O SILÊNCIO DAS ÁGUAS — de Brittainy C. Cherry

Sinopse: Quando a pequena Maggie May presencia uma cena terrível à margem de um rio, sua vida muda por completo. A menina alegre que vive saltitando de um lado para o outro e tem uma paixonite por Brooks Griffin, o melhor amigo de seu irmão, sofre um trauma tão grande que acaba perdendo a voz. Sem saber como lidar com o problema, sua família se vê em uma posição difícil e tenta procurar ajuda, mas nenhum tratamento vai adiante. Ao longo dos anos, Maggie aprende sozinha a conviver com os ataques de pânico e, sem conseguir sair de casa, encontra refúgio nos livros. A única pessoa capaz de compreendê-la é Brooks, que permanece sempre ao seu lado. A cumplicidade na infância se transforma em amizade na adolescência, até que um dia eles não conseguem mais negar o amor que sentem um pelo outro. Mas será que o forte sentimento que os une poderá resistir aos fantasmas do passado e a um acontecimento inesperado, que os forçará a navegar por caminhos diferentes? 

Eu ganhei esse livro de Natal, de uma amada amiga. Trata-se do terceiro e penúltimo livro da Série Elementos, da autora Brittainy C. Cherry, publicado pelo grupo editorial Record. E já de antemão, digo que "O SILÊNCIO DAS ÁGUAS" passou a ser o meu queridinho: Maggie e Brooks ganharam o meu coração. Confira a sinopse e resenha dessa lindeza. 💘💘💘  

"Porque as batidas do coração pode fazer o mundo girar..." 

SIMPLESMENTE MARAVILHOSO! 💘💘💘

Maggie é uma garotinha falante, e aos seis anos foi morar com sua nova família, composta pelo seu pai biológico, Eric, Katie (a matriarca e nova mãe), e os seus dois filhos, agora dois meio-irmãos, Cheryl e Calvin. Ao completar dez anos, estava certa de que se casaria com o melhor amigo do irmão, chamado Brooks. O garoto se irritava e desaprovava a insistência dela, mas aceitou participar da brincadeira, aceitando se encontrar com ela na floresta perto de casa, para se casarem. Brooks se atrasa para o encontro e Maggie, fatalmente, presencia um assassinato. Por pouco ela não se torna vítima, e, com isso, deixa de falar.



"— Isso é pra você. É um cordão da amizade. Uma âncora. Prometo ser seu amigo. Um bom amigo. Vou me esforçar para ser. Vou ser a sua âncora. O seu porto seguro quando estiver perdida por aí... — Suspirei, olhando para o pingente na minha mão.  Quero ver você sorrir de novo. Quero que você tenha as coisas que sempre quis, e vou me esforçar para te ajudar a conseguir essas coisas." (Livro: O SILÊNCIO DAS ÁGUAS, Pág.66)

Os anos passam e Maggie se enclausura em casa, permanecendo sem falar, e viajando apenas dentre inúmeras páginas de livros. Esse é o seu refúgio, além de, claro, ter Brooks ao lado. O meio-irmão, Calvin, e Brooks formam uma banda de rock. E o que era um sonho tornou-se realidade, fazendo da banda "The Crooks" mundialmente famosa, afastando-os da família por dez anos.


"A felicidade era difícil de se encontrar sozinha no meu quarto, principalmente quando a pessoa amada estava do lado de fora dele, amando outra pessoa." (Livro: O SILÊNCIO DAS ÁGUAS, Pág.213)

Brooks está vivendo um sonho; um sonho que Maggie poderia fazer parte, mas que devido as crises de pânico, a impede de viver. Ele está namorando com uma modelo famosa, mas desfaz o relacionamento, pois não consegue sentir o mesmo que sente por sua amiga de infância. Ele retorna quando a Sra. Boone,  uma mulher de idade e de grande importância na vida de Maggie, sofre um acidente.


"Naquela noite, dormimos nos braços um do outro, e sempre que eu acordava, a puxava mais para perto. A ideia de perdê-la de novo era demais para mim. Antes de voltar para a turnê, eu precisava que ela soubesse que eu ia voltar para a casa e para ela. Precisava que ela tivesse certeza de que íamos dar um jeito de fazer as coisas funcionarem. Não importava o que acontecesse. Eu precisava que ela soubesse que sempre seria o seu maior sonho." (Livro: O SILÊNCIO DAS ÁGUAS, Pág.235)

O sonho se torna pesadelo, no instante que acontece algo trágico com Brooks, onde Maggie tem de ser a sua âncora. Agora cesso os comentários para não soltar mais spoilers.  

Um... Dois... Três... 
Respira, Simone!!!
As resenhas mais difíceis de fazer são as dos meus autores prediletos. E SIM, já faz um tempo que a Brittainy C. Cherry tornou-se uma das minhas autoras prediletas, mantendo o ingrediente de sempre, regado à tragédias e superações. Eu senti esse enredo com a minha alma, pois mesmo não passando por uma tragédia, sofro do mesmo problema que a protagonista, o que me impede de sair de casa e interagir. 

O SILÊNCIO DAS ÁGUAS é um enredo de superação e esperança. Era como se eu fosse a Maggie, que com seus demônios internos deixa de viver. Brooks, por outro lado, é a âncora que qualquer pessoa com algum tipo de distúrbio deve ter, ou seja, aquele que se doa por inteiro, conseguindo, apenas com o olhar, ser o antídoto. Enquanto muitos julgam Maggie, ele está lá, de prontidão, apenas para acolhê-la. E uma vez famoso e distante, ele ainda vive por Maggie. EU FIQUEI PERDIDAMENTE APAIXONADA POR ESSE CASAL!!! 💘💘💘Os personagens secundários são tão apaixonantes quanto, dando verossimilhança ao contexto, marca registrada da autora, que sabe como ninguém tocar corações. O final é lindo, e deixou-me assim, numa baita ressaca literária, doida para reler essa trama. 

O livro é narrado em primeira pessoa, com narrativa e diálogos de fácil compreensão; a diagramação está perfeita, com fontes e espaçamentos em bom tamanho, adornados em papel off-white (o amarelo mais claro); e a capa segue o padrão das outras da série, linda de viver, estampando um Brooks mais experiente. Por fim, para você que curte um lindo romance/drama, eis essa maravilhosa pedida. o/



Livro: O SILÊNCIO DAS ÁGUAS
Autora: Brittainy C. Cherry
Gênero: Drama/Romance
Editora: Record
Ano: 2017
Páginas: 364


Abraços literários,
Simone Pesci
http://simonepesci.blogspot.com.br/

0 comentários:

Deixe seu comentário