[Quote]: O Morro dos Ventos Uivantes


"E eu rezo uma oração.. hei de repeti-la até que minha língua se entorpeça... Catarina Earnshaw, possas tu não encontrar sossego enquanto eu tiver vida! Dizes que te matei, persegue-me então! A vítima persegue seus matadores, creio eu. Sei que fantasmas têm vagado pela terra. Fica sempre comigo... encarna-te em qualquer forma... torna-me louco! Só não quero que me deixes neste abismo, onde não posso te encontrar! Oh, Deus! é inexprimível! Não posso viver sem minha vida! Não posso viver sem minha alma!" 

(Heathcliff  O Morro dos Ventos Uivantes, de Emily Bronte)

Abraços literários,
Simone Pesci
https://simonepesci.blogspot.com.br/

0 comentários:

Deixe seu comentário