[Resenha]: Gótico, Impassível e Picante — de Alec Silva e Samuel Cardeal

Sinopse: Miguel Renner, vice-presidente de uma multinacional brasileira. Após a queda da Presidente Vilma Dusseldorf, toma seu lugar e passa a controlar a corporação. Composto de cartas formais, poemas escritos por Miguel em suas muitas viagens, em guardanapos de restaurantes de hotéis e aeroportos, e bilhetes de amor trocados com sua pequena. Ascensão e queda de um homem contada por suas próprias palavras, em verso e prosa. Parte romance epistolar, parte coletânea de poemas, "Gótico, Impassível e Picante" é uma sátira da atual situação política do Brasil. 

Sabe aquela capa e título que logo de cara te pega?! Então, foi isso que aconteceu quando dei de cara com "Gótico, Impassível e Picante", obra de Alec Silva e Samuel Cardeal. Em verdade, ao vê-lo gratuito em formato digital, eu não hesitei em baixá-lo. Afinal, algo me dizia que eu me enveredaria num admirável conglomerado de palavras. Agora convido a todos para conferir o que achei da obra, uma publicação da EX! EDITORA.

"Porque há de se rir para não chorar..." 

Uma sátira pra lá de original!

Lendo a sinopse já dá pra ter ideia do que se trata, não é mesmo? Ok, antes de dar o meu parecer, deixarei alguns quotes abaixo.

"A multidão nos ovaciona
Nossa manipulação funciona
Sorrimos, avançamos
Mal sabem eles
Nos odiamos"





"Desde logo, digo que não há motivo para todo alarde que a prezada senhora tem feito, colocando em cheque minha dedicação à sua administração e minha lealdade para com seus objetivos, tenho revelado a verdade de ambras em todos esses anos e é notório que não há o que questionar em minha conduta." 


"Mostro as mãos
As mangas
As cartas
Na mesa
Virada
Avessa
Rasteira
Passada"

GÓTICO, IMPASSÍVEL E PICANTE é uma historieta parte esboçada como um romance epistolar, parte redigida como poemas. O diferencial é o pano de fundo, com dois personagens fictícios indigeríveis. Trata-se de uma compilação de ironia poética, tendo como cereja do bolo uma libertinagem que nós, brasileiros, bem conhecemos. Gozando do nosso atual cenário político, os autores conduziram com humor e realismo às circunstâncias que o nosso governamental nos expõem. Se decidir se aventurar nesse livro, tem que estar ciente que não há primacial entre esquerda ou direita, pois é apenas uma ficção. Se eu não tivesse fechado a leitura com os "melhores de 2017" e já postado aqui, definitivamente essa obra entraria na lista. Agora, mais do que nunca, estou louca para conferir outros textos dessa dupla dinâmica. E para finalizar, deixo o trecho final do prefácio:

"Aprecie com moderação, seja você coxinha, comuna ou noibista. Estamos aqui para trazer o caos, mas sem discussões." (Livro: Gótico, Impassível e Picante, Prólogo)

Livro: Gótico, Impassível e Picante
Autores: Alec Silva e Samuel Cardeal
Gênero: Ficção/Epistolar/Poemas
Editora: EX! 
Ano: 2017
Páginas: 50


Abraços literários,
Simone Pesci
http://simonepesci.blogspot.com.br/

0 comentários:

Deixe seu comentário