{Resenha} Um Herói Para Ela de Lu Piras

Bianca sempre quis ser roteirista de cinema. Para realizar seu sonho, ela sai do Brasil para estudar na famosa New York Film Academy. Em meio às emoções da nova vida na Big Apple, um rapaz misterioso acaba salvando a vida de Bianca em duas situações diferentes. Tudo o que ela sabe é que o seu herói tem no braço uma misteriosa tatuagem.
Sem pistas sobre o seu protetor, ela é convidada para um show da banda The Masquerades, cujos componentes escondem os rostos atrás de máscaras. Uma rosa branca cai sobre o seu colo, arremessada pelo vocalista.
Decidida a desvendar a identidade do mascarado, Bianca invade o camarim da banda. A surpresa que a aguarda por trás daquela porta poderá mudar o seu destino.
Uma história cheia de humor e romance.



Novo Conceito * 2014 * 334 Páginas * Classificação 4/5
 



“Às vezes precisamos nos esconder para nos encontrarmos.”
 
Bianca é uma mulher insegura que busca em relacionamentos vazios encontrar a si mesma.
É advogada, mas seu grande sonho é tornar-se uma roteirista.
Quem irá ajuda-la a realizar esse grande sonho são seus pais, que a convencem a inscrever-se em uma escola de Nova York.

Chegando a Nova York ela se depara com um mundo totalmente diferente do que imaginava e não pensava como poderia ser perigosa a vida lá.
Então, em algumas situações diferentes, ela é salva por um homem misterioso que começa a perseguir seus pensamentos.
Enquanto isso ela precisa lidar com uma colega de quarto que parece não gostar dela, um colega de curso que é bem insistente em suas intenções e a conviver com Stefano, um italiano lindo e misterioso que mexe com seu coração mais do que ela gostaria.
Em meio a todo o novo que ela precisa enfrentar, conviver e aceitar, ela irá descobrir que ninguém é o que aparenta ser e que as pessoas podem ter segredos que nunca deveriam ser revelados.
A vida de Bianca parece estar sempre com um novo acontecimento. Permeada por perigos e homens misteriosos que ela não consegue desvendar. Mas aquele que mexe com o seu coração parece ser o homem que pode trazer ainda mais perigos para sua vida. E Bianca terá que decidir o que realmente quer para sua vida, e diante do perigo que caminhos escolher? Que decisões tomar?
Pode o amor superar a verdade? Podemos escolher o amor ao invés do caminho certo?
Bianca precisará enfrentar suas escolhas. 


“O sentimento não eram somente reações físicas e químicas de seu organismo, mas também o conceito espiritual de enxergar-se nos olhos de outra pessoa.”
   

Eu gostei muito de Um Herói Para Ela, por ser uma história dosada com um pouco de mistério, de esperança, sobre desafiar a si mesmo, sobre coragem, amizade, sobre acreditar nos seus sonhos e acreditar que para o amor nada é impossível.
Gostei muito de Bianca, seus defeitos, suas fraquezas, são muito reais, muito humanas.
Em alguns momentos ela nos irrita um pouco, entrava em contradição e isso me deixava bem confusa, mas enfim, isso também é parte do ser humano.
Stefano foi desde o começo um mistério. Desconfiei sempre de seu passado e de quem realmente ele era, mas ao mesmo tempo achava que poderia estar enganada e optando por esse caminho, fui surpreendida com a verdade mais para o final do livro. Mas gostei disso, é bom ver que nem todos são sempre heróis. E é exatamente sobre isso que fala a história.
Um herói para ela... Mas será que o mocinho sempre foi mocinho?
Além do herói, também pode existir uma heroína!


“... Nunca saberia qual era a direção certa. Precisava embarcar, mesmo que o destino fosse incerto, mesmo que a decisão não fosse segura. As consequências, fossem quais fossem, a fariam avançar.”
  

Adorei os perfis dos outros personagens, adoro quando os personagens nos enganam tanto para o bem, quanto para o mal. E descobrir depois que eu estava errada.
E nessa história o que mais temos é isso. Com alguns foi uma deliciosa surpresa e outros servem de lição para lembrarmos o quanto realmente o ser humano pode nos surpreender.
É aquela história que não causa nenhum tipo de arrebatamento, nenhuma grande surpresa, mas mesmo assim, queremos ler, saber o que acontece com os personagens. É uma historia tranquila que flui, mas que não nos deixa tão angustiados com o que esta por vir. A história é bem criativa, foge do clichê, mas ás vezes é meio irreal e ficava pensando se tudo aquilo poderia mesmo acontecer com uma pessoa, mas, sei lá, vai que pode mesmo acontecer.

O final foi fofo, nada muito surpreendente, mas um pouco diferente do que achei que seria. Então é uma história que indico para quem gosta de romances sem muito drama, sem muito “mela mela”, conduzida de forma leve e com poucas surpresas mas que nos conquistam. 


“- Eu aprendi uma coisa na minha longa vida errante, Bianca. Não existe final feliz. Existe o para sempre. Aconteça o que acontecer, se o que você sente é verdadeiro, não acaba com o final.”
 

A diagramação é linda, todo inicio de capitulo temos uma ilustração que representa bem o sonho e um pouco da vida de Bianca em Nova York. A capa é linda, mas não nos diz muito sobre a história, mas acho que representa bem os personagens, ou como pelo menos, eu os imaginei.
O mais legal foi que enquanto Bianca fazia seu curso, no final da história podemos ler o roteiro que ela criou.
Então espero que vocês gostem da história como eu.
 


“Todo dia é dia de correr riscos.”
 

Beijosss


2 comentários:

  1. Parece ser um livro divertido e leve de se ler, me interessei bastante pela premissa e gosto de histórias que se passam fora do Brasil, assim conhecemos diferentes culturas!!! Gostei bastante da sua resenha, ótima recomendação.

    ResponderExcluir
  2. Amiga acho a capa desse livro linda e adorei saber mais detalhes sobre a história.
    É sempre bom ter um livro levinho assim para relaxar entre livros mais tensos e carregados.
    Ainda não li nada da autora, quem sabe um dia. Beijos e obrigada pela dica!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir