Vamos falar de 50 tons de cinza, o filme!

Anastasia Steele (Dakota Johnson) é uma estudante de literatura de 21 anos, recatada e virgem. Uma dia ela deve entrevistar para o jornal da faculdade o poderoso magnata Christian Grey (Jamie Dornan). Nasce uma complexa relação entre ambos: com a descoberta amorosa e sexual, Anastasia conhece os prazeres do sadomasoquismo, tornando-se o objeto de submissão do sádico Grey.

Universal Pictures * 2015 * 2h05min * Classificação: 4/5







Coloque o preconceito na estante, deixe-o lá por algumas horas e depois, se quiser, pode pegar devolta, mas isso se você ainda tiver com os mesmos conceitos quanto ao filme 50 tons de cinza.

Pois é meus caros, eu resolvi deitar e apreciar um dos filmes mais polêmicos de 2015. 50 tons de cinza trás a história de Anastacia, uma garota que estuda literatura por ser "romantica", e se apaixona por um bonitão, dono de uma corporação, intitulada Greys House, que não sabe o que é o amor, pois como ele mesmo diz: "Eu não sei fazer amor, eu fodo, com força!" Achou forte? Não se sintam ofendidos, por favor, isso não é nada comparado com as maiores das preocupações de Anastacia.

O que dizer do filme? Eu achei simplesmente fantástico, divertido, e sim, com um ótimo contéudo para ser apreciado. A trama é muito bem trabalhada, talvez diferentemente do que a autora do livro E. L. James (2011)  não tenha conseguido fazer, e além de tudo é envolvente. Obviamente tem suas partes mais picantes, mas não chegam a ser de uma forma grotesca como muitos pensam, acredito realmente que o filme caiu nas mãos de uma boa direção, que tornou, o que seria um fracasso, em um fenômeno.

A seguir as considerações finais de 50 tons de cinza. 
Lembrando, se puder se inscreva no meu canal; é só você clicar aqui!


Um forte abraço, e vamos para a rápida análise do filme:


Marko Köell

0 comentários:

Deixe seu comentário