{Especial Nacional} Cinema Nacional Parte III





E agora vamos conhecer alguns filmes nacionais que estrearam esse ano (2015), que você já pode assistir no conforto de sua casa. Anota aí que tem muitos filmes bons e para todos os gostos... vamos valorizar nossa cultura!







Loucas Para Casar

Malu (Ingrid Guimarães) tem 40 anos e trabalha como secretária de Samuel (Márcio Garcia), o homem de sua vida. Apesar de estarem namorando há três anos, não há o menor indício de que um pedido de casamento esteja por vir. Um dia Malu percebe que faltam algumas camisinhas no estoque pessoal do namorado e logo deduz que ele tem uma amante. Após contratar um detetive particular, ela descobre outras duas mulheres na vida de Samuel: a dançarina de boate Lúcia (Suzana Pires) e a fanática religiosa Maria (Tatá Werneck). É claro que as três irão disputar a preferência do amado.
Esse não teve erro no elenco, muito engraçado... recomendo!









Entre Abelhas
Bruno (Fábio Porchat), um editor de imagens recém-separado da mulher (Giovanna Lancellotti), começa a deixar de ver as pessoas. Ele tropeça no ar, esbarra no que não vê, até perceber que as pessoas ao seu redor estão ficando invisíveis. Com a ajuda da mãe (Irene Ravache) e do melhor amigo (Marcos Veras), ele tentará descobrir o que se passa em sua vida. Logo que se fala em Fábio Porchat, pensamos "Lá vem comédia". E esse filme não deixa de ser uma comédia, mas uma comédia que trata de uma assunto delicado, a mente humana, o bloqueio, o que acontece. É uma filme super interessante, você dá risada, mas não deixa de se perguntar o por quê de tudo isso acontecer com o protagonista.









Depois da Chuva

No ano de 1984, quando a ditadura militar se enfraquece, dois jovens baianos de 16 anos começam a perceber que estão vivendo uma fase importante do país. A descoberta do contexto político, com as eleições diretas para Presidente, mistura-se às descobertas sexuais e ao fim da adolescência.
Para pessoas que gostam de história, drama e realidade!













Amor, Plástico e Barulho

Shelly (Nash Laila) é uma jovem dançarina que tem o grande sonho de se tornar cantora de Brega (estilo musical popular do nordeste brasileiro). Ela entra para o show business em busca de fama e fortuna mas, inserida em um mundo onde tudo é descartável, incluindo o amor e as relações humanas, ela vai encontrar grandes dificuldades para atingir a fama. Seguindo os passos de Jaqueline (Maeve Jinkings), sua companheira de banda e musa inspiradora, ela pretende virar uma grande cantora de música Brega.








Cássia Eller
Cássia Rejane Eller. Cássia Eller. Cássia. Uma poderosa força inquieta no palco, a timidez em pessoa fora dele. Um dos grandes nomes da música brasileira, Cássia Eller marcou a década de 1990 e chocou o país com sua morte precoce, em 2001. Um filme sobre a cantora, a mãe, a mulher que expôs sua vida pessoal e rompeu barreiras, deixando um belo legado social e artístico.
Documentário do começo ao fim. Contado por amigos, artistas, todos que estavam "perto" da cantora, pessoa, mãe e mulher quem foi Cassia! Quem gosta de Cássia Eller, vai amar esse longa. Aliás, quem gosta, não pode perder...










A História da Eternidade
Alfonsina (Débora Ingrid) tem 15 anos e sonha conhecer o mar. Querência (Marcélia Cartaxo) está na faixa dos 40. Das Dores (Zezita Matos) já no fim da vida, recebe o neto após um passado turbulento. No sertão compartilham sobrenome e muitos sentimentos. Amam e desejam ardentemente.
E entre todos os filmes nacionais, pelo menos um não escapa do sertão. Mas esse é diferente. Sua produção é espetacular.











Superpai

Diogo (Danton Mello) é um adolescente tardio, que reluta em sucumbir à vida adulta. Casado com Mariana (Monica Iozzi), ele vê a chance de resgatar a popularidade dos tempos de escola quando a turma resolve se reencontrar em uma grande festa para marcar os 20 anos de formatura. Acontece que no dia D, a sogra sofre um acidente que tira a esposa dele de casa, e Diogo terá que cuidar do filho pequeno. Para não perder a comemoração – e a chance de “pegar” uma antiga paixão do colégio – ele resolve deixar o filho em uma creche noturna. Na hora de pegar o menino de volta, porém, ele acaba levando uma criança coreana por engano. E Diogo vai viver altas confusões ao longo de uma noite ao lado dos amigos César (Antonio Tabet), Nando (Thogun Teixeira) e Júlia (Dani Calabresa) para recuperar o filho. E o prestígio.
Muito Hollywoodiano... Quem gosta do estilo “Se beber, não case” misturado com "Uma noite fora de série" vai gostar desse filme. Você ri sem querer das muitas situações inusitadas e surreais.









Casa Grande

Sônia (Suzana Pires) e Hugo (Marcello Novaes) são da alta burguesia carioca e levam uma vida bastante confortável. Aos poucos vão à falência, mas ninguém sabe de seus problemas financeiros, nem mesmo o filho Jean (Thales Cavalcanti), que faz de tudo para se desvencilhar dos pais superprotetores. Para se manter, o casal corta despesas e ele, que só se preocupava com garotas e vestibular, enfrenta pela primeira vez a realidade. Filme cabeça! (Ou sem pé nem cabeça)








Até o final desse mês teremos mais indicações de filmes nacionais que já estão disponíveis em DVD e se surgir novidades, lógico que informaremos! Agora só a pipoca e pronto... inverno feliz!


Fontes: Adoro Cinema / Youtube



2 comentários:

  1. Dos filmes citados, assisti "Entre Abelhas" e "Loucas para Casar", inclusive falei um pouquinho deles no meu blog aqui: http://chegadetalvez.blogspot.com.br/search/label/Cinema . Sou suspeita para falar, pois adoro filmes nacionais e acredito que muita gente acaba perdendo entretenimento bacana por causa do preconceito. Adorei o post é sempre bacana divulgar um pouquinho do que o nosso país produz.

    ResponderExcluir
  2. olá, tudo bem?
    Ainda não assisti nenhum desses filmes, mas pelas sinopses, gostaria de ver "Loucas Para Casar", "Depois da Chuva" e "Cássia Eller".
    Acredito que o cinema nacional vem ganhando espaço, e isso é muito bom.

    [Último dia] PARTICIPE DA PROMOÇÃO "1 ANO DO BLOG"!

    ResponderExcluir