{Resenha} "Meu", de Cinthia Freire

Segredos são como fantasmas nos assombrando e nos fazendo crer que são reais. Todos temos segredos.

Carol e Gabriel conseguiram provar que não eram apenas um erro, passaram por momentos difíceis e juntos conseguiram vencê-los... ao menos é o que todos imaginam.

Porém, por trás da fina casca de casal feliz, existe uma luta diária para se manter juntos, dia após dia, um passo de cada vez.
Gabriel carrega consigo uma dura realidade. Ele já não é mais capaz de se cuidar sozinho e isso se torna ainda mais difícil quando uma série de acontecimentos ameaçam a sua sanidade mental o fazendo crer que está enlouquecendo.
Carol sente que seu grande amor está escapando por seus dedos. Ele esconde um segredo e ela não sabe se será capaz de voltar ao inferno por ele novamente.
Um amor que mostrou haver beleza até mesmo na dor e provou ser mais forte que os piores medos, conquistando milhares de leitores, está de volta em um conto emocionante, cheio de conflitos e reencontros. Carol e Gabe ensinam, mais uma vez, que depois do fim existe uma nova chance e que basta ser forte o suficiente para se reerguer.
 
Amazon * 2017 * 5/5
 
 
Olá, galera!
 
Hoje o amor está no ar. E nos livros também, é claro! (rs)
 
E hoje tem o lançamento de um conto apaixonante. Afinal, dia dos namorados tem que ter uma história com muito amor pra ler, né?
E pra comemorar esse lançamento, a resenha de hoje será dele.
 
Eu finalizei a leitura desse conto há alguns minutos atrás, e ainda estou com emoções da leitura pairando sobre mim.
Espero que eu consiga passar nessas palavras da resenha, todo o carinho e sentimento que tenho por esse conto e pela serie Segredos.
 
Bom, lembrando que a resenha contem spoilers de "Meu erro" (primeiro livro da Série Segredos).
 
Então, vamos lá.
 
"Chego a um desenho em especial, um prédio em ruína, vigas expostas, paredes destruídas, percebo a força que empreguei naquele desenho, a falta de firmeza no traço, a dor e a destruição que aquele edifício carrega. Ele era eu. Talvez ele ainda seja."
 
Em "Meu Erro", conhecemos Gabriel e Caroline. Um casal que foi marcado pela vida. Onde cada um traz consigo sua bagagem emocional.
E o que para os outros poderiam ser um erro o amor surgir em meio a tantos problemas. Eles provam que esse erro poder ser o maior acerto de suas vidas.
 
 
"- Tudo que pode te afastar de mim me assusta - digo do fundo do coração. - Não é bonito falar isso, mas eu tenho medo. Eu... eu sinto muito por ser assim..."
 
 
Em "Minha Rendição", o casal protagonista são Vinicius e Poliana, mas vemos bastante Carol e Gabe durante a leitura. E o final desse segundo livro da série me deixou querendo saber desesperadamente saber o que ia acontecer com o casal da primeira história.
 
A Cinthia conseguiu de forma genial amarrar uma história na outra. Elas se entrelaçam e te mostram que uma situação pode ter pensamentos e pontos de vistas diferentes. Amei!
E claro, acabou a minha ansiedade ao ler o que aconteceu com esse casal que adoro tanto
 
"Saber o momento de pedir ajuda é fundamental na vida, não só na minha, tampouco só nesse momento. Mas estou aprendendo a aceitar minhas fraquezas e não ignorar meus instintos."
 
 
O Gabriel é o meu personagem "ponto-fraco" dentre todos os outros personagens da série até o momento.
O Gabe sofreu perdas que desestabilizaram a sua vida. E ele acabou caindo num mundo onde você sempre fica marcado.
E aqui fico os meus aplausos pra escritora que trouxe um tema tão sério e atual como a dependência química pra essa história de uma forma única. E não foi de maneira forçada, não. É aquele drama e situação que muitas pessoas vivem diariamente.
E quando citei mais acima que ele é o meu personagem "ponto-fraco" foi porque o meu coração ficava todo apertado pelo seu sofrimento. Não porque ele se considera um fraco ou um coitado. E sim pela força que ele tem de se manter limpo por mais um dia. Um degrau de cada vez, um dia de cada vez é uma vitória para Gabriel e para todos os que o amam (e quando me refiro a todos são aos personagens e aos leitores também, que mergulham nessa história e nas batalhas que ele tenta vencer).
 
"E enquanto para muitos hoje é apenas mais um dia de vida, para mim é mais um dia em que retorno depois de uma longa e dolorosa noite no campo de batalha. Exausto, dolorido e orgulhoso... Não de mim, mas da garota que segura minha mão. Ela é a guerreira que foi ao inferno mais um vez por mim. Ela é a garota que continua acreditando que eu sou o seu erro mais que perfeito."
 
Eu senti muito orgulho da Carol nesse conto. Ela sofreu traumas na vida e se mostra sempre forte e esperançosa. Além de ser a rocha de Gabriel que o mantem firme e o ajuda a seguir em frente.
Ela está lá por ele e sempre mostra isso. Que ela sempre vai estar por perto aconteça o que acontecer. E esse amor que ela dá e doa para ele é incondicional. Um amor que pode superar tudo e seguir em frente, sempre forte e batendo num ritmo de coração acelerado. É lindo de ver (e de ler!)
 
"Chegamos ao limite, estamos na borda do precipício, não há  outra saída, precisamos pular, e se ela vai, eu vou junto."
 
Além do romance arrebatador, vemos o Gabriel se reaproximando de sua família.
A Clara, a irmã mais nova que foi afastada dele pelo próprio pai e morou em outro país por um tempo, foi uma personagem secundária muito importante. A ligação que ela tem com a Carol é muito especial. E a relação com o Gabriel me rendeu várias risadas (aquele ciúmes de irmão mais velho foi ótimo rs).
Claro que a reaproximação mais importante pra mim foi com o Christopher, seu pai.
A relação deles sempre foi problemática e recheadas de mágoas, assuntos não resolvidos, falta de contato e por situações que os distanciaram um do outro. Agora, eles sabem a justificativa de ambos e não existe mais enganos e má interpretação na vida deles. E eles se encontrando e se descobrindo como pai e filho me rendeu momentos emocionantes.
 
"Ele olha pra mim e, pela primeira vez na minha vida, vejo o homem que se esconde por baixo da carcaça que todos veem. É como se ele estivesse se mostrando finalmente para mim. E eu não gosto do que vejo. Durante dez anos desejei vê-lo sofrer, desejei a sua morte e o odiei, mas agora, vendo o que ele carrega dentro de si durante todo esse tempo, sinto um remorso enorme por tudo o que passamos, sozinhos, perdidos."
 
Outro personagem que se destacou muito foi o Alan, melhor amigo de Gabriel. A amizade deles é verdadeira, é forte e inabalável. Aquela amizade que você sempre quer manter por perto.
A Cinthia deixou aquele toque de ansiedade em mim (eu quero saber o que acontece com ele! rs) e deixou um gancho para nos prepararmos emocionalmente e psicologicamente para o próximo livro da série, e assim desvendar o que acontecerá com esse amigo tão leal e por esse personagem que já aprendi a gostar também.
 
A capa está linda e a diagramação super caprichada.
E o conto é narrado pelo ponto de vista da Carol e do Gabe, dando aos leitores a intensidade dos sentimentos e emoções desses dois personagens.
 
Esse conto foi muito especial pra mim e sei que vai ser uma história que "MEU" coração vai lembrar pra sempre.
 
"Na guerra nenhum soldado quer morrer em combate, mas todos estão preparados para isso."
 
 
Ainda estou suspirando aqui ao me lembrar (rs)
 
Bem, galera. Espero que tenham gostado da resenha e que amem esse conto/livros/série tanto quanto eu. São histórias que merecem ser lidas. A Cinthia Freire arrasa com seus livros.
 
Lembrando que esse conto já está disponível na Amazon.
 
 
 
 
 
  
 
 
 
Boa leitura!
 
 
Beijos,
 
 
Ana Toledo

0 comentários:

Deixe seu comentário