{Resenha} O Enigma da Borboleta – Kate Ellison

Um suspense eletrizante onde qualquer movimento em falso pode ser fatal. Penélope Marin, ou simplesmente Lo, é uma adolescente um tanto incomum – ela sofre de transtorno obsessivo compulsivo, que ficou mais intenso depois da morte de seu irmão Oren. Além disso, Lo adora colecionar bibelôs, mesmo que tenha que roubá-los (Ela também tem traços de cleptomania). Num desses “resgates” – como ela mesma diz – Lo encontra uma bela borboleta, que pode ter colocado sua vida em perigo. Essa figura está ligada a um assassinato e Lo pode ser a única testemunha desse crime.
 Leya – 2013 – 312 pag. – 4/5



Penélope Marin, ou para os mais íntimos, Lo, é a típica adolescente que não se adequa à sociedade. Vive num mundo somente seu, com suas manias e peculiaridades. Lo sempre anda sozinha, nunca na companhia de amigos, mas tem o seu irmão sempre ao seu lado, e ele é a única companhia que precisa. Porém um dia, Oren, seu irmão, começou a passar mais tempo fora de casa, agir estranhamente e cometer pequenos roubos na própria residência, concretizando a ideia de que estava viciado em drogas. Tempos depois, Lo recebe a notícia da morte de Oren, e tudo parece desabar na família. A mãe se entope de remédios, o pai passa a maior parte do dia no trabalho para afugentar a situação da família, e Lo começa a ter TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) e até mesmo chega a cometer atos de cleptomania para satisfazer suas coleções de bibelôs.

Em meio a esses problemas familiares, um assassinato acontece, e a garota se vê interligada à ele, decidindo desvendar o crime, já que a vítima, Sapphire, uma stripper que não tinha família e nem amigos, foi abandonada pela investigação da polícia, além de que, sem saber, Lo estava no momento do assassinato.

O outro motivo que fez a garota decidir entrar de cabeça na investigação, é que, em um sábado comum de passeio na feira de bugigangas da cidade, Lo, com a ajuda de Flynt, que posteriormente vem a se tornar seu amigo na investigação, esbarra em uma mesinha com vários objetos, entre eles, uma borboleta que pertencia à Sapphire.
A partir do momento que começa a investigar, qualquer falha que Lo venha a cometer, pode ser fatal, colocando em risco a sua vida.

O Enigma da Borboleta é o romance estreia da autora Kate Ellison, e não esperava muita coisa dele quando o comprei. Até que em um sábado de manhã tedioso, me lembrei do livro que já estava há duas semanas na prateleira desde que o comprará, e resolvi dar início a leitura. O que eu não esperava é que, no início da madrugada de domingo, eu já teria terminado de ler o livro, e ficaria boquiaberta. Com certeza, ele é um dos livros que mais me impressionou. Sua leitura é bem simples e empolgante, e acaba sendo diferente de outros livros juvenis, dos quais a história se resume somente a um casal de estudantes que dá o primeiro beijo na festa de formatura. A história te prende do começo ao fim, e a autora soube exatamente onde e como surpreender o leitor.

Talvez, vocês não se surpreendam tanto com a sinopse, ou até mesmo com a resenha, assim como eu, particularmente, não havia me impressionado tanto. Mas pra quem quer tirar suas próprias conclusões, creio que irá se surpreender, assim como eu me surpreendi.

Boa leitura.

Beijos !



3 comentários:

  1. Oi Dani!
    Faz um tempinho que esse livro se encontra na minha lista de desejos. Quero muito ler. Adorei a resenha.
    Beijos
    aculpaedosleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia...
      Eu super indico ele, espero que goste !
      Obrigada. :D
      Beijo !

      Excluir
  2. Dani parabéns mais uma resenha envolvente, objetiva e interessante. Gostei demais. Já tinha visto esse livro, mas não sabia que era tão interessante. Valeu pela dica. Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir