Resultado | Mega Concurso Cultural - As Faces da Luz

Olá, pessoal! Demorou, mas o resultado saiu a algumas semanas! Foi muito difícil escolher... Todos os participantes criaram respostas incríveis. Mas como só havia um exemplar, a vencedora foi a escritora Vanessa Viana! Sim, quando avisei sobre o resultado, conversamos um pouquinho e descobri que ela está escrevendo um livro. Legal, não é mesmo? Querem conferir? Então leiam O Centésimo Suicídio pelo Wattpad.

Querem ver as resposta?

1º) Escrever uma carta a um personagem que tenha te cativado OU criar um diálogo entre personagens de livros diferentes, mas que não sejam da mesma série: Personagem - Florence, do livro A menina que não sabia ler

Querida Florence,
Pelas tuas palavras sonhei com as pedras rudimentares, a beleza singular de uma mansão abandonada, a necessidade de ser aquecida pelo coração quente desta casa e, no mesmo instante, brutalmente resfriada pelo seu bombeador de sangue frio; Vi-me num conto de fadas, cara Florence, as tardes em seus esconderijos - oh, como amo esses pequenos mistérios que os lugares escondem! - mas jamais o súbito ou delongado pensamento egoísta de roubá-los de você atingiu minha mente, jamais! Todos temos nossos próprios refúgios, para nosso corpo e para nossa mente, eu iria encontrar meus próprios... Quem sabe uma tábua não revelaria um sublime porão assombrado? As vozes de fantasmas seriam o canto e melodia de fundo, enquanto eu estivesse com meus livros, lendo-os juntamente com essa canção adorável. Pois preciso confessar a ti, compartilho do mesmo abrigo para minha sanidade: sim, esses pequenos contadores de histórias! Quantas vezes criei a imagem de nós na gélida divisão de Blithe House, em sua magnífica biblioteca, contemplando as lombadas destes tesouros esquecidos, sentindo pela primeira vez o frio como um amigo. Chás, chocolates quentes, talvez cafés (mas apenas para sentir seu cheiro), despreocupações e enriquecimento d' alma preencheriam nossas tardes.
Quis sentir-te em tua pequenez, proteger-te como uma mãe e amá-la como uma irmã. Porém, minha querida, acho que isto já está feito dentro de mim. E, apesar de não ter tantos anos vividos como eu, foi tu quem me demonstrou além da palavra e da fala a verdadeira demonstração de amor, de cuidado e do dito "família acima de tudo". Por mais que soe como insensatez (pois você sabe o que fez...), admirei-a em cada ato, e senti no que os outros apontam como sua loucura algo conciliador comigo, fundindo-nos numa só possível insanidade.

Alguém que você não conhece uma letra, 
mas que conhece todo o seu alfabeto.

2º) Escolher um quote e criar uma imagem ou uma foto que ilustre algum elemento/cena/personagem do seu livro favorito OU recriar a capa de um livro;



3º) Criar uma playlist do seu livro favorito OU criar o elenco dos sonhos da adaptação cinematográfica OU criar uma equipe perfeita para uma batalha (Não e permitido usar playlist ou elenco oficial caso haja);

Florence: Jodelle Ferland



Giles: Seamus Davey-Fitzpatrick


Srta. Taylor: Jessica Biel


Srta. Whitaker: Jenna Coleman


Capitão Frank Hadleigh: Daniel Craig


Theodore 'Theo' Van Hoosier: Thomas Brodie-Sangster


Sra. Van Hoosier: Kathy Bates


Sr. Van Hoosier: Timothy Spall


Sra. Grouse: Eva Green


Meg: Melissa McCarthy


Mary: Christina Ricci


John: Geoffrey Rush


Tio (Tutor de Florence e Giles): Jerimy Iron


Doutor Bradley: William Hurt


4º) Elaborar uma frase criativa com a palavra "Magia":

Basta abrir um livro e observar uma imagem ou ler uma passagem, pra perceber que a leitura é uma viagem, onde incorporamos qualquer personagem, seja intelectual ou selvagem, que nos veste de MAGIA e aprendizagem, enche de cultura a nossa bagagem e transforma a vida numa bela paisagem!


5º) Responder, com criatividade, à seguinte pergunta: "O que você faria se fosse forçado(a) a atravessar um portal por um imenso lobo?".

Estamos vivendo numa vida já tão narrada, desvendada em seus mistérios e descrita desde seus superficiais até os mais sórdidos detalhes, onde não há novidade a ser contada. Temos uma básica noção do ciclo monótono que nos espera, apenas quando e onde é o que torna a sequência ainda um pouco imprevisível, mas uma verdadeira saída do contexto não se encontra por aí, algo realmente mágico como um imenso lobo forçar-me a atravessar um portal. Imagine a hora de conhecer um mundo diferente, fantástico, nada que a realidade conhecida permite!? Se eu passasse por tal experiência, o lobo não precisaria nem mostrar suas presas ou lançar seus melhores olhares, no tempo gasto eu já teria atravessado o portal!Descobrir na vida existentes encantos que não tenha ciência que explique, matemática que calcule ou física que descreva seria uma oportunidade da qual tantas vezes alvejei de viver nas possibilidades ilimitadas de um livro.

Gostaram? Eu adorei!



4 comentários: