{Resenha} A Máquina do Tempo de H.G. Wells



'A Máquina do Tempo' apresenta a jornada de um cientista inglês a um mundo futuro, desconhecido e perigoso. O leitor irá acompanhar suas descobertas, seu deslumbramento e o horror que, aos olhos do viajante, aos poucos se anuncia. 



Alfaguara * 2010 * 145 páginas * Classificação 3/5








Uma viagem pelo tempo.

Li esse livro porque foi solicitado no curso que estou fazendo. Mas apesar de ser uma leitura “obrigatória” foi uma leitura que gostei. Bem obrigatória entre “”, pois eu podia escolher entre alguns livros, e esse foi minha opção. Eu precisava mesmo ler um clássico rs.

Realmente me senti como em uma viagem no tempo, afinal o livro data de 1895.
A história é sobre um cientista que cria uma máquina do tempo. E tenta fazer com que alguns amigos descrentes, acreditem em seu trabalho.

Em uma determinada reunião em sua casa, o cientista volta do que parece ser uma viagem no tempo e inicia sua narrativa, contando a seus amigos o que vivenciou nessa viagem.

Ele narra toda sua experiência em um futuro muito, mas muito distante mesmo. Ele avança no tempo mais de 800.000 mil anos.
Lá ele encontra duas “espécies” diferentes de habitantes, os Elois e os Morlocks. Não vou contar muitos detalhes, afinal o livro é curto e posso estragar algumas surpresas contando mais sobre o enredo.

O que posso dizer é que esse mundo futurista é de dar medo. A espécie humana já não é mais a mesma, se quer podemos acreditar que realmente ela ainda exista.
Os Elois são seres que apenas “vivem” sua existência sem nada saber do seu passado ou até de si mesmos.
E os Morlocks são seres que vivem no subterrâneo e eu realmente nem vou contar para vocês do que eles se alimentam, porque é de dar medo.

A história é leve e fluida boa parte do tempo. Mas confesso que em alguns momentos das descrições do cientista me achava meio perdida e precisava voltar no texto. Ou seja, em alguns momentos a leitura ficou meio cansativa e não me prendia.
Mas foi pouco, a forma como o autor conduz a história, seus mistérios e suspenses nos deixam ligados, curiosos e ansiosos pelo que será o seu fim.

E realmente o final me surpreendeu. Não é o final que gosto em livros, mas nesse enredo achei pertinente.
E o maior ponto positivo do livro, são os momentos de reflexão acerca da humanidade e nosso futuro – ou não – na terra.
Impossível não pensar se realmente a história apresentada, pode sim um dia se tornar real e nos tornarmos alguns daqueles seres que o cientista conheceu.
Eu gosto de livros assim, apesar de ficar muito assustada. O ultimo livro que me deixou com essas reflexões foi Inferno de Dan Brown. Mas o futuro de Wells é mais assustador. Digamos que o seu futuro seria um futuro bem distante do apresentado por Brown.

Enfim foi uma leitura agradável, mas não entra para minha lista de prediletos. Não sei se leria de novo.
Mas eu indico esse livro principalmente para quem gosta de ficção cientifica e viagens no tempo.


Beijosssss




4 comentários:

  1. Amiga que livro interessante, acredito que fãs de Distopias também adorariam a leitura.
    Parabéns pela leitura e pela resenha! ela ficou bem sincera e despertou minha curiosidade. Confesso que senti um pouco de frio na barriga pensando nesses novos seres e seus hábitos alimentares =\
    Enfim valeu pela dica de leitura!!! Beijos linda!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  2. Fe,

    Por um momento pensei que se tratava de uma obra que está em cartaz. De qualquer forma, gostei da resenha e me interessei pelo livro. rsrs

    Olha, quando puder, entra lá no blog, especificamente neste link que vou deixar, pois tem um presentinho por lá, dedicado a você e a Juny. Prepare o coração.

    http://simonepesci.blogspot.com.br/2015/03/daedm-fanmade-johnny-ana-por-simone.html

    Beijossssss,

    Si

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Si.

      Que legal, adoraria poder ver...

      Que? Surpresa° Ai meus sais, estou indo lá agora mesmo, sua linda.

      Beijosss
      Fer

      Excluir