{Primeiras Impressões} Dez coisas que aprendi sobre o amor de Sarah Butler

Por quase 30 anos, quando a brisa de Londres torna-se mais quente, Daniel caminha pelas margens do Tâmisa e senta-se em um banco. Entre as mãos, tem uma folha de papel e um envelope em que escreve apenas um nome, sempre o mesmo. Ele lista também algumas coisas: os desejos e o que gostaria de falar para sua filha, que ele nunca conheceu. Alice tem 30 anos e sente-se mais feliz longe de casa, sob um céu estrelado, rodeada pela imensidão do horizonte, em vez de segura entre quatro paredes. Londres está cheia de memórias de sua mãe que se fora muito cedo, deixando-a com uma família que ela não parece fazer parte. Agora, Alice está de volta porque seu pai está morrendo. Ela só pode dar-lhe um último adeus. Alice e Daniel parecem não ter nada em comum, exceto o amor pelas estrelas, cores e mirtilos. Mas, acima de tudo, o hábito de fazer listas de dez coisas que os tornam tristes ou felizes. O amor está em todas as partes desta história. Suas consequências também. Sejam boas ou más. Até que ponto uma mentira pode ser melhor do que a verdade?

Novo Conceito * Degustação 28 páginas * 2015 *Classificação 5/5


A Novo Conceito disponibilizou para degustação, vinte e oito páginas de um novo lançamento. Lançamento esse que promete emocionar e encher de amor os leitores.

A história, narrada por dois personagens diferentes, mas que eu acho (só acho) que já consegui desvendar qual será a ligação entre eles. É uma história linda. Um drama que promete nos fazer refletir sobre muitas coisas em nossas vidas, principalmente sobre nossas famílias, amores perdidos e o que realmente significa o amor em todas as suas formas.

Alice e Daniel narram suas vidas, seus dramas, seus sonhos e suas perdas ao longo do caminho.
Cada capítulo é iniciado com uma lista, e através dessas listas podemos conhecer um pouco mais de cada um e já nos sentimos mais próximos a eles.

Alice está enfrentando a dor de perder mais uma pessoa que ama, e o sentimento de culpa parece fazer parte de sua vida.

"Uma vez que tenha me apaixonado, acho quase impossível me de­sapaixonar; aprendi isso sobre mim mesmo. Não é algo que torne a vida mais fácil."

Daniel enfrenta a dor de nem ao menos ter conhecido a pessoa que ele mais deveria amar no mundo.

"Sou um velho de coração meloso, não há outra maneira de descrever. E a verdade é que me sinto mais em casa aqui — à beira do rio, onde há lama e confusão — do que nos quarteirões chiques como o do Tube, com suas telas reluzentes e seus seguranças. "

Ambos com certeza vão aprender e ensinar muito sobre o AMOR.
Então não vejo a hora de poder ler toda essa história.
Achei a escrita tão doce. A sensação que temos é de ler um diário onde nos sentimos totalmente conectados com quem o escreveu, como se viajássemos através da história e fossemos um espectador observando esses dois seres em sua jornada.

A capa é lindaaaaa e nos transmite uma sensação de paz. A diagramação de seguir as páginas da degustação são perfeitas e a cada capitulo parece que estamos ganhando um novo presente.



Agora a minha listinha de 10 coisas que sei sobre o amor

  1. Eu aprendi que sobre o amor só se aprende sentindo;
  2. Que o amor acontece em várias formas;
  3. Que o amor supera todas as barreiras e todos os obstáculos;
  4. Que ele pode ser um pouco doloroso, mas no final sempre nos ensina a ser feliz;
  5. Que não se pode viver sem ele;
  6. Que se pode amar, mesmo sem conhecer o fruto amado;
  7. Que o amor nos muda e transforma, e sempre para melhor;
  8. Que o amor, a esperança, os sonhos e os sacrifícios, andam lado a lado;
  9. Que sim, existe amor á primeira vista;
  10. E que o amor é sempre maior que tudo. Maior até do que eu mesma.

Espero que possam gostar e apreciar essa história com toda a beleza que ela promete.

Beijoss


0 comentários:

Deixe seu comentário