{Resenha} As Batidas Perdidas Do Coração, de Bianca Briones

Viviane acaba de perder o pai. Com a mãe em depressão, ela se vê obrigada a assumir o controle da casa com o irmão mais novo. Rafael teve o pai assassinado há alguns anos e agora viu quatro pessoas de sua família, incluindo a única irmã, morrerem em um acidente de carro.Viviane pertence a uma classe social que ele despreza. Rafael é tudo o que ela sempre ouviu que deveria evitar. Eles são opostos, porém dividem a mesma dor. Jamais se aproximariam se a morte não os colocasse frente a frente, e agora, por mais que saibam que são completamente errados um para o outro, não conseguem evitar uma intensa conexão, que poderá salvá-los ou condená-los para sempre.
Verus Editora * 2014 * 399 páginas * Classificação 5/5









Eu já ouvi muito a seguinte frase: “Ninguém é igual a ninguém.”

Afinal, cada pessoa tem a sua essência e sua maneira de ver a vida.

Mas o que acontece quando duas pessoas de essências diferentes passam por situações parecidas?

Viviane Villa foi criada em berço de ouro, filha de um famoso publicitário de São Paulo. Teve uma educação primorosa e uma ótima estrutura familiar.

“Meu pai costumava dizer que nada acontece por acaso e que devemos ser capazes de perceber os sinais de que algo bom virá em qualquer situação.”

-------------------
Rafael Ferraz trabalha no bar de um amigo, “bad boy” assumido e sente aversão aquelas pessoas que tem muito dinheiro e se beneficiam por causa disso.

“O que me deteria, se eu pensasse a respeito, é que sou um perigo para ela. Sou um perigo para qualquer uma. Mas, como falei, quem disse que eu penso nisso?”

Aí estão as duas pessoas com personalidades diferentes, mundos opostos.
E o que eles têm em comum? A morte de pessoas queridas.
 
Toda a estrutura familiar que Viviane conheceu e viveu durante toda sua vida começa a ficar abalada com a descoberta da doença do pai... E acaba ruindo de vez depois que a doença vence a luta e leva embora uma pessoa tão importante na sua vida.
Rafael perdeu essa estrutura familiar num tempo passado. Seu pai foi assassinado durante um assalto alguns anos atrás... E agora, por culpa de um motorista inconsequente, acabou perdendo os tios, um primo e a sua única irmã num acidente de carro.
Os dois se conhecem naquele que é o pior dia de cada um, onde as emoções estão abaladas e o sofrimento impera no momento.
Eles acabam se entendendo e tentando consolar um a dor do outro.
Mas como “ninguém é igual a ninguém”, cada um deles tem uma maneira de tentar se conformar com essas perdas. E infelizmente, Rafael escolheu há um tempo atrás um caminho errado que ele acreditava que poderia ajuda-lo, mas que poderia não ter volta... Mas agora ele tem Viviane na sua vida.
Será que eles conseguem fazer "uma ponte e fazer o retorno" pra viver uma vida tranquila? Será que as batidas do coração de um consegue salvar o outro?


“Por mais incrível e maluco que possa parecer o que vou dizer agora, eu tenho sorte, porque neste mundo imenso, em meio a toda essa minha dor, eu te encontrei. Poderia ser muito pior sem você.”



Esse livro foi uma das minhas leituras do ano passado, mas que está até hoje viva em minha memória.
A Vivi (virou minha amiga literária rs) se mostra uma personagem que tenta ser forte por ela mesma, pela sua família e por Rafael.
O Rafa (um amigo literário também rs) fez algumas escolhas no passado que estão implicando com a vida dele atualmente. Ele era aquele cara mulherengo que não se importava e nem vivia suas paqueras por sentimento... Mas surge Viviane e a vida mostra pra ele que aquilo no que ele não acreditava pode acontecer com ele sim...
Dois personagens que eu adorei foi o Rodrigo (irmão de Viviane) e o Lucas (primo de Rafael), apesar do sofrimento de cada um, eles construíram uma amizade que tenta consolar e ajudar um ao outro a seguir em frente.
E claro que tem que ter alguém que é contra o romance de Rafa e Vivi, que no caso é o avô dela, que não aceita a escolha da neta e acha que o Rafa será uma má influência para sua vida.
A capa é chamativa e a diagramação é linda.
Uma coisa que adorei é que no início de cada capítulo tem um trecho de uma musica que tem a ver com o que vai acontecer. Como uma introdução e uma mensagem: “prepare-se pra esse capítulo.”
Um new adult com drama, com um romance apimentado e alguns sinais de humor e ironia que deixam a historia incrível. A Bianca Briones arrasou!!!
Super recomendo o livro e espero que todos que forem ler tenham batidas perdidas do coração pra sentir durante a leitura.

28/09/2014 - Lançamento de "As Batidas Perdidas Do Coração" em São Paulo -
Saraiva do Shopping Pátio Paulista
O dia que eu conheci pessoalmente a escritora tão simpática, Bianca Briones.







NOVIDADE!!!
Na terça feira, dia 10 de fevereiro, a Verus Editora e a autora Bianca Briones, divulgaram a capa do próximo livro da série que será lançado em abril.
“O Descompasso Infinito Do Coração” contará a história de Bernardo e Clara, primo e a amiga de Viviane que aparecem no primeiro livro...
Alguém com muita ansiedade por aqui?








Boa leitura!


Beijos,


Ana Paula Toledo


1 comentários:

  1. Oi flor, tudo bem?
    Posso até ler o segundo livro, mas sabe que as batidas não me chamou tanta atenção assim, gostei, mas nem tanto, pois não me prendeu seriamente. Achei que pegou alguns elementos "já conhecidos" e inseriu alguns novos, mas nem tanto assim....Não achei que a relação de Viviane e Rafael foi trão trabalhada assim, e também achei com gente demais kkkkk, até cheguei a falar isso na resenha que fiz.
    Mas como disse, provavelmente lerei o segundo da autora.
    bjs

    ResponderExcluir