[Resenha]: Minha Obsessão (Livro 1) — de Érica Christieh

Sinopse: Zoe Morgan é uma adolescente de 18 anos, tímida, de poucos amigos, que não possui sonhos e que há muito tempo não se sente notável. Ela luta insistentemente com um passado traumático e cheio de medos. Abusada sexualmente pelo próprio padrasto, Zoe tenta entender os motivos que levaram a sua mãe, Elisabeth Morgan a se preocupar mais em lhe arranjar um emprego, do que perceber o que aconteceu debaixo do próprio teto. Quando obrigada pela própria mãe a ir trabalhar na biblioteca da pacata cidade onde mora, ela conhece Arthur Bernardo, bonito, sorridente e um perfeito sedutor. Porém enquanto ela ainda luta para contar o segredo sobre os abusos causados pelo marido da mãe, se ver perdidamente apaixonada por Arthur e aprisionada por uma obsessão sem fim. Uma história apaixonante que vai prendê-lo até a última página.

Já faz algum tempo que sinto vontade de ler um texto da Érica. Eis que baixei gratuitamente (em formato digital), esse livro que faz parte de uma trilogia. Agora confira a sinopse, book trailer e o meu parecer de "MINHA OBSESSÃO", obra da autora Érica Christieh, uma publicação da editora Multifoco




"Porque obsessão é uma paixão negativa..."


Um enredo reflexivo! 

Zoe Morgan tem dezoito anos e mora em Colorado, localizado no Planalto Meridional do Rio Grande do Sul. Um tanto introvertida e sem amigos, começa a trabalhar na biblioteca pública da cidade, emprego indicado por sua mãe, Elisabeth Morgan, a secretária do prefeito Paulo.




"— Eu ainda não sei o seu nome mocinha, mas vou logo te avisando para não se interessar por esse rapaz. Aqui, ele é o seu chefe, e fora daqui ele é chefe de todas as meninas de Colorado, se é que você me entende." (Livro: Minha Obsessão, Cap.1)

Em seu primeiro dia de trabalho, ela se depara com Artur Bernardo, o irmão mais novo do prefeito. Zoe sente-se atraída por ele, afinal Artur é um cara lindo, sedutor, e, claro, cafajeste. Ela acaba por conhecer Nicole e Eros, parceiros de trabalho que passam a criar um vínculo consigo. Nicole, de prontidão, alerta-a sobre a enrascada que estará caso se envolva com Artur, enquanto Eros  com seu olhar encantador , aproxima-se de Zoe, acabando por apaixonar-se por ela. 

"— Zoe  ele se vira para mim novamente, tocando em minhas mãos.  Você é uma garota incrível, surpreendente e encantadora, mas eu... Eu não sou flor que se cheire." (Livro: Minha Obsessão, Cap.8)

Contrariando os conselhos de todos, inclusive de sua mãe, Zoe começa a se relacionar com Artur. Em sua cabeça permeia um relacionamento sério, porém o envolvimento sexual torna-se uma obsessão, levando-a acreditar que está vivendo um amor correspondido. Zoe sofre com traumas do passado: ela se acha um a garota feia e sem atributos, e tempos atrás fora violentada pelo namorado da mãe, um homem repugnante chamado João.

"— Faça um teste  ela sussurrou.  Fale para o Artur que eu aceito esse relacionamento de vocês dois. Peça para que ele venha aqui em casa jantar um dia desses conosco. Se o motivo do segredo de vocês era o meu impedimento, diga a ele que não existe mais. Vamos ver se ele realmente gosta de você." (Livro: Minha Obsessão, Cap.14)

Agora cesso os comentários para não soltar mais spoilers

"Às vezes o bonito se torna feio"... E, neste caso, a autora criou uma trama que aborda até onde uma pessoa pode chegar por uma obsessão. O obsessor, atraído por características que ele desconhece, faz de uma relação destrutiva uma história de amor.

MINHA OBSESSÃO é um enredo de reflexão, onde o pensamento e o agir mostra o quão inconsequente o ser humano pode-se tornar. Eu senti muita raiva do Artur, porém senti ainda mais ódio de Zoe, deixando-se ser humilhada quando, na verdade, poderia desfrutar de um amor sincero. A propósito, mais ao final da trama, curti como foi abordado o crescimento da protagonista, permitindo-se tomar outro rumo. Penso que em alguns trechos a autora poderia ter dado mais foco e se aprofundar no contexto, deixando-o mais atraente e verossímil. Eu não gostei muito de Elisabeth (mãe de Zoe), pois achei ela um tanto indulgente, principalmente pelo abuso que a filha sofreu (o ex namorado da mãe é condenado e preso  VIVAAAA \o/), além da carência afetiva. A matriarca é nada menos que determinante em chefiar e concretizar as palavras  e, em doses homeopáticas, demonstra seu amor (ao menos foi isso que senti). O final foi legal e me fez querer ler sua continuação, algo que já estou fazendo, pois ganhei o livro 2  MEU DELÍRIO  numa promoção feita pela editora Fonzie. o/

O enredo é narrado em primeira pessoa, com narrativa e diálogos de fácil compreensão; a diagramação (em formato e-book), apesar de estar com alguns trechos desconfigurados, está com espaçamentos e fontes em bom tamanho; e a capa estampa o olhar obsessivo e traumático de Zoe. Por fim, para quem curte um romance/drama com fundo reflexivo e algumas reviravoltas, eis essa boa pedida. 


Livro/Trilogia: MINHA OBSESSÃO (Livro 1) 
Autora: Érica Christieh 
Gênero: Romance/Drama 
Editora: Multifoco 
Ano: 2015 
Páginas: 148

Abraços literários,
Simone Pesci
http://simonepesci.blogspot.com.br/

0 comentários:

Deixe seu comentário