{Resenha} Quando Eu Me Amar de Natalia Moreno

Há escolhas que mudam toda a vida, e Sofia não sabe que caminho seguir.
Ela está dividida entre um novo amor e uma paixão de infância que acredita ser o homem da sua vida.
Quando os dois cruzam ao mesmo tempo o seu destino, o seu coração e a sua razão entram em conflito. Afinal, com quem vale a pena ficar? E como seguir em frente com toda a dor que traz do passado?

Rosa Rosé * 2013 * 89 Páginas * 3/5










Sofia é uma mulher sem nenhum tipo de amor próprio. Ela infelizmente é o reflexo de muitas mulheres por ai, que acham que precisam de alguém do seu lado para provar que são felizes, antes mesmo de até, encontrar a felicidade dentro de si própria. 

Ela nutre um amor de infância, pelo Bernardo Babaca, sim esse poderia ser o sobrenome dele. E ele também é o reflexo de muitos homens por ai. Que adoram aumentar sua lista de conquistas, pois através dela é que acham que podem se garantir como macho alfa de suas vidas. 


Sofia luta para conquistar um Bernardo, que se cansa dela, a cada momento. 

Até que ela conhece Vitor. Um homem atraente e com um caráter excepcional. Ela decide se dar uma chance de feliz. Mas Bernardo resolve aparecer novamente em sua vida. 


Sofia ira aprender da pior, ou no seu caso a única forma, a se amar de verdade. A olhar para dentro de si mesma e perceber o que seu coração verdadeiramente pode querer e precisar. Mas antes de trazer amor ao seu coração, ela precisa encontrar uma forma de amar a si mesma antes de tudo e qualquer coisa. 


Uma história muito reflexiva. 

Eu gostei muito, mas acho que poderia ter sido muito mais desenvolvida. Tinha muito conteúdo para isso. 

Quando me deparo com histórias pequenas como essa, ou até mesmo contos, eu acabo sempre na minha cabeça, criando mais do enredo. 

Assim aconteceu com a história de Natalia. Eu adorei, mas fiquei com aquele gosto de quero mais. Queria ver uma Sopia amadurecendo, mudando, se descobrindo e se realizando. 

O final foi o que eu imaginava mesmo, o que a protagonista no momento precisava, mas acho que todo aquele desenrolar, poderia ter nos levado a muitos outros caminhos. 

Mas é aquele tipo de história que nos faz pensar nos personagens e torcer para que tudo em seus caminhos tenha dado certo. E eu adoro isso.


Beijossss












7 comentários:

  1. Pense que esse tipo de mulher chega a me irritar, ela acha q só será feliz se tiver com uma pessoa ao lado, o que uma grande engano. Infelizmente existem muitas por aí.
    Bjos
    Lú Santana

    http://umdiiadesses.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. menos de 100 páginas? Realmente é um conto kkkkkkk
    Achei essa capa super feia e com certeza essa protagonista ia me irritar, kkkkk
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá blogueira(o),

    Ainda não tem o seu próprio marcador?

    Acesse o nosso site: http://loja.retratus.com.br/ecommerce_site/categoria_1405-1856_11656_Lembrancas-personalizadas-Marcador-de-paginas-personalizado

    e faça o pedido do seu marcador personalizado.
    Página do face: https://www.facebook.com/retratuslembrancas

    ResponderExcluir
  4. Olá!! A sensação de que poderia ser melhor desenvolvido é minha e de muitos outros leitores. O livro foi produzido em uma oficina de escrita por isso o número reduzido... Obrigada pelas palavras e concordo que o sobrenome do Bernardo deveria ser Babaca haha

    ResponderExcluir
  5. Oi Fer!!
    O problema da Sofia é muito comum entre as mulheres. Como querer amar outra pessoa sem se amar antes?
    Acho que só depois que começamos a nos valorizar é que as portas se abrem, caso contrário, sempre existirá um Bernardo para nos diminuir...
    Espero que ela tenha percebido isso a tempo!!
    Beijos!

    http://versosenotas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Sinceramente, nao fiquei empolgada para ler :/ nao sei se por possuir tao poucas paginas ou se mesmo a premissa do livro nao me prendeu! Parece ter alguns pontos interessantes, mas acho que eu nao gostaria muito da Sofia tbm.

    ResponderExcluir
  7. Pelo que li da resenha ( e da sinopse) o problema que a Sofia enfrenta é o memso que muitas mulheres enfrentam no dia a dia...só achei triste o fato de ter poucas páginas, gosto de livros bem grossos, kkkkkkkkk
    Mas quero ler! Rs

    http://www.detudopouco.com.br/

    ResponderExcluir