Cadáver.

O Estranho Mundo de Jack (no original em inglês: The Nightmare Before Christmas, mais tarde promovido como Tim Burton's The Nightmare Before Christmas) é um filme de animação norte-americano de 1993, dirigido por Henry Selick, produzido e co-escrito por Tim Burton. Conta a história de Jack Skellington da "Cidade do Halloween" que abre um portal para a "Cidade do Natal". Danny Elfman escreveu as músicas da banda sonora, desde da voz de Jack, bem como de outros personagens. O elenco de voz principal inclui Chris Sarandon, Catherine O'Hara, William Hickey, Ken Page e Glenn Shadix.
A génese do filme começa a partir de um poema criado por Tim Burton quando era um animador da Disney no início dos anos de 1980. Com o sucesso de Vincent em 1982, a Disney começou a considerar O Estranho Mundo de Jack como um tema em curto ou como um especial de televisão em 30 minutos. Ao longo dos anos, as ideias de Burton regressaram novamente ao projeto, e em 1990, Burton e a Disney fizeram um acordo de desenvolvimento. A produção começou em Julho de 1991 em São Francisco. A Walt Disney Pictures decidiu lançar o filme sob nome da Touchstone Pictures devido ao pensamento que o resultado final seria "muito obscuro e assustador para as crianças". Ao longo dos anos, tem sido visto como um sucesso crítico e financeiro, resultando num investimento pela Disney em sua publicação no formato Disney Digital 3-D desde 2006.

Frankenweenie é um filme animado estadunidense dirigido por Tim Burton, lançado em 2012. É um remake do curta metragem homônimo de 1984. O longa-metragem preto e branco foi feito em stop motion e totalmente em 3D. Esta também é a primeira produção de Tim Burton sem o ator Johnny Depp desde Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas, e a primeira sem sua esposa e atriz Helena Bonham Carter desde A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça. Uma mescla de comédia e terror, Frankenweenie parodia Frankenstein de Mary Shelley.

Vincent foi o primeiro filme de curta-metragem de animação de Tim Burton, realizado em 1982, onde ele já revela as suas tão marcantes e peculiares características, evidenciadas em grandes sucessos de bilheteira posteriormente realizados. (Animação completa.)

Vejam a filmografia completa aqui!

Biografia
Timothy Walter Burton ou "Tim" Burton (Burbank, 25 de agosto de 1958) é um cineasta norte-americano. Frequentemente, seus filmes acompanham os atores Johnny Depp e Helena Bonham Carter (com quem mantém um relacionamento sério desde 2001 e tem dois filhos), e Danny Elfman, compondo a trilha sonora (esse cara é o melhor para trilhas sonoras!). Amante dos grandes nomes dos filmes de terror, já realizou projetos sobre Ed Wood e chamou para estrelar seus trabalhos, os notórios atores Vincent Price e Christopher Lee.
Burton é o primeiro dos dois filhos de Bill Burton e Jean Erickson. Burton descreveu sua infância como peculiar, imaginativa e perdida em seus próprios pensamentos. Ele achava a vida doméstica e a escola difícil, participava de um grupo chamado OW SHIT STUDIOS (O.S.S) e fugia da realidade do quotidiano lendo livros sombrios de Edgar Allan Poe e assistindo a filmes de terror de baixo-orçamento, que mais tarde homenagearia na sua biografia de Edward D. Wood, Jr. Outra figura cinematográfica de importância na infância de Burton é Vincent Price, cuja filmografia influenciaria a carreira do diretor.
Após o colegial, ele ganhou uma bolsa da Disney para estudar no Instituto das Artes da Califórnia em Valencia, Califórnia. Ele estudou Animação por três anos e foi então contratado pelo Walt Disney Studios como aprendiz de animador. Trabalhou no desenho The Fox and the Hound, mas estava insatisfeito com a direção artística do filme. Foi durante esse período que Tim Burton fez seus primeiros três curtas metragens: a animação em stop-motion "Vincent", e dois live-actions, "João e Maria" e "Frankenweenie". A história desse último, que envolvia um cachorro morto num atropelamento sendo ressuscitado de forma análoga ao Frankenstein, foi considerada sombria demais pela Disney, motivo que levou à demissão de Burton.
O seu apego ao horror com sua habilidade para a comédia, Burton conciliou três anos depois em Os Fantasmas se Divertem (Beetlejuice). Mesmo com o orçamento bastante baixo, o filme alcançou uma bilheteria razoável e levou o Óscar de Melhor Maquilhagem. Foi com esse filme que o diretor finalmente se destacou e foi chamado para realizar uma superprodução: Batman, em 1989, que mais tarde teria a continuação Batman - O Retorno (Batman Returns), também com a direção de Tim Burton. Com a carreira em alta, o diretor resolveu filmar seu projeto pessoal intitulado Edward Mãos de Tesoura (Edward Scissorhands, o primeiro filme do Johnny Deep e do Burton que vi *-*), sobre um rapaz que tem tesouras no lugar das mãos. Para o projeto, Tim Burton chamou o ator Johnny Depp, que a partir daí, viria a colaborar mais 7 vezes (até 2012) no filmes do diretor. 4 anos depois, o ator foi convidado para protagonizar a cinebiografia de Ed Wood, considerado tendenciosamente como o pior diretor de todos os tempos. Em 1996, estreou nos cinemas Marte Ataca! (Mars Attacks!), que é uma verdadeira carta de amor aos filmes "B" de ficção científica dos anos 50. Em 1999 chega aos cinemas a adaptação da conhecida história A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça (1999) (Sleepy Hollow).
Planeta dos Macacos, em 2001, Tim Burton readapta a obra Planeta dos Macacos, porém, o filme é massacrado pela crítica e fracassa nas bilheterias. 2003, Tim Burton volta a forma com Peixe Grande (Big Fish) sendo bastante elogiado pelos críticos. Em seguida, em 2005, chegam aos cinemas dois filmes do diretor, a readaptação da Fantástica Fábrica de Chocolate e a animação em stop-motion A Noiva Cadáver (Corpse Bride), dividindo a direção com Mike Johnson. Fechando a década de 2000, Tim Burton adapta o musical da Broadway Sweeney Todd, o barbeiro demoníaco da Rua Fleet. Em 2010 chega aos cinemas o bastante aguardado Alice no País das Maravilhas, adaptado dos livros Alice No País das Maravilhas e Alice através do espelho. O filme apesar de não ter ido muito bem nas críticas, faturou 1 bilhão de dólares mundialmente, transformando-se no filme mais bem sucedido, mercadologicamente falando, do Tim Burton. Em 2012, Tim Burton nos trás mais três filmes. O primeiro é Sombras da Noite, baseado na novela sessentista Dark Shadows criada por Dan Curtis. O filme fracassou nas bilheterias e dividiu bastante a crítica, mas que apesar de tudo despertou grande curiosidade do publico, filme que apresenta Barnabas Collins (Johnny Depp como um vampiro). O segundo filme é Frankenweenie, que é uma refilmagem de seu curta metragem de 1984. A nova versão é em stop-motion e assim como o curta, em preto-e-branco. O terceiro é Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros (Abraham Lincoln: Vampire Hunter).


4 comentários:

  1. OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOI, Kaaaaaaaa ♥ Tuuuuuudo bem?? Aaah, verdade, o Tim é um dos melhores Cineastas do mundooooo! *-* Joooohnny <3 Para constar, Ka: também amooo as animações dele, meu Deus!! Se tiver o Johnny, então, aí é perfeito!! James e o Pêssego Gigante? Hum, nunca assisti o.O O primeiro dele que conheci foi A Noiva Cadáver ^_^ O Estranho Mundo de Jack é suuuuuuper legal, meu irmão ama esse desenho, haha! FrankenWeenie eu assisti há um tempinho nos canais de super filmes aqui em casa e achei super bacana! Não supera A Noiva Cadáver, mas quebra o galho, hahaha! <3 Vincente eu nunca vi, mas me parece legal!! Cara, posso falar?? Eu acho os desenhos dele meio do mal, uahshusahusahuashuaush! :o Mas não deixam de ser legais! ♥

    Caraca, ele tem 56 anos? o.O Achei que fosse mais velho, uashuhashusahuasuhsa! <3

    BEIJOS INFINITOOOOOOOOOOOOS! ♥

    Juu-Chan || Nescau com Nutella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ju! *-* Tudo bem, obrigada. E você?
      Eu nem sei o que falar dos dois... São incríveis! James e o Pêssego Gigante é bem velhinho; quando eu via, nem sabia que era dele. Meu favorito, sem dúvida, é A Noiva Cadáver. Mas é o que você disse: ele é um dos melhores cineastas.
      Acho um pouco pesado pra criança, embora sejam animações. Mas de qualquer forma, são perfeitas! *-*

      Também me surpreendi com a idade dele...

      Beijo!

      Excluir
  2. Karol, eu sou suspeita para falar pois amo o Tim Burton e tudo que ele faz! Todos os filmes e desenhos são show, eu curto muito esses que vc citou, amo a corpse bride, lembro que não consegui ir no cinema ver legendado e acabei vendo dublado....depois comprei pra mim quando lançaram. E ainda amo mais o Tim Burton e os filmes que tem e o Jonhny Deep que amo de paixão, aí fica perfeito!
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também sou muito suspeita, Re. Vivo assistindo suas obras e não enjoo. Eu prefiro assistir tudo legendado, mesmo que seja online; acho que fica mais legal.
      Realmente, fica perfeito! *-*

      Beijo.

      Excluir