{Resenha} Chuta que é Carma de Vanessa Bosso

Clara acaba de terminar um namoro longo. Só isso já seria motivo para ela estar bem chateada, mas, para completar o drama, o cretino fez questão de levar embora todos os móveis do apartamento dela. Arrasada e certa de que não nasceu para ser feliz Clara convida sua melhor amiga para uma viagem espiritual ao Peru. Em meio a rituais de meditação, trilhas místicas e comprinhas (já que ninguém é de ferro), ela reencontra um amor do passado que só lhe trouxe dor de cabeça. Em Chuta que É Carma!, Você vai descobrir o que os deuses reservaram para o destino de Clara e se convencer de que ignorar o futuro pode ser bem divertido. Da mesma autora de O Homem Perfeito.

Astral Cultural * 2016 * 256 Páginas * Classificação 5/5




Você acredita nos Carmas de sua vida?
Senão acredita com certeza irá passar a acreditar.


“Na minha concepção, carma é uma merda inventada pelo demônio a fim de destruir o mundo cor-de-rosa das pessoas de bem, trazendo suas sombras à tona e também seus piores medos e segredos.”
  

Clara tem tantos, mas tantos carmas em sua vida que até parou de listar quantos foram.
Sua vida é uma cesta cheia de frutas podres e ela acha que deve ter cometido muitos pecados em outras vidas, só pode, afinal qual a justificativa para passar por tantos momentos de provações?Por que ela não pode ser feliz? Será que não existe mesmo o amor?

Desacreditada e com o coração em frangalhos, Clara resolve convidar sua melhor amiga (e quase psicóloga particular) Patty (que também não tem lá muita sorte no amor) para uma viagem que deveria ser em busca de diversão, mas acaba sendo uma viagem em busca de se espiritualizar.

Então elas partem em uma viagem rumo ao Peru e lá além de terem a chance de conhecer lugares incríveis, terão a oportunidade de olharem para dentro de si mesmas e se conhecerem um pouco mais.

Entre dias melhores e outros nem tanto, e contando com a ajuda sempre sincera de sua amiga Clara irá conseguir despertar novamente para a vida.
A viagem ajuda muito, afinal o lugar é lindo, os rituais de meditação ajudam bastante e claro compras e diversão é o que não falta.

Clara só não esperava encontrar um Carma (leia-se amor do passado) disposto a provar que mudou e que merece seu amor.
Como Clara não quer ser enganada mais uma vez, do Peru ela e Patty resolver partir para uma viagem louca em um cruzeiro por Miami.
O que elas não contavam é que o cruzeiro é para solteiros e agora sim Clara será testada por mais Carmas, ou será que ela poderá enfim encontrar seu Dharma?


“Clara é meu nome, mas me sinto escura como a noite mais ameaçadora. Dizem os estudiosos de plantão que o universo é dual e que tudo sempre possui dois lados. Com cem por cento de certeza, estou vivendo meu lado sombra, aquela face transtornada que tentamos esconder de todos, principalmente de nós mesmos.”
  

Gente a história toda falando assim parece meio louca, mas é hahaha, e muito. Mas é ai que está toda a graça e magia das coisas.
Eu amo as histórias da Vanessa, eu não sei como, mas ela consegue sempre de forma divertida e leve nos passar muitas lições e como a própria Clara diz, nos dar algumas porradas.
Clara realmente está machucada, sabe aquela fase “nevoeiro preto” em nossas vidas que parece nunca irá passar? A de Clara está assim. Ela não tem sorte nos relacionamentos, só conhece homem @3&#$5*&@% e quanto mais reza, mais assombração lhe aparece.
O bom é que ela tem sua amiga Patty ao seu lado. Amiga mesmo, para todas as horas, inclusive para falar umas boas verdades para ela.

A história é muito, muito divertida mesmo. Dei altas risadas com essas duas. Mas também me compadeci da Clara. Ai gente tadinha né? Sério, quando ela começava meio que a se recuperar, alguém vinha e dava uma nova rasteira nela.
E ai imagina quando ela vai parar em um cruzeiro cheio de homens lindos. Carma para tudo que é lado hahahaha. E outros carmas do passado ressuscitando.
O mais importante é que mesmo sofrendo tanto Clara conseguirá descobrir algumas verdades sobre si mesma, e sobre a vida. Irá aceitar alguns fatos, mas mesmo assim ainda está descrente sobre o amor.
Mas quem sabe o destino não esta reservando algo legal para ela?


“{...} Ninguém dorme o seu sono. Ninguém luta suas batalhas. Ninguém vive dentro de você, além de você mesma.”
  

Bem, é uma história que com certeza eu super indico, principalmente para quem ama romances leves e divertidos. A Clara e a Patty cometem muitas loucuras (principalmente no cruzeiro rs), mas passam também por momentos super fofos.
Eu gosto muito da Clara e lamento muito por tudo o que ela passa, mas também conseguimos entender que isso é fundamental para tornar quem ela é e quando algo bom chegar à vida dela com certeza será muito especial. 

O final me deixou muito curiosa e não posso falar muito sobre ele, mas com certeza fiquei imaginando muitas possibilidades. 

Eu fiquei enlouquecida por onde se passa boa parte da história, Peru, se tem um lugar que quero muito conhecer é lá, e Vanessa descreve tão bem que é como se eu realmente já conhecesse o lugar.
Não esperem por uma história focada no amor romântico, onde ela começa descrente do amor e encontra o verdadeiro príncipe encantado. Talvez, só talvez, isso possa acontecer, mas o principal foco da história é mostrar uma mulher que precisa perdoar a si mesma, precisa conhecer a si mesma, se encontrar e compreender que não foi culpa sua todos os seus fracassos amorosos, ela precisa compreender e aceitar que tudo na vida tem um motivo e que na hora certa a felicidade sempre chega. 

A amizade dela e de Patty é tão linda, e esse é outro fator super fofo na história. Acompanhar as aventuras e desventuras dessas duas. 

O que eu posso dizer é que eu quero mais. Com certeza elas ainda têm muito para aprontar e eu muitas risadas a dar.
 
Ah gente, só queria comentar mais um detalhe, vocês sabem que eu não sou de ficar elogiando editora não, mas queria fazer um elogio à Astral Cultural, o trabalho deles com o livro está lindooooo de morrer, e o stand deles na bienal era um charme, o atendimento maravilhoso, fora que estão super investindo na literatura nacional, eram muitoooossss autores nacionais lá, e fiquei encantada, não sei como são "por trás dos bastidores", pois infelizmente sabemos como funciona algumas editoras, mas por tudo o que pude ver, e pelo trabalho de diagramação desenvolvidos nos livros deles que eu trouxe para casa... está tudo de parabéns. Espero que seja uma editora que cresça cada dia mais e que possa valorizar nossos nacionais.

Beijossss


2 comentários:

  1. Estou louca por esse livro, gosto muito da escrita da Vanessa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Ain, como eu amei essa resenhaaaaaaa! Beijos millllllll (Vanessa Bosso)

    ResponderExcluir