{Especial De Repente Casada} Dia 05 - Entrevista com a Autora


No primeiro dia do nosso especial, vocês conheceram um pouco sobre a nossa querida autora. Mas ainda tem mais. Tem muito mais.
Então hoje vocês saberão um pouco mais sobre a mente por trás das histórias que prometem conquistar muitos corações.

Vamos lá?



Karen por Karen. (fale um pouco sobre você)

Eu sou uma pessoa de certa maneira um pouco fechada, devido a minha timidez de falar com quem não conheço, uma coisa que venho tentando mudar desde que me tornei escritora. Sou também muito maluca, divertida, falo tudo o que eu penso, comigo você sempre terá a verdade mesmo que não goste de escuta-la, meus amigos falam que eu não tenho filtro e que de certa forma isto é bom, porém nem sempre creio eu. Tenho uma imaginação extremamente fértil, você fala algo para mim e eu logo em seguida imagino, creio que por este motivo meus livros sejam tão inusitados rsrs.


Como foi o seu primeiro contato com a literatura? Fale um pouco sobre a Karen leitora.

Meu primeiro contato com a literatura foi aos 7 anos com o livro Desventuras em série, dado pelo meu pai, um livro que para muitos é mórbido e sem graça, foi o que me levou a ser apaixonada pela leitura, antes disso eu lia apenas livrinhos como o do ursinho Puff, que na verdade foi como eu comecei a aprender a ler com 5 anos. A Karen leitora é uma verdadeira devoradora de livros, quando eu tenho tempo para ler, leio em media dois livros por dia, creio que isto ocorra devido aos meus muitos anos sendo fissurada por livros. Eu não consigo parar um livro pela metade muito menos largar a leitura, mesmo que esta não me agrade, eu respeito muito os livros e os Autores para fazer isto. Minhas paixões literárias nacionais são com toda certeza Joaquim Manoel de Macedo, José de Alencar que são em minha visão os pais do romantismo nacional, assim como atualmente sou apaixonada pelos livros da Carina Rissi. Já escritores internacionais, é com toda certeza Bella Andre, sou apaixonada pelo estilo de escrita dela, fluido e cativante. Há outras, mas ela é minha diva rsrs.


Você cria romances leves, envolventes e divertidos, que lembram bem a comédia romântica, de onde vem á inspiração para as histórias?

Á inspiração para minhas historias vem do mundo, das coisas, das pessoas, e em principal dos sentimentos, eu sou uma pessoa que acredita em amor e em todas as suas formas, mas que ao mesmo tempo sabe que nem tudo é um mar de rosas, então tento passar isto nos meus livros, e é exatamente sobre isso que a Série Caídas de Amor retrata, todas as formas de amor, algumas mais fofas, outras mais tristes, porque o amor nem sempre é igual para todos, mas isso não quer dizer que não se possa ter um final feliz. Já a parte da comedia, eu gosto de um toque divertido, pois acho que a vida em si já é seria demais então precisamos de algo que nos faça sorrir.


Você acha que os leitores se identificam com os personagens? Tem um pouco da Karen em algum deles?

Sim eu acho que alguns de meus leitores se identificam com meus personagens, alguns deles me falam isso rsrs, tenho leitoras que se acham super parecidas com a Klover, outras com a Lucy, e por ai vai, assim como tem leitores meus do sexo masculino que se acham muito parecidos com os meus rapazes, e é bom que isto aconteça, pois eu tento ao máximo trazer uma certa verossimilhança na narrativa, tento deixar meus personagens com características e personalidades o mais perto da realidade o possível. Eu sempre falo, meus personagens podem estar dentro de meus livros, mas eles são pessoas, tem suas historias de vida, seus problemas, questões pessoais, então de certa forma eles são reais rsrs. E eu adoro quando alguém se acha parecido com alguns dos meus bebês, isso mostra que eu estou conseguindo transmitir o que desejo. Se tem uma toque meu em meus personagens, com toda certeza, pelo menos nas meninas, tanto que um dos meus leitores, e grande amigo Rafael disse certa vez que a Klover parece muito comigo, eu não concordo, mas tudo bem. 


Como é se despedir dos personagens dos seus livros?

Me despedir deles é muito difícil, creio que por este motivo eu enrole tanto para dar um final as minhas historias rsrs, coisa que eu mudei nesta minha série, pois resolvi interligar um livro ao outro, pois desta maneira nunca será realmente um adeus, mas sim um até logo, porque mesmo que o livro não seja mais daquele casal ele ainda assim vai aparecer no próximo mesmo que seja como um mero cotiuvante.


Qual a dificuldade de se publicar um livro no Brasil?

Acho que a duas grandes dificuldades, a primeira é conseguir uma boa editora, e isso eu dei a sorte grande, adoro a editora Percurso, toda a equipe, a maneira com a qual eles trabalham é tudo simplesmente impecável, e eu me sinto realmente como parte da família. A outra grande dificuldade é conseguir atingir um bom publico, pois atualmente são tantos autores tentando conseguir seu espaço que é algo meio complicado, mas nada que não se de para resolver com uma boa divulgação, boas parcerias, bons amigos, e lógico uma boa editora. Esse foi outro aspecto no qual tirei a sorte grande, meus parceiros em sua maioria são sensacionais, minha equipe de divulgação é composta pelos meus dois melhores amigos neste meio literário e na vida, e minha editora é incrível como já falei anteriormente assim como a Vanessa Araujo a diretora executiva da Percurso, que sempre me guia para o caminho certo e me deu ótimas dicas de como melhorar minhas divulgações.


Sua família incentiva seu trabalho? Eles lhe ajudam dando ideias para os enredos, ou até mesmo servindo de inspiração?

Sim meus pais e meu irmão me incentivam muito em tudo que eu faço, eles me dão muito apoio, e não me deixam desistir de meus sonhos nunca, eles de certa maneira são minha inspiração para escrever, tanto que eu quis colocar um pouquinho deles no De Repente Casada, minha mãe é quem mais me ajuda quando se trata de meus livros, ela é minha primeira leitora e critica, quando acha que algo não esta bom ela me fala sendo sempre muito sincera, quando eu tenho ideias, ou duvidas sobre as passagens da historia eu sempre peço a opinião dela. Minha mãe é meu pilar, é quem sempre esta ao meu lado e me incentiva a arriscar, assim como meu pai eles são meu tudo. 


Alguns escritores gostam de se inspirar em músicas, ou até mesmo ouvi-las enquanto escrevem. Você tem playlist’s ou músicas que lhe inspiraram ao escrever sua história? Quais são elas?

Sim eu tenho playlists e musicas que me inspiram muito, eu sou uma pessoa verdadeiramente apaixonada por musicas, eu sempre estou escutando algo, e lógico que em meus livros elas não poderiam faltar, o De Repente Casada tem sua própria playlist que esta disponível no Spotfy para quem quiser escutar, assim como em alguns capítulos aparecem trechos de algumas musicas, então para quem é apaixonado por canções assim como eu vai se apaixonar com toda certeza pelos meus livros.


E se suas histórias virassem filme? Qual seria o Elenco dos Sonhos?

Nossa, eu realmente nunca pensei em um elenco completo, mas com toda certeza se o De Repente Casada virasse um filme eu gostaria que o Gonçalo Teixeira fosse o Noah, pois quando eu penso no meu personagem eu automaticamente penso nele, os olhos azuis expressivos, o rosto perfeito, eu não vejo mais ninguém sendo meu Noah além do Gonçalo. Já para Klover com toda certeza seria a Demi Lovato, pois ela consegue ser doce, e gentil sem deixar de ser forte, e assim é minha Klover, além de que as características físicas são equivalentes.


Conte-nos um pouco sobre seus próximos projetos literários?

Meu próximos projetos são, a publicação do De Repente Seduzida, a edição do De Repente Apaixonada, e fazer os rascunhos dos próximos livros e da minha nova serie que será lançada após o termino desta Perdidas de Amor, que será interligada a Caídas de amor, e conta a historia de alguns personagens que aparecem e apareceram ao longo da primeira serie de livros. 


Quais são os sonhos da Karen?

Meu sonho é poder fazer alguém feliz com os livros que escrevo, saber que o que tentei passar tocou uma pessoa e a deixou apaixonada, e que de certa maneira mudou a sua vida. Sonho também com entrar em uma universidade publica no curso de Medicina, para que eu possa salvar vidas.


Deixe um recado para todos os fãs e leitores.

Eu sinceramente agradeço tudo o que vocês tem feito por mim, agradeço por me acompanharem, por estarem ao meu lado antes mesmo de eu estar publicando meu livro, tudo o que eu consegui foi graças a vocês e eu sou grata. Um grande beijo e nunca se esqueçam. 
VALE A PENA COMETER ALGUMAS LOUCURAS POR AMOR.


Bem pessoal espero que vocês estejam encantados com a autora assim como eu. É incrível cada dia mais descobrir novos talentos e pessoas maravilhosas. 
E eu estou louca para ler a série completa, que posso dizer sem sombra de dúvida, com certeza conquistará muitos leitores.

E para vocês que já estão ansiosos. O livro já está em pré-venda. Então adquiram o seu. Cliquem na capa para serem redirecionados ao link:



Nosso especial infelizmente chega ao fim, mas isso não quer dizer que as novidades acabam por aqui não, claro que não. Então fiquem ligadinhos pois sempre que algo novo acontecer traremos as notícias para vocês.

Um beijo enorme e não se esqueçam: Nos encontramos em Vegas. 


4 comentários:

  1. Oi Nanda, eu to super ansiosa pra ler esse livro, gostei muito do post e gostei de conhecer um pouquinha da escritora bjs.

    ResponderExcluir
  2. Adorei conhecer mais sobre a autora, e quero dar uma chance e ver se gosto do livro.
    Com sete anos eu odiava ler, fui começar a gostar apartir do meus 14 anos e depois não parei de ler.

    ResponderExcluir
  3. Karen é parecida comigo, me identifiquei com as respostas dela.
    Parabéns pelo livro, escrever é um grande desafio!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Muito legal poder conhecer um pouco mais da Karen aos sete anos ela já estava lendo, fui gostar de ler só muito tempo depois e quero muito ler De Repente Casada dela gostei muito da historia !!

    ResponderExcluir