{Resenha} Primeiro Único & Eterno de Lucas Borges

Beatriz de Souza Folly é uma humilde adolescente cuja vida é cercada por acontecimentos funestos. Nunca fora feliz. Presenciava o fim do matrimônio de 15 anos dos pais, atraía olhares invejosos das meninas, e meninos só queriam levá-la para a cama. As portas para o amor pareciam estar todas fechadas. Por obra do destino, encontra-se com um menino que entra de vez em seus sonhos. Henrique de Ferraza, 18 anos, desperta nela a ardorosa paixão. Mas como nem só de flores vive o amor, Beatriz tem de viver longos meses sem ele. A distância torna-se sua inimiga. Ela conhece o pior lado desse sentimento: ilusões, tragédias, mentiras, brigas e depressão. Contudo, se vê obrigada a deixar de ser aquela infantil adolescente para ser uma mulher forte, guerreira e madura.Uma suposta traição traz momentos horríveis para o namoro, e um desastroso acidente deixa os dois à beira da morte. E só sua maquiavélica amiga os poderá salvar. Sua concepção quanto ao amor está prestes a mudar.PRIMEIRO, ÚNICO & ETERNO vai além do que você pode sentir. 

Laço editorial * 2014 * 245 páginas * Classificação 4/5




Bem já vou logo avisando, é impossível manter o coração intacto após a leitura desse livro.

“Todo fim é o começo de uma eterna lembrança!”

A vida de Bia não é das mais fáceis. Bem pelo menos para uma garota adolescente. O casamento dos pais não vai nada bem e com certeza é algo que abalaria muitas pessoas, a forma com que as coisas se dão na casa dela.
Ela é uma garota linda com uma vida simples e que atrai muitos olhares e tenta levar sua vida como qualquer garota de sua idade.

Henrique é um rapaz lindo (lindo mesmo rs), muito educado e que encanta a todos logo de cara (ou será que fui só eu?) ai minha época de colégio tivesse um Henrique assim rs. Mas que fique claro que falo de toda a sua beleza, peguei vocês né? Henrique tem uma beleza interior que chega a ser maior que o seu exterior. Enfim melhor voltar a resenha.

“Não tem asas e não pode voar, mas em seu coração traz o dom de amar.”

Eles não se conhecem, mas já se “esbarraram” por essas andanças na vida. O que eles não sabiam é que o destino se encarregaria de uni-los.
O romance parece improvável, mas quem entende o coração? E logo eles iniciam um lindo namoro.
Como nem tudo na vida são flores claro que o casal tem alguns problemas. No caso deles vários, os pais dele que não aprovam o namoro por Bia ser pobre é apenas um desses obstáculos. E como se já não fosse suficiente Henrique precisa viajar e passar alguns meses fora.
Pronto agora o amor será posto a prova.
Será que eles vão aguentar a distância? As invejas e calunias que rondam seu relacionamento?
Quando intrigas põe a prova esse relacionamento, somente um amor muito verdadeiro pode ultrapassar as barreiras e resistir.
Mas e se algo mais forte do que o amor, algo que não temos o poder de vencer resolve impor-se uma vez mais entre esses dois? E se a pessoa que mais os odeia é a que tem o poder de salvar esse amor?

"Um dia verás que a vida coloca diversas barreiras em nossos caminhos, mas ela só faz isso para observar até onde nós estamos dispostos a lutar por aquilo que realmente queremos.”

Um romance doce, envolvente, trágico e libertador.
Uma história que mexeu demais comigo.
Histórias assim tem esse poder em nós. Elas nos fazem acreditar no amor, no poder da dor, na verdade... E principalmente que sim um bom coração é capaz de se libertar de suas amarras e dar em troca tudo pela felicidade daquele que ama.  
Não vou comentar o final, foi surpreendente, em nenhum momento pensei mesmo que o autor conduziria a história para esse fim. Claro que quando terminei estava muito, mas MUITO brava mesmo com ele, mas como sempre logo passou e eu compreendi todo o significado ali imposto.
Me surpreendi muito por ler um romance escrito por um autor, acho que estou acostumada com autoras (tirando Nicholas Sparks) e foi maravilhoso ler um romance nacional escrito com a alma de um homem. Me faz pensar que o autor poderia ser um Henrique ou pelo menos ter um coração muito próximo do seu.

Não tenho muito mais o que falar, não quero mesmo estragar qualquer surpresa que vocês possam ter. Mas gostei muito mesmo da historia. Os outros personagens são incríveis, principalmente os amigos de Bia. E até a vilã (megera, víbora, odiosa) Aline foi muito bem criada. Ela é aquela personagem que consegue despertar nossa ira.

O único ponto negativo do livro, se é que se pode chamar de negativo. Foi a linguagem rebuscada do autor.  Eu sei, isso deveria ser um ponto positivo e é ótimo ver como nossa literatura esta cada dia melhor. É inegável o cuidado que o autor tem com as palavras, mas pela história ser uma história mais jovem, afinal os protagonistas são ainda adolescentes, acho que ele poderia ter carregado um pouco menos na formalidade. Não consigo ver uma Bia real falando daquela forma. Mas claro que ver uma escrita tão perfeita assim é algo maravilhoso. E só me faz admirar ainda mais o trabalho de Lucas.

A diagramação é simples, mas achei a capa linda.

E indico para todos aqueles que adoram um lindo romance com pitadas de drama e intrigas.

Espero que vocês gostem da leitura.

Beijosss



6 comentários:

  1. Como assim amiga???? Quase não vejo personagens com o meu nome: Aline e quando tem é uma vilã mega malvada =(
    Brincadeira =) não conhecia o livro e adorei a capa. Sua resenha foi bem estruturada e assim tive uma ideia geral do que encontrar e esperar da história. Mas confesso que não entendi pq o autor usa uma linguagem mais culta e rebuscada, será estilo dele!!!???? Enfim valeu pela dica viu amiga.
    Beijos e parabéns pela leitura e pela divulgação de mais um nacional!!!

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkk NI e põe mega malvada nisso, ela fez algo imperdoável.

      É acho que é o estilo dele mesmo, e obrigada pelas palavras.
      Beijosss
      Fer

      Excluir
  2. Ai Fer!!!! Senti que é mais um livro que eu não gostaria do final. Estou louca pra ler, pq amo esse tipo de romance, me pareceu ser bem real mesmo, mas estou receosa com o final (sabe, tenho problemas com finais tristes).
    Beijos Fer,
    aculpaedosleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk ai Bia só você.

      É final triste mexe demais conosco né? Mas faz parte, eu não gosto de chorar mas as vezes é tão bom ler um livro que nos desestrutura rs,

      Beijosss
      Fer

      Excluir
  3. Nada, fiquei muito feliz ao ler a resenha. Ainda mais feliz por saber que você gostou da história de Bia e Henrique, espero que ela fica perambulando por sua cabeça ainda. Há coisas na vida que acontecem para nos ensinar, e creio que Bia conseguiu aprender direitinho com a lição que a vida lhe ofertou.
    Espero poder te encontrar muito em breve. Muito obrigado por tudo que escreveu e pelo carinho de sempre, comigo e PRINCIPALMENTE com o meu trabalho. Ainda mais sucesso para o seu blog.

    Beijos no coração.
    Lucas Borges.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieee..

      Que honra e alegria suas palavras. Obrigada. Sim a história mexeu muito comigo.
      E sim você tem razão, precisamos mesmo aprender com as lições que a vida nos envia.

      Eu também, espero realizar logo esse sonho, e espero mais livros.

      Beijoss
      Fer

      Excluir