{Resenha} Quando Ela se Foi de Harlan Coben

Dez anos atrás, Myron Bolitar e Terese Collins fugiram juntos para uma ilha. Durante três semanas, eles se entregaram um ao outro sem pensar no amanhã.
Depois disso, eles se reencontraram apenas uma vez, quando Terese ajudou Myron a salvar seu filho. E ela foi embora, sem deixar vestígios.Agora, no meio da madrugada, ela telefona: “Venha para Paris”.
Terese pede a ajuda de Myron para localizar o ex-marido, Rick Collins, que telefonara depois de anos implorando que ela o encontrasse em Paris. Eles logo descobrem que Rick foi assassinado e que Terese é a principal suspeita do crime.
Mas algo ainda mais atordoante é revelado: perto do corpo havia longos fios de cabelo louros e uma mancha de sangue que o exame de DNA revelou pertencer à filha do casal. Só que sua única filha morrera em um acidente de carro muitos anos antes.
Logo Myron se vê perseguido nas ruas de Paris e de Londres. As agências de segurança de quatro países parecem querer as mesmas informações de que ele precisa para desvendar a morte de Rick e o destino da filha que Terese pensava ter perdido para sempre.
Um dos autores mais premiados e lidos no mundo, Harlan Coben traz uma nova história com o carismático Myron Bolitar em uma busca frenética por três continentes.
Em uma busca desesperada, Coben cria um mundo de armadilhas imprevisíveis em que conflitos religiosos, política internacional e pesquisas genéticas se mesclam a amizade, perdão e a chance de um novo começo.
 
Arqueiro * 2011 * 250 páginas * Classificação: 5/5


 


Totalmente eletrizante.

Coben nos ganha mais ainda com essa história misturando conflitos políticos, religiosos, e muito, mais muito mistério. A história nos envolve totalmente, que fica impossível largar o livro antes de terminar sua leitura e saber o que realmente aconteceu. Tudo bem eu me sinto assim em todos os livros dele.

Myron recebe uma misteriosa mensagem de uma antiga “namorada”: - Venha para Paris, diz a mensagem misteriosa e sem mais explicações. Ao chegar á Paris, Myron se vê envolvido em uma trama que não á capaz de desvendar e logo as agencias de seguranças de vários países estão em seu encalço em busca de informações que nem mesmo Myron sabe existir.

Bem não vou contar mais nada sobre a história, qualquer mínima coisa que eu conte poderia estragar a surpresa, o mistério e o suspense.
Mas confesso que Coben me surpreendeu ainda mais com essa história, o que achamos que será mais um mero crime a ser desvendado, vamos percebendo que pode por em risco a vida de toda a humanidade.

Como sempre Myron conta com a ajuda de seus fiéis amigos Win e Esperanza, e nessa nova história contamos também com Terese, que me cativou desde o começo, mas me fez desconfiar dela o tempo todo durante a história.

É aquele tipo de livro que quando termina, rola um medo e você se pergunta: - Será que isso é possível?
Eu adoro histórias assim, mas confesse que elas me fazem sentir sim uma certa insegurança e pensar que tipos de coisas podem estar acontecendo no mundo e de que não temos conhecimento?

Claro que indico a leitura para todos que já gostam do gênero policial/suspense, mas para quem não curte muito, acho que está na hora de tentar ler um livro de Harlan Coben, acho que talvez possam mudar de opinião.

Beijos



 

0 comentários:

Deixe seu comentário