[Resenha]: Um Amor de Aluguel - de Roberta Del Carlo

Sinopse: E quando a vida perde aquele brilho? Uma nova paixão pode consertar os sonhos que o destino roubou? Vilma era uma mulher simples e de algumas batalhas conquistadas, vivia um casamento calmo e sem mais sonhos. No fundo, sentia que estava perto do fim, onde só esperava ter coragem para decidir o que fazer. Com a única filha, agora casada e grávida, ela começa se questionar o que ainda poderia acontecer na sua existência, onde estariam os sonhos deixados para trás. E, em uma noite, a sua vida simples muda completamente, quando se vê envolvida com um jovem rapaz que vive em um submundo, algo que Vilma jamais pensou que viveria. E você, pagaria para ter esse amor? Miguel era um Anjo ou uma Perdição? O jogo começou... Intenso e perigoso! Revelando fatos ocultos do passado e surpresas maldosas das pessoas a quem mais confiava.
(clique em cima da imagem para maior resolução)

O enredo foi inspirado numa linda canção que eu desconhecia e que assim como a trama, me apaixonei. S2 Estou falando da música "Garoto de Aluguel", do compositor/cantor Zé Ramalho. 

Instigante! 
Intenso! 
Apaixonante! 

Eu poderia adjetivá-lo de tantas outras formas, mas deixo apenas essas três palavrinhas. Trata-se de um romance hot com uma pitada de mistério, traições, reviravoltas e descobertas. Vilma é uma mulher de 48 anos, empresária e independente, casada há anos com Alberto, que é 8 anos mais velho que ela. Deste casamento nasceu Mariana, agora com 23 anos, casada e prestes a presenteá-los com o primeiro neto. Eles também tiveram um outro filho, que falecera quando tinha apenas 6 anos, o que ocasionou um notório distanciamento entre ambos, fazendo do casamento um martírio, especialmente para Vilma, que a todo instante agrada o marido e espera que ele a trate com reciprocidade e carinho, o que não acontece, deixando-a mais insatisfeita com seu insosso relacionamento. Aos olhos das amigas e de todo o resto eles desfrutam de um casamento feliz e perfeito. Contudo, neste matrimônio, não há nada mais que aparências e interesses.

Vilma queria apenas ser notada, receber um elogio, algo que fizesse seu coração se sentir mais aquecido. Estava farta de só trocar carinhos em datas, ela desejava mais, precisava ser amada. (Livro: Um Amor de Aluguel, Pág.13) 

E mesmo a contragosto, pois Vilma tenta a todo custo salvar o seu casamento, ela resolve curtir a despedida de solteira de uma das amigas que está prestes a se casar pela terceira vez. Ao lado das amigas, ela passa uma noite de sábado agradável em um barzinho, conversando, bebericando e distraindo-se. No entanto, quando está prestes a ir embora, Lorena — que é uma de suas amigas mais chegada — pede uma carona até uma boate e a convence de adentrar o recinto, o que Vilma não hesita e parte nessa pequena peripécia. Sua amiga está se envolvendo com um rapaz bem mais novo, que é um garoto de programa. 

— Não quis nada com o garotão? 
— Ele é muito jovem e eu sou casada — respondeu Vilma, tentando sorrir e quase pronta para partir, mostrando a mão esquerda com a aliança. 
— Mas isso não é problema para ele, não — declarou a moça. 
— Aquele garoto, aquela turma ali, não tem problemas com isso. 
— Como assim? 
— Ora, se você quiser, é só pagar. Aquele rapaz é um garoto de aluguel... Aliás, todos ali da roda são... É só fazer o preço e levar. (Livro: Um Amor de Aluguel, Pág.19) 

Vilma não desconfiava que aquela agradável boate que tocava músicas da sua época era um lugar que oferecia aos clientes esse tipo de serviço. Sua amiga a deixou na mão, se aventurando com um dos garotos de programa, foi quando ela se deparou com Miguel, um lindo, atraente e sedutor rapaz de 23 anos, que a fez perder as estribeiras, fazendo com que ela se arriscasse em algo que sequer um dia imaginou, pagando por uma aventura sexual. 

Miguel é um rapaz que teve um passado difícil, o que o direcionou para essa vida. Ele sempre tratou seus clientes com certo distanciamento, apenas oferecendo prazer. Contudo, pela primeira vez, enxerga em Vilma tudo o que sempre quis em uma mulher. E inevitavelmente, neste primeiro contato, nasce um sentimento que deixa ambos desordenados, fazendo com que se encontrem por outras vezes às escondidas. Alberto, o marido, confessa que já tem um relacionamento com outra mulher há anos. Assim, revoltada pela traição do marido e nutrindo um sentimento sem igual por Miguel, ambos se envolvem. 

— Eu gostei muito de estar com você — disse ele, assim que conseguiu se afastar, mesmo que sua mão ainda estivesse na cintura dela e a outra, no rosto de Vilma, que também o abraçava e, agora tocava sua face. Miguel continuou a dizer: — Você merece muito mais. Não deixe mais que te magoem, e se um dia, sei lá... Precisar de mim, procure-me, quem sabe... Mas deixe esse tempo passar. (Livro: Um Amor de Aluguel, Pág.89) 

Ele é um rapaz que tem como meta concluir a faculdade e sair desta vida. E apesar da forte e verdadeira ligação com Vilma, decide se afastar. Afinal, além de garoto de programa, ele também participa de algumas coisas que podem colocar a vida de todos em risco, inclusive a vida de Vilma e sua família, e principalmente a sua própria vida. Agora cesso os meus comentários para não soltar spoilers. 

Eu me deparei com um enredo entorpecente, que me envolveu do início ao fim, deixando-me inquieta para saber como seria o desfecho final. Trata-se de uma história de conteúdo verossímil, daquelas que você alguma vez já viu ou até mesmo pode ter vivenciado algo parecido. A autora conduziu a trama de forma deliciosa, com uma escrita fruível e envolvente e cenas super sensuais, narradas de forma bonita de se ler, e até mesmo os antagonistas têm uma participação especial no enredo, alguns deles — diga-se de passagem — bem importantes. E para aqueles que acham que o enredo é apenas 'o mais do mesmo', não se engane, pois ficará de frente com uma trama bem amarrada e sem pontas soltas, que ora me fez clamar por um milagre na vida dos protagonistas e ora fez com que eu me deliciasse numa linda história de amor. Se eu gostei? Não! Eu AMEI! E digo mais, eu leria até mesmo a lista de compras da Roberta. \o  

O enredo é narrado em terceira pessoa, com narrativa e diálogos de fácil compreensão; sua diagramação leva em cada início de capítulo a mesma imagem da capa ao fundo, com espaçamentos , porém a fonte está muito pequena, algo que dificultou um pouco a leitura; as páginas são em papel pólen, ou seja, em páginas amarelas; sua capa estampa parte de uma Vilma no momento que está defronte com aquele que descompassou o seu coração. Por fim, para você que gosta de um enredo envolvente, sensual e surpreendente, eis uma excelente pedida.  


Livro: Um Amor de Aluguel 
Autora: Roberta Del Carlo 
Gênero: Romance 
Editora: Percurso 
Ano: 2015 
Páginas: 192

Abraços literários,
Simone Pesci
http://simonepesci.blogspot.com.br/

0 comentários:

Deixe seu comentário