Um dia na Bienal do Rio 2015


Do dia 3 ao dia 13 de setembro aconteceu a Bienal do Livro no Rio de Janeiro, e eu tive a oportunidade de poder passar um dia naquele mundo de sonhos...

Essa foi a minha primeira Bienal do Rio (e segunda Bienal geral, já que fui na do ano passado em São Paulo rs), e eu nem estava ansiosa pra ir (mentira, estava muito ansiosa sim! rs)

Depois de conseguir as férias para o tão sonhado mês de setembro, a oportunidade de conhecer a Bienal foi ficando mais real para mim.
E com a certeza na cabeça, vieram a lista (imensa) dos livros e o meu rascunho de autores e estandes que queria visitar.

E no dia 5 de setembro, lá estava eu e uma amiga que também gosta de ler rumo a Bienal. Uma turista de São Paulo e a outra de Jundiaí tentando se encontrar nos ônibus cariocas (uma comédia essa parte)... Depois da jornada de descobertas do transporte público do Rio, chegamos ao tão sonhado mundo de sonhos, conhecido como a Bienal do livro.

Eu fiquei encantada com o lugar e tamanho do espaço. Já que o evento do Rio é bem dividido em três galpões enormes (sou do interior, então dá pra imaginar a cara da criança aqui quando chegou lá né? rs). E sim! Eu tive que conter pulos de alegria e a vontade de sair correndo pelos corredores e explorar tudo por lá (rs)



Estande da Novo Conceito arrasando na Bienal!
E é claro que eu tinha que tirar uma foto entre as páginas de um livro, literalmente.





A primeira autora que vi por lá foi a querida e talentosa Bianca Briones. De São Paulo pro Rio pra prestigiar essa autora incrível no lançamento do seu novo livro "A escolha perfeita do coração"
Livro que já li e está lindo demais!!!
A estande do Grupo Editorial Record também estava linda, super organizada e cheia de livros incríveis (tive que me conter um pouco nessa parte rs)







Maurício Gomyde sendo sempre simpático.
Entrei na estande da Intrínseca procurando ele e o seu livro, e acabei encontrando-o ao lado do livro.
Afinal, se eu achar o autor primeiro, com certeza acharei o livro em seguida (rs). 
Super ansiosa pra ler esse livro. Já li dois livros do Maurício e adorei a narrativa e as histórias, e tenho certeza que esse livro será "surpreendente" em minhas leituras futuras.











E o que falar desse autor que admiro tanto?Pedro Bandeira foi o primeiro autor de livros que li.
O livro "A marca de uma lágrima" é um dos meus livros favoritos há mais de 10 anos.
Encontrar com esse "kara" é sempre uma grande emoção.




Uma passada na estande da Novo Conceito (que arrasou na decoração e estrutura) para rever o autor e agora editor Felipe Colbert.
E assim garantir os autógrafos de "Ponto Cego" (Que livro é esse??!! A história é ótima e a narrativa super talentosa!) e também adquirir o seu mais novo lançamento.
Porque os livros do Felipe Colbert é "para continuar" sempre lendo!













Ainda na estande da Novo Conceito, reencontrei também a carismática Vanessa Bosso e saí de lá com o seu lançamento em mãos.
Ansiosa pra ler esse livro, mas já aposto que vou adorar.
Já li o livro "O homem perfeito" e me diverti muito com a história e a narrativa.









Uma autora que "esbarrei" na estande e adorei encontrar foi a Laury Alves.
Autora do livro "Bodas de Cristal" (Ah! Esse livro é tão lindo! Suspiros eternos)
Podemos conversar um pouco e falar dos seus personagens masculinos lindos (rs)
Estou tendo a grande oportunidade de betar alguns dos seus trabalhos, e sempre fico encantada com a narrativa da Laury que consegue fluir tão facilmente para quem lê.











Eu estava com vontade de ler esse livro "Azar o seu!" há muito tempo.
Então, aproveitei a oportunidade de que a autora Carol Sabar estava por lá, e adquiri o meu exemplar autografado.
A Carol é super atenciosa e simpática.
A atenção que ela dá para cada leitor é de se encantar.
Ansiosa pra conhecer essa história.






Visita garantida na estande da Novo Século para dar um abraço nessa autora tão querida!
E pra pegar um exemplar do seu livro para uma amiga que não pode ir (Fer, esse livro é pra você).
Os livros da Babi A. Sette são lindos e conquistaram o posto dos meus favoritos já lidos!
Além de ser uma pessoa super fofa e atenciosa. É sempre uma alegria reencontrá-la



A Bienal além de ter escritores, blogueiros, leitores... Tem também os vendedores que trabalham nas estandes.
E esse cara aí da foto é o vendedor mais simpático que já conheci.
Pablo sempre sorrindo e te indicando livros (o que pra mim é um problema, porque a minha lista de desejados sempre vai aumentar rs).
Tive a oportunidade de conhecer essa figura na Bienal de São Paulo do ano passado e reencontrá-lo na desse ano.
Vai ser os reencontros das Bienais daqui pra frente (rs)







Eu ganhei o livro "Diário Póstumo de Charlotte" de uma amiga muito querida (Obrigada, Mari!)
E é claro que eu tive que passar esse livro na frente da lista pra ler e comentar depois com ela.
E essa história me surpreendeu e me cativou tanto, que é claro que eu tive que procurar pelo autor na Bienal e falar isso pessoalmente.
O Jairo Sarfati, além de escrever muito bem, é uma pessoa muito simpática que adorei conhecer nessa Bienal.











Daí o livro "Não Olhe!" é lançado, e é claro que eu marquei presença na editora Valentina para pegar o segundo livro dessa trilogia arrepiante e de morte (literalmente rs).
Já li o primeiro livro e adorei o mundo mágico da história e já estou ansiosa aguardando o último livro da trilogia.
E como sempre, a FML Pepper foi de uma simpatia ímpar, sempre sorridente e atenciosa, que dá pra sair da estande sorrindo momentos depois de encontrá-la.










A Tammy Luciano é sempre tão simpática!
Daí ela olha pra mim e fala: "Essa leitora sempre que tem evento em São Paulo, ela vai."
Como não sorrir quando um autor que você admira tanto te reconhece (fico até boba com isso rs)
Já li todos os livros da Tammy e adoro todos eles. Sua narrativa sempre é gostosa de ler.
O seu mais novo livro vai ser uma das minhas próximas leituras, e algo me diz que vai ser um "escândalo" de bom livro!



Alguns dias antes da Bienal, pesquisando sobre livros na internet (faço isso quase sempre, por isso que a lista de desejados nunca vai diminuir rs), encontrei esse livro "O  garoto quase atropelado" e me encantei muito pela sinopse.
E claro que a Bienal foi o evento perfeito para comprar e conhecer o autor desse livro que esta quase gritando aqui para ser lido (rs).
E o Vinícius Grossos é muito simpático e me deixou com ainda mais vontade de conhecer a história desse livro.









Conheci a Marcia Rubim na Bienal do ano passado, onde comprei os seus dois primeiros livros.
E como esse ano teve o lançamento do terceiro livro da série, é claro que eu tive que passar lá pra buscar.
E todas as vezes que encontrei com a Marcia, ela foi super atenciosa.




 E o que falar da Bianca Carvalho?
No final do ano passado, ela veio pra São Paulo para um evento e eu fiz uma correria pra chegar a tempo, mas quando cheguei na livraria descobri que ela tinha acabado de ir embora.
Então, fui pro metrô pra pegar o meu caminho de volta pra casa. E quem é que eu encontrei na fila do metrô? Sim!!! Ela mesma.
Foi o melhor encontro literário sem ser em ambiente literário que já tive.
E é claro que eu tive que encontrar e abraçar ela depois desse episodio (dessa vez o encontro foi em ambiente literário rs).
Eu simplesmente adoro os livros da Bia! Todos eles entraram pra lista dos meus favoritos.
São histórias que recomendo e vou recomendar sempre!





Saldo final da Bienal!
Não comprei todos os livros da lista, pois dei prioridade pros livros que os autores estavam presentes.
Já que eu estava um pouco receosa com o peso da mala na hora de voltar embora (rs).
Agora, todos os livros estão devidamente instalados na minha estante e estão esperando a sua vez para serem lidos.











O que é a Bienal se não tiver os reencontros de amigos literários?
Conheci a Lú Santana na Bienal de São Paulo do ano passado, e desde aquele momento fizemos uma amizade enorme, criamos um grupo com outras amigas queridas e conversamos praticamente todo dia pelo WhatsApp.
E nesse ano deu pra nós duas nos reencontrarmos.
Esse é o momento que uma pessoa da Bahia e outra de São Paulo se reencontram no Rio de Janeiro.
Essa é uma das provas que a amizade consegue ser mais forte que a divisão geográfica do Brasil!




Bem nesse caso em particular não foi bem um reencontro, já que ela foi comigo de São Paulo pro Rio (rs), mas foi a que me acompanhou nesse dia de sonhos, que me ajudou a levar o peso de livros sem reclamar e nem fazer cara feia (aplausos, por favor rs).
Por isso que falo que amigos literários sempre são importantes. Fizemos faculdade de Artes Cênicas juntas e começamos a conversar exatamente por causa de livros (na época foi a saga Crepúsculo).
E de 2010 até hoje, mesmo após o fim da faculdade, temos o gosto pelos livros em comum.
Então, senhorita Cybele Ferraz, muito obrigada pela companhia por não reclamar da criança aqui que quase surtou de felicidade por lá, por suportar minhas crises de medo do avião (tenho medo de altura e ainda não consigo me acostumar que um negócio pesado daquele consegue voar rs), obrigada por ter corrido atrás do ingressos e das passagens. Obrigada pela ótima lembrança que irei guardar.
E mais importante ainda, obrigada pela sua amizade!


Bem galera, esse foi meu resumo do meu dia de Bienal. Foram 8 horas de alegrias que serão lembradas pra sempre.
Espero que tenham gostado.
Boas leituras sempre!!!
Beijos,

4 comentários:

  1. Sou de Portugal e tenho um enorme sonho de ir à Bienal, por isso adoro ler os relatos das pessoas que lá foram. Gostei muito do post.
    Um beijinho
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  2. Aninha, você não tem ideia de como me sinto feliz ao ser mencionado de forma tão carinhosa em um post como esse! Que venham então mais eventos e mais encontros assim. Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Está perfeito... Punk arrasou nas escolhas.
    amooo

    ResponderExcluir
  4. Oi,Aninha! Ficou muito lindo o post sobre o seu dia na Bienal. Suas escolhas para os livros foram maravilhosas e nem falo que adorei te reencontrar, meu dia ficou mais que especial!! Também adorei conhecer e Cybele!! Com fé em Deus nos reencontraremos na Bienal de São Paulo!!!!
    Beijos
    Lú Santana

    ResponderExcluir