{Especial Nacional} Amores Literários & Personagens que Marcaram


Olá, pessoal!

Aproveitando o clima de amor no ar, resolvi falar um pouquinho sobre amores literários... Por causa do nosso especial, vou falar um pouquinho sobre os queridos maridos literários de obras nacionais. Para sonhar comigo, convidei as nossas queridas "loucas" integrantes do MpL!

Vamos conhecer os maridos de cada uma e saber o porquê das escolhas? Lembrando que isso não é poligamia, pois, infelizmente, eles não existem na vida real.
Calma... Não é só isso. Como bônus, vocês conhecerão as personagens femininas que marcaram cada uma das leitoras.

Fernanda
Meus amores literários nacionais. (aiii porque o Peeta não é nacional?)


William (Will) - Para Sempre uma Lembrança, de Dayane Neves.
William é o típico rapaz que atrai todos para o seu lado. As meninas querem namora-lo, os rapazes serem seus amigos, ou simplesmente ficar ao seu lado para ver se assim conseguem ter um pouco do seu “doce”. Ele é lindo, simpático, educado, amigo e mais que tudo, tem um coração enorme. É impossível não se apaixonar por ele.
Sabe aquela pessoa justa, que hoje em dia existem poucos por ai? Esse é Will. 
Bem deixo claro eu que jamais tiraria Will de Ash. Mas com certeza se eles não pertencessem um ao outro, eu iria querer Will para mim. Quando penso nele, penso naquele abraço onde somos envolvidos pelos seus braços e parece que o mundo todo foi esquecido, como se ali fosse um casulo protetor e mal algum pudesse trespassar. 


Andrew Gamberini (posso ter os três personagens principais só pra mim?) - série Foi Assim que te Amei, de Adriana Brazil. 
Andrew já é o tipo de homem doce, com uma calma e paz que alcançaria outros continentes. É assim que me sinto quando sinto sua presença. Sei que geralmente é o homem que deve proteger a mulher, mas Andrew desperta esse sentimento em nós. De cuidar, de proteger, de envolver em nossos braços e nunca mais soltar. Andrew desperta sempre o melhor que a nas pessoas. Ao lado dele conseguimos ser pessoas melhores e mais fortes. Como todos, ele tem seus defeitos, mas a pureza de seu coração e de sua alma, faz com que até mesmo os defeitos sejam esquecidos diante de tamanha bondade, tamanha força e até mesmo sua sensibilidade e porque não dizer momentos de fraqueza, afinal ele é humano, sempre nos fazem tirar o melhor da situação e de nós mesmos. Estar com Andrew é acreditar em milagres, é acreditar que o melhor sempre está por vir. É ter certeza de que mesmo depois de uma tempestade forte e avassaladora, vamos encontrar o sol mais brilhante atrás do arco-íris. 
E eu também jamais tiraria Andrew de Helen. 


Johnny - Dezesseis a Estrada para a Morte,  de Simone Pesci. 
O livro nem foi publicado ainda, mas como sou Beta já conheço Johnny e posso dizer ele seria meu, se seu coração não fosse de outra. 
Johnny é aquele rapaz bad boy, que exala força e encrenca por todos os poros. Mas sabemos que a maior parte disso tudo é simples fachada. Dentro dele existe um ser humano que quer gritar ao mundo o quanto quer ser feliz, o quanto quer se soltar de suas amarras. Ele é jovem, é lindo, é forte, mas essa força não esta somente em seu físico. Ele é forte em sua alma, em seu coração. Mas ao mesmo tempo em que é forte, ele também é frágil. No fundo o que ele mais quer é amar e ser amado, e ter isso em sua vida pode ser sua redenção e sua perdição. Ele faz de tudo por quem ama, não importa as consequências, e tudo nele é muito intenso. Nada que ele faz é calmo, com paz, é tudo com muita intensidade. Ele vive na intensidade. Seria difícil imaginar Johnny sentado em um sofá vendo um filme de amor com alguém em seus braços. Ele faz mais o estilo: - segure-se em mim e vamos conhecer o mundo na garupa da minha moto. Mas se você for a pessoa que ele ama profundamente, com certeza ele vai esquecer um pouco de quem é e só vai pensar em sua felicidade, em te amar como jamais imaginou ser amada. E se precisar destruir o mundo para estar ao seu lado, ele com certeza irá fazer. 

Personagens femininas que marcaram


Amie - Quero ser Beth Levitt, de Samanta Holtz
Quando penso em Amie penso em pureza. Uma alma pura, um coração puro. Amie é doce, meiga e com uma inocência como poucos tem. Ela nos faz desejar, e nos esforçarmos para sermos pessoas melhores. 
Amie não é o tipo de pessoa ingênua que não percebe a maldade. Não, ela sabe que está lá, mas ela prefere acreditar que a pessoa pode melhorar. Ela acredita no poder do amor, na fé nas pessoas, no amor ao próximo. Ela com certeza é uma pessoa que temos muito a aprender. Conviver com Amie é como conviver com um anjo. Você sente a paz, sente o amor, sempre ali presentes do seu lado, e você quer isso para você. Você deseja ser como ela, poder amar, aceitar mais o outro como ele é. Sem julgamentos, sem condenações. Você deseja ter mais amor no seu coração. 


Clara - Salvos pelo Amor, de Juliane Rodrigues 
Quando penso em Clara, logo me vem a cabeça duas palavras o perdão e o amor incondicional e desmedido pelo próximo. 
É impossível eu não pensar em Clara e não pensar em Amie e vice versa. 
Clara também possui um coração puro. Sem maldade. Ela é capaz de perdoar, de amar, sem esperar o mesmo em troca. Ela também nos faz desejar e lutar para sermos um ser humano melhor. 
Ela é o tipo de pessoa que está sempre disposta a ajudar o outro, mesmo que essa pessoa a tenha ferido, a tenha magoado. Precisamos de mais pessoas assim. Precisamos nos esforçar para ser uma pessoa assim.
Clara não se importa com o exterior da pessoa, ela olha o coração. Ela sabe que é o amor, a bondade e a gentileza que trazem a felicidade. 
 Lindsey Shaw (Clara por mim rs)


Helen - série Foi Assim que te Amei, de Adriana Brasil
Helen nos ensinou que o amor de verdade não é um amor para os momentos fáceis, para um rostinho bonito. O amor de verdade é realmente o amor na saúde e na doença, na alegria e na tristeza. 
Helen é assim, ela ama porque ama, simples assim. Não precisa de razões nem de explicações. Seu coração ama e recebe amor de uma forma verdadeira sincera. 
Helen é muito humana. Ela erra, se arrepende, ela comete falhas, muitos erros, mas sabe que precisa reconhecer. Ela se afunda em um abismo, mas sabe que precisa levantar. 
Ela nos ensina a amar, a ter força, mesmo quando tudo o mais parece desabar. E ela também nos ensinou que o amor verdadeiro, aquele que vai ser eterno, não enquanto dure,mas por todo o sempre, esse amor, também não tem olhos. Ele não vê, ele só sente. É um amor que só vê pelos olhos do coração. 

Ceci
Oiiiiii
Agora é minha vez de falar dos personagens que me encantarão no meu coração ou para casar ou para ser um deles.

Para Casar...

Ricardo - Renascer de um outono, de Samantha Holtz
O personagem eu defino ele como o amigo, o cara que pensa em você em primeiro lugar que quer te ajudar, o Ricardo é um homem trabalhador que ama sua filha, um homem carinhoso que se preocupa, antes de tudo ser o homem que você se apaixona ele é teu amigo que sempre vai estar no seu lado. 






Alec Adams - Profundo Amor, de Janice Diniz
Eu posso querer um personagem para casar mesmo ainda não ter terminado de ler o e-book?
Sim eu posso rsrs.
Alec Adams um cowboy lindo e charmoso (eu adoro cowboys, então eu sou muito suspeita para falar né?). Mas então, Alec um homem trabalhador, protetor, carinhoso, simples, humilde, sexy e selvagem nas horas certas.  Um excelente pai que sempre quer o melhor para sua filha, protetor com todos ajuda sempre, é um homem que fica quieto na dele, mas que conhece a vida. Ele é um homem maduro que sabe o que quer da vida, já desfrutou a sua adolescência passando por dificuldades, mas sabe desfrutar da vida e sabe ter pé no chão. 

Para ser...


Sofia - Perdida, de Carina Rissi
Sabe aquela pessoa que é desorganizada, atrapalhada, tem temperamento forte, e o jeito dela é engraçado, um pouco desastrada e viciada na tecnologia? Essa é Sofia, uma personagem que é tudo isso, mas tem um coração grande, uma grande amiga, que é apaixonada por livros de romance e se encanta com as estórias, mas não acredita em casamento até encontrar Ian...  Eu gosto de Sofia por que ela é determinada ela vai atrás do que ela quer, não desiste, que se adapta (mais ou menos rsrsr) por que ir para 1830 viver lá naquela época é difícil. Mas vale muito a pena por que ela aprendeu a amar...




Amie - Quero ser Betty Levitt, de Samantha Holtz
A nossa querida personagem Amie, essa personagem ela tão linda e tão humilde. Amie passou por situações difíceis na vida e mesmo assim não teve rancor, ódio ou orgulho. Uma pessoa de bem com uma pureza no meu coração que me encanta, eu gostaria de ser essa linda personagem por essas lindas qualidades que é tão difícil nós termos nos dias de hoje.  





Van

Rodrigo  - As Batidas perdidas do Coração, de Bianca Briones
Ele é o típico riquinho (não muito mimado), que pensa solucionar tudo com dinheiro. 
Mas resolver problemas com esse dinheiro, ajudar quem precisa e quem ele ama, tem
um coração bom e na sua insensatez pode ser o mais sensato de todos. Só que esse coração tem um amor (meio) platônico, e de tanto levar fora por ser “moleque” aos olhos da mulher amada. Então,um pouco cansado disso ele se diverte com outras mulheres e em baladas.
Esse “Moleque” eu quero pra mim!!!

Ricardo – Renascer de um Outono, de Samanta Holtz
O amor que nasce de uma amizade? A pessoa que te conhece, que sabe te ler, que te ajuda, conhece seus segredos e defeitos. Um Homem responsável, fofo, legal, alegre, protetor, independente e lindo (muitos suspiros para esse homem lindo, até aplausos).  Ele é tudo isso... é completo, um sonho! 

Branca – As Batidas Perdidas do Coração, de Bianca Briones
Ela não tem um filtro entre o cérebro e a boca, já é um ponto pra mim. Sincera pra caramba!
A maioria das vezes machuca, mas fala o certo. Tem que doer sim... ela fala o que todos pensam e não tem coragem.
Além de ser alegre, divertida e quando tem uma situação maluca para resolver e todos ficam com receio, ela vai lá “toca o foda-se” e pronto, tudo certo! Descomplica o que não seria complicado, se pensássemos menos no que os outros vão achar. Fora a combinação explosiva de gênio forte e língua afiada. Da sua maneira ela é uma mulher forte.

Capitu – Dom Casmurro, de Machado de Assis
Representando as fases de Capitu, pois desde muito jovem é de uma presença quase inexplicável. Maria Capitolina Santiago desperta inveja nas mulheres (e fofocas) e atrai olhares de admiração (desejo) nos homens. Sua personalidade é forte e super envolvente, ela é um mistério e sempre será. Ninguém sabe ao certo quem foi Capitu, o que ela fez, podem até criar hipóteses, mas Capitu é dúvida. Admiro seu jeito talvez meio “imoral”, o qual consegue tudo o que quer com seus famosos “olhos de cigana oblíqua e dissimulada”

Karol
Chegou a minha vez de mostrar alguns dos meus amores nacionais e as personagens que me marcaram... Vamos ver?



E então, gostaram?
Espero que sim...

Karol Zepon

3 comentários:

  1. Que lindoooo. Ver Will citado por você Nanda! Muito feliz. Tem personagens que eu amo ai também. Richard do livro Não Pare da Pepper eu casaria, definitivamente kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Ainnnn, o nosso Johnny por aqui. \o/ E olha que o mundo nem o conheceu ainda.
    Fe, você só errou numa coisa. Por fim: - segure-se em mim e vamos conhecer o mundo no meu Opala azul metálico. Obrigada! Obrigada! Obrigada!

    More, obrigada pela força de sempre!

    Beijosssss

    Si

    http://simonepesci.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Queridas Fer, Karol, Ceci e Van...

    Ameiiiiiiiiiii o Especial Nacional Amores Literários! As escolhas de vocês estão liiiindas :D Sofia (Perdida), Helen (Outono de Sonhos) e, claro, que alegria ver tantos personagens meus aqui como mulheres admiráveis e homens para casar!!! <3

    Ricardo, pra variar, disparado na lista, né? Mariane não poder ler esse post, ela ficará furiosa kkkkk <3

    Fiquei muito feliz em ver Amie, Ricardo, Chris, Bernardo e Caroline por aqui :)

    Beijos no coração de todas e muito obrigada,
    Sam

    ResponderExcluir