{Resenha} Prometo Falhar de Pedro Chagas Freitas



Prometo Falhar é um livro que fala de amor. O amor dos amantes, o amor dos amigos, o amor da mãe pelo filho, do filho pela mãe, pelo pai, o amor que abala, que toca, que arrebata, que emociona, que descobre e encobre, que fere e cura, que prende e liberta. Em crônicas desconcertantes, Pedro convida o leitor a revisitar suas próprias impressões sobre os relacionamentos humanos.

A linguagem fluida, livre, sem amarras, faz querer ler tudo de uma vez e depois ligar para o autor para terminar a conversa . Medo, frustração, inveja, ciúme e todos os sentimentos que nos ensinaram a sufocar são expostos sem pudores. Mergulhe de cabeça numa obra que mostra que é possível sair ileso de tudo, menos do amor. Você escolhe a ordem em que vai ler as crônicas do jovem escritor que tem 21 obras publicadas e é sucesso de vendas em Portugal.
*Novo Conceito *2015 *400 páginas *Classificação 5/5



Prometo Falhar foi o livro mais vendido de Portugal em 2014, com mais de 100 mil cópias vendidas na edição portuguesa. Pedro Chagas Freitas é a inovação que chega ao Brasil, criando altas expectativas com sua escrita. 
O escritor Pedro Chagas Freitas




Quando gostamos muito de um livro fica difícil resenhar. “Prometo Falhar” é um desses.

No momento que o peguei e folheei meu primeiro pensamento foi: “O que é isso? Tudo menos um livro! São contos? Um romance? São crônicas?”, pensei que também ficaria perdida ao ler e confesso que fui um pouco preconceituosa. 
Como iria ler um livro até então diferente de tudo que já vi?! Já fui com a certeza de odiar e largar no meio ou até mesmo nas primeiras páginas, porém foram essas primeiras páginas que me conquistaram, aliás, a primeira frase:


"Comecei a amar-te no dia em que te abandonei."


O livro não é divido por contos, nem capítulos, é inovador... são cenas (como o próprio escritor revela ao se descrever), essas encantadoras. 



É uma leitura leve, gostosa, com frases, parágrafos inteiros de pura inspiração. E uma das coisas mais interessantes e que contradiz com o leve, é o fato da delicadeza que o escritor joga a realidade para você refletir. Pedro Chagas Freitas te presenteia com o amor, amor de amante, amor de mãe, amor de pai, amor de filho, de avô, de avô, de amizade, amor que cura, amor que abala, destrói. Resumindo: o livro é puro amor.



Pedro Chagas te leva do sorriso às lágrimas virando apenas uma página. É o amor exposto, é o amor romântico e quem disse que é perfeito? O amor é o mais perfeito na sua imperfeição, a cada “cena” descrita por Pedro, você se vê ali, você se apaixona mais e mais pelo SER humano.
“O Amor faz tanta tanta coisa, mas não faz sentido”


Arrisco-me a dizer que é um livro que conta curtas histórias emocionantes na mais pura simplicidade do cotidiano. E arrisco-me ainda mais em dizer que cada cena/conto, ficaria perfeito em uma releitura no teatro. Sim! O livro é inspirador!(pois o amor acontece quando desistimos de ser perfeitos)

Com certeza um livro para ter na cabeceira da cama. Abrir naquela página onde você marcou sua frase preferida, para arrancar um sorriso do seu rosto e aliviar o coração.


Agora entendo porque “Prometo Falhar” é sucesso de vendas em Portugal e com certeza será no Brasil. Com sua linguagem diferenciada, poética e desconcertante.

“A Vida é curta demais para perdemos tempo a gastar energias em algo que não envolva o amor”


Depois disso posso dizer que me apaixonei e que vou reler esse livro. E espero outros de Pedro Chagas Freitas no Brasil. Aliás, ele virá para o Brasil em Setembro. Aguardem!! Eu estou ansiosa... (e apaixonada pelo Pedro).












6 comentários:

  1. Quando ele saiu cá em Portugal eu comprei logo, mas entretanto emprestei a uma amiga e ela ainda não devolveu :(
    Beijo
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas Jéssica, isso não pode acontecer!
      Vá atrás da sua amiga... esse livro é ótimo rs

      Beijos

      Excluir
  2. Já tem tantos comentários bons sobre este livro, e ai vem você com mais este, escorrendo amor por todos os lados, sinto cada vez mais que preciso ler este livro!

    vicioseliteratura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sinceramente me surpreendi, fiquei com receio... preconceito mesmo ao folhear. mas depois que comecei a ler e entender, já me apaixonei.
      Diferente de tudo que já li...

      Beijos

      Excluir
  3. Nossa mais um para a lista! Van, vc conseguiu despertar o meu interesse em conhecer esse autor, o seu trabalho que fala de amor de todas as formas e maneiras. Linda a sua resenha, parabéns!!!!
    Bjos
    Lú Santana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu recomendo a dar uma, duas, infinitas chances para esse livro!
      Pois ele fala de amores que surgem no dia a dia, que acontece em momentos tão rotineiros, que passam sem percebemos.
      A visão dele sobre todos as formas, tipos, variações de amor... pode ser a nossa visão!

      Então, se joga!! kkkkkkkkk

      Beijos e obrigada

      Van

      Excluir