{Resenha} "A Menina Da Neve", de Eowyn Ivey

Alasca, 1920: um lugar especialmente difícil para os recém-chegados Jack e Mabel. Sem filhos, eles estão se afastando cada vez mais um do outro. Em um dos raros momentos juntos, durante a primeira nevasca da temporada, eles constroem uma criança feita de neve. Na manhã seguinte, a criança de neve some. Dias depois, eles avistam uma criança loira correndo por entre as árvores. Uma menina que parece não ser de verdade, acompanhada de uma raposa vermelha e que, de alguma formam consegue sobreviver sozinha no frio e rigoroso inverno do Alasca. Enquanto Jack e Mabel se esforçam para entender esta criança que parece saída das páginas de um conto de fadas, eles começam a amá-la como se fosse sua própria filha. No entanto, nesse lugar bonito e sombrio, as coisas raramente são como aparentam, e o que eles aprenderão sobre essa misteriosa menina irá transformar a vida de todos eles.
 
Novo Conceito * 2015 * 348 páginas * Classificação: 3/5
 
 
 
"Na noite seguinte, a neve caiu com o crepúsculo. Os primeiros flocos se grudavam ao serem soprados pelo vento e caírem ao chão."
 
Mabel e Jack são casados há algum tempo, mas ainda não realizaram o maior sonho do casal: terem filhos.
Depois de alguns acontecimentos e decepções, eles decidem se mudar pra um lugar isolado e tentando se adaptarem as suas novas vidas.
 
"Foi mesmo por isso que eles se mudaram para o norte - para construir uma vida do zero? Ou foi o medo o que a motivou? Medo do cinza, não só nas mechas dos seus cabelos e nem nas suas bochechas flácidas, mas do cinza mais profundo, nos ossos, tanto que ela achava que podia se transformar em poeira e simplesmente se espalhar com o vento."
 
Chega o inverno e com ele a neve. Mabel e Jack, numa noite de descontração, resolvem brincar e fazer uma boneca de neve com direito a cachecol e luvas para “protege-la” do tempo frio.
 
No dia seguinte, a boneca simplesmente some e ao redor surgem misteriosas pegadas infantis.
 
E a partir daí começa o mistério na vida de Mabel e Jack, já que uma menina misteriosa e muito pálida (exatamente como a neve) começa a aparecer próxima à cabana onde eles moram.
 
Prontos para conhecer o mistério que “A menina da neve” traz nas suas páginas?
 
"[...] vejo que a vida geralmente é mais incrível e terrível do que as histórias nas quais acreditávamos na infância e que talvez não haja nada de mau em encontrar um pouco de mágica entre as árvores."
 
 
Quando eu li a sinopse desse livro, achei que seria uma história diferente daquelas que costumo ler e é claro que a vontade de ler foi grande.
 
Comecei a ler o livro já especulando como poderia ser as opções do final da história... E de todas as opções que eu tive, a autora conseguiu no meio da história ir por um caminho que eu nunca imaginaria. O final foi mais ou menos da maneira que eu pensei, mas teve alguns elementos que deixaram os capítulos finais mais intensos... Apesar de eu torcer pra ter acontecido outras coisas (não posso mencionar o que é rs).
 
A narrativa da história é o elemento fundamental desse livro. A leitura flui facilmente e o mistério fica pairando no ar mesmo depois do término do livro.
A melancolia do casal é praticamente palpável durante a leitura, graças a intensidade da narrativa.
 
Os personagens secundários têm grande importância pra história. Além de serem os responsáveis por fazer esse casal melancólico repensar algumas coisas.


Tinha vontade de gritar algumas vezes com a Mabel no começo da história, mas depois passou um pouco (rsrs)
Se você tem vontade de conhecer essa história, não espere pelos dias frios do inverno... Afinal, é uma história pra ler em todas as estações.


 
 
 
Boa leitura!!!
 
 
 
Beijos,


3 comentários:

  1. Aninha, achei muito interessante essa resenha, mas tenho a impressão que a história é triste, cheia de mistérios sei que é, fiquei curiosa com o final. kkkkkk
    Beijos
    Lú Santana

    ResponderExcluir
  2. Já li sobre esse livro antes e não tinha me despertado interesse, mas agora aconteceu. Fiquei com muita vontade de ler, curiosa para saber quem é a menina... Vou ver se compro amanhã!
    Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  3. Ana que bom que vc leu esse livro e compartilhou sua opinião conosco. Fiquei mais empolgada para fazer a leitura. Desde que ele foi lançado sua capa e sinopse despertaram minha curiosidade e após ler algumas resenhas tive a certeza que posso investir que acredito que gostarei da história. Quase compro por agora, mas ficará para janeiro. Valeu pelo incentivo!!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir