{Resenha} O que te Move? De Fernando Moraes

Movimentar-se para não ficar aprisionado à zona de conforto é um dos grandes desafios nos tempos modernos. Quando a abundância impera, certamente a visão de futuro fica mais comprometida, por isso se faz necessário nos movermos para ter propósitos, sonhos e esperança de dias melhores. Saindo do estado conformista, que anula as possibilidades e nos imobiliza por causa do imediatismo, ser protagonista é mais do que ser o ator principal de tudo aquilo que envolve a nossa vida. Ser protagonista é colocar o coração no sofrimento do outro, renunciando a zona de conforto em função de quem precisa de nós.

Novo Conceito * 2016 * 160 Páginas *Classificação 5/5




Em um mundo onde cada um está mais preocupado com o seu próprio bem estar. Em um mundo onde pouco se conhece a palavra altruísmo, empatia e amor ao próximo, cada dia mais se faz necessário atividades que visem ajudar o outro, aquele necessitado muitas vezes não só de bens, mas de afeto.

O que te move?
O que mexe com seu coração?
O que deseja você para o mundo?
O que você faz para que ele seja um mundo melhor?

O livro de Fernando Moraes é um convite a uma viagem para dentro de nosso interior, de tudo o que acreditamos, de nossa fé, de nossa esperança e mais, uma reflexão de como estamos estacionados na vida e como pequenos gestos podem fazer uma grande diferença, não só ajudando o próximo, como a nós mesmos. 


"O protagonismo social não é uma ação individual, ele depende de como um grupo se organiza e interage entre seus membros e com os outros. Protagonizar ações em benefício do bem-estar social tem na sua essência o fazer parte. Não é ser um mero espectador que troca de canal quando o assunto não lhe convém, mas sim sentir-se responsável por seu espaço social e por tudo que nele habita."
  

O livro busca não só fazer você refletir sobre o protagonismo social, mas explicar qual a importância disso. Não adianta você dar alguns trocados para alguém que pede um prato de comida, é importante refletir sobre o que levou-o à aquela determinada situação e o que será que você pode fazer não só a curto, mas a longo prazo.
E será que quando ajudamos alguém que precisa, ele é o maior beneficiado? O quanto de nós é mudado por pequenos gestos em que entregamos não uma boa ação, mas nosso coração?
Com certeza são experiências enriquecedoras ajudar outra pessoa, você se depara com questões que antes nunca parou para pensar. E começa a valorizar muito mais o que tem, o que é. As reclamações vão se findando e você começa a perceber que tem muito mais do que imaginava e sua sorte começa por acordar todo dia e perceber que está respirando.

A leitura é muito fluida, achei interessante a forma descontraída e pessoal com que o autor aborda o tema, transformando o livro em uma leitura rápida e prazerosa e claro, uma grande lição.

Então não deixem de ler por pensar somente ser um livro de autoajuda, sim ele é, mas vai além disso. Então se permitam conhecer essa obra e após o término buscar a resposta para essa questão:
O que te move?
 

0 comentários:

Deixe seu comentário