{Especial Romance 2016} Beijos Literários por Bárbara Negrão


E vocês acharam que havia acabado?
Claro que não. Beijos devem ser intermináveis...
Tem coisa melhor que beijo? Pode ser nos livros, nos filmes, nas músicas, na vida real... Eles são doces, delicados, intensos, arrebatadores. Beijos são... Beijos! E cada beijo diz mais que muitas palavras.

E hoje para falar dos beijos literárias que mais lhe emocionaram, nossa querida Bárbara Negrão.

Bárbara Negrão



Beijos literários, hunnnn...que tema mais delicia de se escrever sobre.



Vamos começar com um dos beijos mais calientes que já li até hoje:



“Ele se atira para cima de mim, empurrando-me contra a parede do elevador. Quando me dou conta, uma das mãos dele já está apertando com força minhas mãos acima da minha cabeça. Puta merda. Sua outra mão agarrar meu cabelo e o puxa para baixo, deixando-me com o rosto virado para cima, e seus lábios colam nos meus. Não é exatamente doloroso. Solto um gemido em sua boca, proporcionando uma abertura para sua língua. Ele aproveita inteiramente o espaço, a língua explorando habilmente a minha boca. Nunca fui beijada assim”. Cinquenta tons de cinza – E L james



Tenho que confessar que li e reli este parágrafo umas dez vezes suspirando.





Espero que não seja nenhum tipo de sacrilégio misturar no mesmo texto Christian Grey e Rony Weasley. Mas não posso deixar de citar um beijo que eu esperei sete, sim eu disse SETE livros para acontecer! Eu praticamente gritei quando li, ou melhor, eu berrei mesmo...kkkk.



“Houve um estrépito quando os dentes de basilisco caíram em cascata dos braços de Hermione. Correndo para Rony, ela se atirou ao seu pescoço e chapou-lhe um beijo na boca. Rony largou os dentes e a vassoura que estava carregando e retribui com tal entusiasmo que tirou Hermione do chão.” Harry Potter e as Relíquias da Morte – J.K. Rowling







“Mas ele também aprendeu coisas. No baile da cidade, no celeiro de tabaco, foi ela quem ensinou-lhe a dançar a valsa e o charleston, e embora durante as primeiras canções os dois tivessem tropeçado, a paciência dela acabou valendo a pena, e o casal dançou até a música acabar. Depois ele a levou para a casa dela, e quando pararam na varanda após se despedirem, beijou-a pela primeira vez e ficou se perguntando por que havia esperado tanto tempo para fazer isso”. - Diário de uma Paixão - Nicholas Sparks 




“- Está sentindo? - sussurrei usando a voz, já que minhas mãos estavam segurando a mão dele. - É isso que você faz comigo. Meu coração está disparado assim porque quero tanto que você me beije que mal consigo respirar. 

Me beije, Me beije, entoei mentalmente, a tensão aumentando de tal modo que quando Archer enfim começou a abaixar a cabeça na direção da minha, quase deixei escapar um gemido de alívio.” - A voz do arqueiro - Bree e Archer






E claro que não poderia deixar de colocar nesta minha listinha de top 5 o querido casal Eva Lins e Willian Delamare da Trilogia Labirinto. 

“Willian passou a mão em meu rosto bem devagar. Fechei os olhos para sentir

seu toque. Sua mão era tão macia. Ele desceu a mão por meu rosto passando por

meu pescoço chegando à minha nuca, onde fez pequenos círculos com os dedos.

Os pelinhos dos meus braços se arrepiaram com seu toque.

Seu rosto estava muito próximo ao meu e pude ouvir sua respiração em

meu ouvido. Inclinei-me para o lado para que meu rosto encostasse no dele. Sua

mão deslizou de minha nuca para dentro de meus cabelos e se fechou me prendendo

no lugar. Com a outra mão, em um movimento rápido, ele me envolveu

pela cintura, segurando minha mão esquerda nas costas, me trazendo para mais

perto dele. Nossos corpos ficaram colados um no outro. Senti seus músculos

rígidos por baixo da blusa. Não conseguia mais pensar em nada além disso.

– Eva? – sussurrou em meu ouvido.

– Hum... – Não conseguia responder. Partes diferentes do meu corpo se

retorciam de vontade de beijá-lo.

– Eu quero muito beijá-la.

Minha respiração se acelerou. Meu coração batia descontrolado e minha

cabeça girava e girava.

Não conseguia mais encontrar minha voz. Não conseguia me mexer. Só

conseguia sentir a presença de seu corpo colado ao meu.

Senti a parede gelada atrás de minhas costas e por um segundo fiquei perdida.

Não estávamos no meio da sala? Como paramos ali? Sorte que seus braços

estavam me envolvendo, pois eu já estava perdendo a noção de espaço.

– Seu perfume é tão bom – falou, com os lábios colados ao meu pescoço.

– O seu também.

O ouvi rindo baixinho do meu comentário.

Me beije, me beije, gritei dentro da minha cabeça quase colocando meus

pensamentos em palavras. Queria sua boca na minha desesperadamente. Ele me

deixava louca.

Willian me prendia entre a parede e seu corpo. Mal podia me mexer. Mas

queria tocá-lo também. Tentei soltar minha mão das costas, mas ele intensificou

o aperto e não a soltou.

Seu pescoço estava ao meu alcance, então virei a cabeça e coloquei minha

boca em seu pescoço. Ele ficou tenso com meu movimento e fechou ainda mais

a mão que estava em meus cabelos, chegando quase a doer, mas a dor era boa. E

com um único movimento voltou minha cabeça para o lugar me afastando de

seu pescoço.

Minha respiração estava descompassada. Achei que meu coração poderia

sair pela boca a qualquer momento e meu corpo estava completamente rendido

ao dele.

Willian continuou a beijar meu pescoço demoradamente. E foi subindo

por ele. Subindo. Até chegar a meus lábios. Queria tanto sentir seu gosto que

estava quase o lambendo.

Seus lábios deslizaram sobre os meus bem devagar. Dando beijos lentos

e quentes. Meu corpo inteiro pegava fogo. Alguns lugares mais do que outros.

Sua boca se abriu, e eu fiz o mesmo imitando seu movimento e, sem nenhum

aviso, sua língua estava na minha. Seu gosto era maravilhoso. O beijo foi

ficando mais e mais intenso. Meus lábios protestavam contra as investidas dos
lábios dele.”






 

Espero que tenham gostado do meu Top 5 melhores beijos literários amorécas.

Milhões de beijos 

Bárbara Negrão. 
 




Ahhhh mais que lindo todos esses beijos. Com certeza, realmente, são beijos que marcaram e marcaram demais nosso coração.  
Creio que assim como a Bah esperamos demais o beijo de Rony e Hermione, e os outros beijos... Ah os outros beijos, tenho certeza que para quem leu as histórias não precisa que eu diga mais nada rs.

E sim, entre todos, com certeza o beijo, ou melhor, os beijos entre Willian e Eva são sim um dos beijos da literatura que mais nos marcaram. Foram longos momentos também de angústia e espera pelo beijo, e quando ele chegou, veio com tudo, e os próximos beijos que se sucederam não poderiam ser mais lindos e arrebatadores, a história deles é única e os beijos são sempre cheios de muito amor, mas também por vezes carregados de muitos intensidade por tudo o que eles precisam enfrentar.


Da Trilogia Labirinto, dois livros já foram lançado e nós fãs estamos DOENTE esperando o terceiro, pois a autora foi má, realmente muito má ao término do livro dois, e nosso coração realmente não pode sobreviver muito tempo sem saber que rumos esses personagens irão seguir.
Para saber mais curta a página da trilogia no FACEBOOK. E quem quiser dar uma conferida nas resenhas, elas já estão aqui no blog:  Labirinto de Espelhos e Labirinto de Ilusões.

É isso ai pessoal, esperamos que tenham gostado da linda postagem que a Bah preparou. E ainda não acabou nosso especial, então fiquem ligadinhos.

E aproveitem o sorteio que está rolando.


Não esqueçam também do TOP comentarista.


0 comentários:

Deixe seu comentário