{Resenha} Fascínio Egípcio de Luciane Vieira Z

No cenário do Antigo Egito, as vidas do príncipe herdeiro e da filha do sacerdote do deus Amon se cruzam, seus pais disputam poder na cidade mais importante do Egito. Ele criado para governar o país, ela retirada pela mãe de uma vida de conforto e luxo é criada escondida em uma vida de muitas dificuldades. A vida de Zeq é marcada pela crença popular que ele é filho de um deus e a vida de Naia é marcada pela descrença desde que a mãe mentiu ao dizer que seu pai estava morto, mas sua mãe na eminência da morte faz uma revelação, seu pai está vivo e lhe entrega uma prova disso. Preocupada com o estado da mãe e sem recursos ela comete um ato desesperado e furta alguns alimentos, na fuga é presa por um guarda do Faraó e levada ao calabouço. O que o futuro Faraó do Egito não imaginava é que ficaria fascinado pela beleza e personalidade da jovem. Naia tem o curso de sua vida drasticamente alterado, pois não sabe se odeia ou ama Zeq e terá que decidir se vive esse amor conturbado e assume a responsabilidade de se tornar a Princesa do Egito! Enquanto ela luta para definir seus sentimentos, tem que enfrentar traumas do passado, desconfianças e inimigos que tentam a todo custo atrapalhar seu relacionamento com Zeq.

Modo Editora * 2013 * 348 páginas * Classificação: 4/5






Uma história com uma trama muito bem enredada, cheia de mistérios, suspenses, amores desencontrados...

Confesso que no começo da história estava meio desanimada. Apesar de amar cultura egípcia e me sentir atraída pelo enredo da historia, no começo achei tudo um pouco lento demais, mas mesmo assim algo me chamava á atenção, me atraia para a história. E sorte a minha que não abandonei a leitura, pois não sabia eu o que teria perdido.
A história simplesmente me envolveu de uma forma que após meu fascínio por ela ser tomado por completo, não conseguia mais parar. A autora é perfeita, e quero ver mais historias dela com certeza.

Naia é ainda uma garota, mora com sua mãe que esta doente, e que apesar de ser forte e batalhadora tem um gênio de “meu Deus”, um pouco orgulhosa e bem valentona, com certeza muito diferente das moças de sua época, mas que espero eu acreditar, sim existiam.
Naia esta desesperada com a situação em que se encontra, e sem ter nada para dar de comer a sua mãe, ela resolve furtar.
Por causa desse furto ela acaba sendo presa, pela guarda do príncipe Zeq. Para sua sorte, foi capturada por um guarda muito bom e honesto, que por acaso é um grande amigo do príncipe, e os dois compadecidos com sua situação, prometem ajuda-la.
Mas quando chegam á casa de Naia não a muito que se possa fazer. No leito de morte, a mãe de Naia entrega uma carta contando a verdadeira história de suas vidas, e de quem Naia realmente é filha. Zeq assim promete cuidar de Naia e entregá-la ao pai, para que esse possa ampara-la.
Mas esse não era o único intento de Zeq. Ele estava totalmente abalado pela presença e beleza de Naia, e no meio de seu louco desejo, tudo o que ele queria, era tornar Naia sua mulher, nem que para isso fosse necessário vários jogos e artimanhas, pondo em risco ate mesmo sua própria pele e sua relação com seu pai, o Faraó Hor. 
Para conseguir o que quer Zeq acaba manipulando tudo e todos em sua volta, o que poderá acarretar situações irremediáveis e mudar para sempre o destino dele e de Naia.

Bem, as coisas não saem como eles esperavam e muitos problemas estão por vir, problemas esses que fogem totalmente ao controle e que pode trazer muitas dores e tristezas a todos os envolvidos.

Zeq é um personagem que mexeu muito comigo. Nossa não lembro quando foi a ultima vez que senti tanta coisa por um único personagem. Em alguns momentos eu o amava, em outros eu o odiava, tamanha era sua maldade com sua esposa e com aqueles em sua volta. Eu pensava em como ele podia fazer tudo aquilo. Logo eu entrava no modo “compreensão” e mais uma vez me compadecia de sua situação. Nossa era uma montanha russa de emoções.
Naia por sua vez não se mostrou nada fácil também, em alguns momentos era a pessoa mais doce e forte que conheci, em outros totalmente uma menininha mimada e orgulhosa, que não podia dar o braço a torcer.

Personagens ricamente criados para mexerem totalmente com nossos sentimentos.
Quanto aos outros personagens estava apaixonada.
Armais é a pessoa de um coração que não cabe dentro de si, com uma honra e honestidade inquestionáveis.
Roant sua esposa também me conquistou, mesmo com tudo o que ela fez, entendi perfeitamente, e acho que no lugar dela, com todo o amargor tomando conta de mim, não sei se não teria feito o mesmo. Afinal, humanos são só humanos.
O Faraó Hor abrilhantou a história, com sua docilidade, mas total justiça perante aos erros do filho, ele não poderia ser mesmo um líder melhor para seu povo.
Hatatef, pai de Naia que confesso foi um dos que mais me surpreendeu, esse eu não esperava mesmo, as atitudes que dele se apossaram.
E claro Rui, que me deixou de pelos arrepiados desde o primeiro momento em que apareceu. Um homem maldoso e sem escrúpulos nenhum, que só de pensar, me da vontade de sair correndo.

Chegar ao fim da história era uma coisa que não me deixava soltar o livro.
A necessidade de saber o que aconteceria era maior que qualquer outra coisa. Eu necessitava saber que fim teriam os personagens, que fim teria aqueles vilões como a muito não via em uma história.
Um romance que vai além do amor. Simplesmente fantástico. É ótimo você ler uma história que não fica só entre a dificuldade do casal se acertar porque um não sabe do amor do outro, ou porque um tem dificuldade de se entregar porque já sofreu por amor. Não se enganem amo histórias assim, rs. Mas tudo ganha ainda mais vida, mais sentido, quando nos deparamos com um romance cheio de intrigas, de ódio, de duvidas, de personagens cheios de mistérios, cheios de erros, cheios de rancor, magoa, medo em seu coração. São personagens assim que conquistam. Que nos fazem ansiar pelo final para saber o que o destino reservou para eles.  

Fascínio Egípcio me deixou assim, completa e totalmente fascinada.
E agora eu necessito da continuação. Sim, eu quando comecei a ler não me recordava que iria além do primeiro livro, e agora estou simplesmente surtando, porque preciso desesperadamente da continuação. 

Beijosss



 

 

5 comentários:

  1. Amiga assim que soube desse livro fiquei fascinada pela capa e como também sou mega curiosa com tudo relacionado ao Egito antigo pensei em ler, mas ainda bem que esperei um pouco. Estou evitando séries, pelo menos por enquanto, mas assim que sua ou suas continuações forem lançadas investirei, com certeza.
    Foi mega válido saber sua opinião sobre o livro. Parabéns pela leitura!!! Beijos

    Leituras, vida e paixoes!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Ni. Eu amei. Mas concordo com você, é uma tortura esperar, ainda mais com um final como o que ocorreu nesse é de enlouquecer rs.

      Mas menina leia sim, é uma história que além de diferente do que lemos, é muito intensa.

      Beijosss Fer

      Excluir
  2. Obrigada pelo carinho que você tratou minha história, fico feliz que Fascínio Egípcio tenha provocado tantas emoções. A sua resenha ficou maravilhosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Luciane.

      Sua história realmente mexeu comigo, e você e ela merecem toda minha atenção e respeito.
      Esperando ansiosa pela continuação.

      Beijossss Fer

      Excluir
  3. Oi Fer,

    Amei sua resenha sobre Fascínio Egípcio, adorei o livro e estou aguardando ansiosamente a continuação.
    Espero que seja lançado logo.

    Beijos Fabi

    ResponderExcluir