{Resenha} Jardim de Escuridão de Bianca Carvalho

"Todo dom pode ser uma bênção ou uma maldição..."
Quando Faith Connor recebe uma carta deixada por sua avó, após a morte da mesma, contendo um último pedido, ela não esperava que sua vida ganharia um rumo inesperado.
Detentora de um dom especial de compreender as flores, cujos significados lhe fornecem visões de acontecimentos futuros, ela atende o pedido da avó, levando uma flor especial a seu túmulo e acaba conhecendo Rowan Allers, um homem atormentado pela morte da irmã, assassinada por um serial killer.
Sentindo uma estranha conexão com aquela história, Faith o ajuda a investigar, sem nem saber que seus destinos estavam ligados de forma perigosa e até fatal.
Era Eclipse * 2012 * 308 Páginas * Classificação 5/5


Como você descreve um livro que te deixou fascinada, encantada e totalmente envolvida com a história?

Quem me conhece sabe como eu amo livros policiais, com crimes, investigação, perigo... Sim, eu tenho uma queda por histórias assim, diria uma grande queda rs. Afinal livros assim foram quase os primeiros a me encantar.

“É o chamado efeito borboleta; uma ação aparentemente simples pode modificar o curso das coisas.”

Eu ganhei Jardim da Escuridão de presente de uma amiga que mais do que ninguém sabe e bem até demais o meu gosto. Confesso que já havia visto o livro pela blogosfera, mas não dei tanta atenção honestamente por achar que se tratava de terror. Oh santa ignorância, nada a ver rs.

A história é um romance, com um toque perfeito de policial e porque não dizer até um pouco de sobrenatural (mas nada sobrenatural ligado ao terror, e sim aquele tipo de dom que algumas pessoas têm de “prever” ou sentir algo relacionado a futuro, presente, ou até mesmo passado.)

Faith, Cailey e Tatianna perderam sua querida avó. Ela era toda a família que ainda restava, fora elas três. Sua avó era o porto seguro e todo o amor que elas tinham.

Mas Faith já está acostumada com as perdas em sua vida, principalmente das pessoas que ama. Além de todos os que perdeu ao longo de sua infância, a alguns meses seu marido faleceu e ela resolveu trancar todos os sentimentos em seu coração e resolveu que viver o mais solitária possível era a melhor forma.
Ela ainda ama sua irmã Cailey e sua prima Tatianna, mas não sabe mais como ser feliz.
Então ela recebe uma carta pós morte de sua querida avó.
Todas as mulheres da família possuem dons incríveis e apesar de não reconhecer isso como um dom, Faith tem uma ligação especial com as flores. Ela consegue identificar todo o sentimento das pessoas através das flores, consegue presentear as pessoas com as flores que elas precisam e em alguns momentos até consegue sentir a mensagem que as flores querem passar a ela. Mesmo que ás vezes essas mensagens não sejam algo que ela gostaria de saber.

“Se você não tiver fé, seus sonhos não se realizarão.”

Então é através da carta de sua avó e do seu dom com as flores que ela irá conhecer Rowan Allers, um homem também amargurado com a morte de sua irmã, que faleceu quase na mesma época que o marido de Faith.
Uma estranha ligação se inicia, e ambos não querem se manter longe.
A morte os unirá. Faith sente que precisa ajudar Rowan a encontrar o cruel assassino de sua irmã, ela sabe que essa era a mensagem que sua avó quis lhe passar desde o começo. Mas essa morte parece estar ligada com várias mortes e um assassino serial cruel e que parece que está cada vez mais fora de controle.
E em meio a tanta escuridão, parece que assim como as flores, algo mais quer desabrochar.
Rowan está disposto a conquistar Faith.
Faith está disposta a manter seu coração intacto, mas é impossível negar como Rowan faz um bem tremendo a sua alma e a seu coração.

Em meio a tantos perigos eles vão descobrir que não podem lutar contra o que está destinado a acontecer.
Mas quando o perigo do presente, e algo obscuro do passado parecem se entrelaçar eles vão precisar mais do que o amor para mantê-los vivos.

“Ele era como um sopro de luz na escuridão que havia se formado em sua vida, por isso achava que não tinha direito de pedir mais nada.”

E eu não quero falar mais nada kkkkk. Morro de medo de soltar algum pequeno detalhe, que mesmo que não seja um grande spoiler acabe estragando toda a tensão e ansiedade que o livro transmite.
E esse tipo de história é feita para isso. Para nos deixar ansiosos, nervosos a cada página, a cada capitulo, esperando o que mais pode acontecer.
É a sensação do medo, do perigo a espreita. Eu sempre achava que quando Faith fosse abrir uma porta o assassino estaria esperando por ela e gente... Isso é o MÁXIMO. A autora soube conduzir a história com maestria, nos guiando em labirintos cada vez mais perigosos e a cada momento mais longe da verdade.

Adivinhei o assassino? Não, claro que não. Me passou por um segundo que poderia ser, mas logo tirei aquela ideia da cabeça. Mas fiquei muito satisfeita em ver que o meu faro investigativo (graças a tantos livros policiais), não estava tão enferrujado assim, quando suspeitei de algo do passado de Faith e realmente isso se concretizou, uma parte só, porque pela outra eu não esperava. Que ódio. Como eu queria que o serial killer tivesse colocado suas mãos em mais uma pessoa nessa história.

Os outros personagens são perfeitos. Steve, Jayce, Cailey, Tatianna e Debra fazem com que a história tenha outros ingredientes maravilhosos, como amizade, honestidade, depressão, medo, lutas... E quando a morte volta a atacar levando um deles, meu lindo coração quase não suportou tanta dor daqueles que ficarão.

O final não poderia ser melhor. Todas as pontas soltas foram amarradas e gente, em um determinado momento, quando Steve leva a foto de uma pessoa para mostrar a Faith e Rowan, sabe quando realmente você fica arrepiada? Que nervoso, MUITO nervoso. Como alguém pode ter tanto sangue frio? Que medo! E que final mais que merecido.
Mas ali fiquei com mais medo do quanto aquilo podia destruir mais ainda Faith, Rowan e o sentimento que havia se apossado de seus corações.

Só posso dizer que leiam, leiam, leiam. Principalmente quem gosta do gênero. Bianca Carvalho sabe dosar romance, mistério, suspense e ação perfeitamente, nos conduzindo a um final intenso, inesperado e cheio de reviravoltas.
E agora só posso aguardar o momento em que poderei ler os outros livros da trilogia.

A diagramação foi mais um ponto que me conquistou. Em cada começo de capitulo temos o nome de uma flor e o seu significado, o que traz mais vida ainda a história, nisso só o que me incomodou foi o tamanho da fonte, que gente é pequena demais rs. Mas todo o restante do livro é perfeito, as páginas são meio acizentadas o que parece deixar tudo ainda mais misterioso, como se tudo estivesse obscurecido por uma neblina...

Então mais uma vez LEIAM.


Beijoss



Post válido para o TOP comentarista de novembro


3 comentários:

  1. Fer, você não foi a única em achar que o livro da Bianca tinha um toque de terror pelo meio, eu sempre quis ler mas achava que era terror, não sei por que. Agora, vou colocar na minha lista de livros desejados para futuras compras. Linda resenha, como sempre você arrasou!!
    Beijos
    Lú Santana

    ResponderExcluir
  2. Que capa incrível, estou apaixonada!
    Resenha maravilhosa, o livro é encantador, se eu achar em PDF vou ler em breve.

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  3. pelo jeito que vc falou do livro da mesmo vontade de ler...pra mim pareceu um afantasia..mas vc disse que e um pouco sobrenatural....nao importa...eu quero e ler...obg pela dica beijocasss

    ResponderExcluir