{Resenha} Rainha de Copas de Collen Oakes


Nem todo conto de fadas tem um final feliz. Esta é a história de uma princesa que se tornou uma vilã. A traição de um pai. Um Reino com um segredo obscuro. Uma princesa lentamente se desfazendo. Como princesa de um Palácio no País das Maravilhas e futura Rainha de Copas, os dias de Dinah são uma monotonia sem fim de chás, tortas e uma série de humilhações cruéis nas mãos de seu pai, o Rei de Copas. O momento mais aguardado de seus dias é quando é visitada por Wardley, seu melhor amigo de infância, e futuro Cavaleiro de Copas – e o amor de sua vida. Quando um fascinante estranho chega ao Palácio, Dinah observa como tudo o que ela sempre quis ameaça ruir. Conforme a coroação de Dinah se aproxima, uma sequência de eventos suspeitos e sangrentos sugere que há algo errado acontecendo nos extravagantes salões do País das Maravilhas. Cabe a Dinha desvendar os mistérios que se escondem dentro e fora do Palácio antes que ela perca a cabeça para o inimigo sagaz e sem rosto. Metade fantasia épica, metade conto de fadas distorcido, esta deslumbrante saga terá leitores vibrando com a natureza furiosa de Dinah e o devastar de sua ira no País das Maravilhas. Personagens conhecidos como o gato Cheshire, o Coelho Branco e o Chapeleiro Maluco fazem parte da narrativa que encantará os leitores com uma nova perspectiva do País das Maravilhas, criado por Lewis Carroll.
*Universo dos Livros *2014 *222 páginas *4/5




"Alice no País das Maravilhas" sempre foi uma história que sempre me chamou atenção. Um mundo tão diferente, tão fascinante.
Quando me deparei com esse livro "Rainha de Copas", minha vontade virou necessidade assim que eu li sua sinopse.
Enfim comecei minha leitura, não me encontrei logo de cara nesse mundo e sim no mundo de Dinah, nossa protagonista. A princesa do País das Maravilhas, com uma história interessante, onde seu pai, o rei bêbado, a odeia por nenhum motivo plausível e num belo ele resolve confessar para todo seu reino que traiu sua falecida esposa e para piorar o humor de Dinah, as confissões não terminam, ainda anuncia que tem outra filha, Vittiore, imagina quem é a preferida?

Dinah não se conforma com isso e se revolta, ela já não era a filha adorada mesmo. Mas o por que de tudo isso?

Depois de dois anos ela pode ter mais respostas em sua cabeça confusa, mais respostas do que ela que ela gostaria. Após uma noite de sonhos estranhos, na manhã seguinte ela recebe em seu banquete uma fatia de pão de frutas vermelhas, escrito "Coma-me" e ao lado um frasco com um papel também escrito "Faina Bakes, as Torres Negras".
Como assim?

O que seria aquilo? Ainda mais nas Torres Negras, onde todos os criminosos/prisioneiros do País das Maravilhas vivem. Chegar lá seria impossível!
Quem faria uma brincadeira assim? Ou seria um aviso?

A partir daí a leitura começa a ficar mais interessante. Pois a curiosidade da princesa fala mais alto e então suas aventuras e (mais) problemas começam.

A história de Dinah é curiosa, interessante e nos leva à uma leitura gostosa. Mas só depois de ler me desesperei ao saber que esse é o primeiro livro de uma série chamada "Queen of Hearts", mas não se preocupem (eu acho).
O livro foi lançado no Brasil em 2014, mas já tem o segundo, ainda não traduzido. Pelo menos eu não achei. 


Capas originais do primeiro e do segundo livro


Vale a pena e eu recomendo para quem gosta do gênero fantasia. Só faltou mais história... rs







4 comentários:

  1. OMG, não sabia que fazia parte de uma série :O. Tenho até esse livro pra ler, mas sempre acabo adiando a leitura. Gostei muito da resenha e acho que agora vou finalmente lê-lo. E eu sou apaixonada por essa capa <3
    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Olá, como você sou apaixonada pelo mundo de fantasia da Alice no Pais das Maravilhas!
    Não conhecia o autor e nem o livro mas fiquei curiosa com o enredo!
    Amei a resenha!

    ResponderExcluir
  3. Amei a resenha, fiquei super curiosa para ler, e saber quais aventurar nossa princesa terá que enfrentar, e gente que isso livro lançado em 2014 e ainda não tem tradução? Isso não pode, é maldade.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  4. Livro #1?

    E o medo de não lançar o #2.

    Vou esperar um pouco mais, só que a resenha está ótima, a capa é linda e me deu vontade de ler.

    Parabéns pela resenha!

    bjs

    ResponderExcluir